14 de Dezembro de 2017
15º
max. 17º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
concurso 01 de Junho de 2016
'Desenhar a Moeda' entrega prémios

Os vencedores da primeira edição do Concurso Desenhar a Moeda receberam os prémios no dia 1, de manhã, na Galeria Municipal do Banco de Portugal, numa cerimónia que o presidente da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Rui Carp, considera histórica.

“Esta é uma iniciativa muito inovadora, que marca a história da numismática portuguesa, ao ligar a criação de moeda às gerações mais jovens”, referiu Rui Carp sobre a iniciativa, promovida pela Imprensa Nacional  Casa da Moeda (INCM) numa parceria com a Câmara Municipal de Setúbal junto das escolas de 2.º e 3.º ciclos.

Setúbal é a primeira cidade a participar no concurso, integrado no Plano Numismático 2017 da Casa da Moeda, que pretende criar uma coleção temática, com emissão anual de uma moeda comemorativa com valor facial de 5 euros. O desenho vencedor de cada edição do concurso será cunhado, anualmente, na moeda comemorativa.

À primeira edição, realizada no âmbito da Festa da Ilustração, certame a inaugurar oficialmente no dia 3 à meia-noite, concorreram cerca de oitocentos alunos de oito escolas do concelho de Setúbal, tendo sido selecionados 342 trabalhos que surpreenderam os responsáveis da Casa da Moeda.

“Desafiámos a criatividade das crianças e jovens das escolas de Setúbal, que excederam todas as nossas expectativas, apresentando trabalhos que demonstram uma grande imaginação”, salientou Rui Carp.

Por isso, o responsável mostra-se convicto de que “o sucesso desta iniciativa, que contou com a preciosa colaboração e participação da Câmara Municipal de Setúbal, pode e deve repetir-se futuramente noutras cidades do país, sobretudo pelo seu inquestionável valor cultural e pedagógico”.

Também a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira, felicitou os alunos “pela participação e pela qualidade dos trabalhos”, que “mostraram, uma vez mais, que há muito talento no concelho”, sublinhou. “Quisemos com esta iniciativa cruzar o universo escolar com a sensibilização para a riqueza cultural, patrimonial e artística da moeda. Pelos resultados que hoje aqui temos, podemos dizer, sem qualquer dúvida, que o conseguimos, o que é particularmente gratificante e indiciador do sucesso que este concurso terá no resto do país.”  

Tendo em conta estes resultados, Rui Carp acredita que a iniciativa pode ser um passo importante para impulsionar de novo o colecionismo numismático, que tem decrescido nos últimos anos, e deixou o apelo às crianças e aos jovens presentes na cerimónia para colecionarem moedas.

"Há que fazer com que os jovens não olhem apenas para a moeda como objeto que serve para comprar alguma coisa. A cunhagem da moeda é, sem dúvida, um serviço público essencial para os cidadãos e para a vida em sociedade, mas possui também um valor simbólico e cultural muito significativo.”

Um dos que perceberam a mensagem que a Casa da Moeda pretende passar é Martim Estanislau, aluno do 3.º ciclo da EB de Azeitão, que fez o desenho vencedor do concurso, o qual será cunhado numa moeda comemorativa de 5 euros, em 2017.

Martim estava na aula de Educação Visual, quando o professor Silas Figueiredo deu a conhecer o concurso e leu um poema sobre o futuro para ajudar à inspiração dos alunos.

“Foi depois de o professor ler o poema que tive a ideia de desenhar de um lado da moeda pessoas em guerra, a representar o passado, e do outro lado pessoas em paz, como desejo para o futuro”, contou o pequeno, “muito feliz” por vencer o concurso e ver o seu desenho ser cunhado numa moeda.

Martim recebeu um prémio de dois mil euros e a escola a que pertence recebeu também um prémio, no valor de 1500 euros. De salientar que os prémios são entregues em cartão pré-pago, que pode ser deduzido, por inteiro ou faseado, em compras em entidades comerciais a divulgar.

Houve ainda lugar a duas menções honrosas, atribuídas a Túlio dos Reis, da EB+S Ordem de Sant’Iago, e a Beatriz Pereira, também da EB de Azeitão. Os dois receberam um prémio de mil euros.

A “grande qualidade dos trabalhos apresentados”, como salientou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, levou o júri, constituído pelo ilustrador André Letria, pelo escultor Rui Vasquez, pela professora de história Raquel Henriques da Silva, por Rodrigo Lucena, da Imprensa Nacional  Casa da Moeda, e pela chefe de Divisão de Educação da autarquia, Celeste Paulino, a atribuírem sete menções especiais.

Assim, receberam diplomas especiais Matilde Rocha, da ES Sebastião da Gama, Bruno Santos, Rúben Malvestio e Rui Manuel Pedro, da EB+S Ordem de Sant’Iago, Sabrina Freire, da EB+S Lima de Freitas, João Rafael Soilas, da ES Dom Manuel Martins, e Daniel da Mata, da EB de Azeitão.

Além dos vencedores, o júri selecionou ainda 84 trabalhos para integrarem a exposição “Desenhar a Moeda”, que foi inaugurada após a entrega de prémios, patente durante o mês de junho na Galeria Municipal do Banco de Portugal, na Avenida Luísa Todi, em Setúbal, integrada no programa da Festa da Ilustração.

Após a inauguração da mostra foi apresentado o livro “Cara ou Coroa? Pequena História da Moeda”, patrocinado pela Imprensa Nacional Casa da Moeda, no âmbito do lançamento do Museu Casa da Moeda, a inaugurar ainda este ano.

O diretor da Unidade de Publicações da Casa da Moeda, Duarte Azinheira, sublinhou a importância do livro, com textos de Ricardo Henriques, ilustrações de Nicolau e coordenação de André Letria, “para explicar, numa linguagem acessível e divertida, o que é a moeda, como surgiu, como evoluiu e que formas foi assumindo ao longo do tempo, como se processa o seu fabrico, e até que ponto o seu valor depende intrinsecamente do princípio fundamental da confiança”.

Esta obra é “o primeiro ato público do grande projeto que é o novo Museu Casa da Moeda”, que, apesar de ser digital, “terá todas as funcionalidades de um museu normal, com exposições temporárias e permanentes, serviço educativo, e publicação de livros e de uma revista semestral”

A exposição "Desenhar a Moeda", patente na Galeria Municipal do Banco de Portugal, pode ser visitada até 3 de julho.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign