17 de Outubro de 2017
19º
max. 21º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
exposição 28 de Novembro de 2011
A arte de Luciano dos Santos

O centenário do nascimento de Luciano dos Santos é evocado numa exposição, inaugurada no final da tarde do dia 26, na Casa da Baía, composta por perto de 60 obras que revisitam o percurso artístico do homenageado.

A paisagem, o retrato e a figura humana que marcam o trabalho do artista plástico setubalense, nascido a 25 de março de 1911, podem ser apreciados na exposição intitulada “Luciano (1911-2006). Evocação no Centenário do Nascimento”, com peças pertença do Museu de Setúbal e de coleções particulares.

A mostra, organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, está patente até 29 de janeiro na Casa da Baía, localizada na Avenida Luísa Todi, podendo ser apreciada de terça-feira a sábado, das 11h00 às 14h00 e das 15h00 às 19h00.

A comemoração da vida e obra dos mais ilustres conterrâneos tem sido uma prática constante dos responsáveis do Município, “atos de memória fundamentais para a construção da identidade local setubalense”, referiu o vereador da Câmara Municipal de Setúbal Carlos Rabaçal na cerimónia de inauguração.

A exposição antológica, com cerca de seis dezenas de peças, “uma cuidada seleção de obras de Luciano dos Santos”, constitui “um ato muito significante e de elevada importância cultural”, destacou o autarca, que salientou a importância do trabalho deste artista plástico.

A mostra, com pinturas esculturas e ainda alguns objetos relacionados com a vida e obra deste setubalense, inclui trabalhos do início do percurso artístico, nomeadamente alguns desenhos/academias enquanto estudante de belas-artes.

“Luciano dos Santos foi também um grande obreiro para a construção dessa memória coletiva local”, reforçou Carlos Rabaçal, destacando alguns dos trabalhos do autor, como o Tríptico dos Setubalenses Ilustres, inaugurado em 1957, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde ainda se mantém exposto.

“Esta exposição reveste-se de um significado emotivo, artístico e cultural muito forte”, revelou Luciano António Santos, filho do autor, revendo-se em alguns dos trabalhos presentes na galeria. “Muitas vezes fui um modelo infantil para as obras do meu pai”, recordou.

Luciano António Santos sublinhou, igualmente, a importância desta iniciativa para a divulgação da obra do artista setubalense, que se encontra presente e espalhada por vários locais da cidade.

“Luciano dos Santos está muito bem representando em Setúbal e muito próximo dos setubalenses”, reforçou, destacando alguns trabalhos do pai, como o painel no átrio de entrada da Escola Sebastião da Gama e de painéis cerâmicos do Mercado da Conceição e do Hotel Esperança.

Nascido na freguesia de S. Sebastião, Luciano dos Santos ingressou, aos 7 anos, no Orfanato Municipal de Setúbal, que funcionou no outrora Recolhimento da Soledade, local onde hoje está instalada a Casa da Baía.

Luciano dos Santos foi homenageado pela Câmara Municipal com a Medalha de Honra da Cidade na classe “Arte”, a 15 de setembro de 1985, e com uma mostra retrospetiva, em 1992, quatro anos antes de morrer, com 95, a 12 de dezembro de 2006.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign