20 de Outubro de 2017
20º
max. 20º
min. 18º
notícias
iniciativas em destaque
Mourisca 29 de Agosto de 2011
A união fez a festa

As Festas do Moinho de Maré da Mourisca voltaram a realizar-se, pelo 12.º ano, juntando, entre os dias 26 e 28, o movimento associativo e a população em torno da gastronomia e do convívio.

“Houve problemas que tiveram que ser resolvidos, mas as pessoas juntas são capazes de superar as dificuldades”, sublinhou a vereadora da Câmara Municipal de Setúbal Carla Guerreiro na cerimónia de abertura do certame, no dia 26.

A autarca salientou ainda que a Festa da Mourisca, que decorre todos os anos junto do moinho de maré localizado no Estuário do Sado, “é a mãe de todas as festas do Concelho, pois, com exceção da centenária Sant’Iago, todas as outras se lhe seguiram”.

O certame incluiu vários concertos e atividades lúdicas e desportivas durante o fim de semana, além de envolver a participação de vários comerciantes e entidades para a promoção dos produtos regionais.

Mas é a gastronomia que mais brilhou durante os três dias de festa, com destaque para os produtos e pratos locais, como as ostras e o choco frito.

Nas mesas cheias de convivas, compostas por grupos de amigos ou famílias, os petiscos e pratos eram variados entre as escolhas possíveis, com muitos enchidos, saladas de ovas, ensopados de enguias ou arroz de lingueirão a serem alvos de pedidos.

Como é hábito decorreram durante o evento concursos de gastronómicos. Os “Jovens da Capela do Faralhão” venceram a 11.º Concurso de Gastronomia, com o prato feijoada frutos do sado. O mesmo grupo, criado com o objetivo de recolher fundos para a construção de um novo templo, arrebatou o terceiro lugar com o ensopado de enguias. A segunda posição foi entregue à União Cultural, Desportiva e Recreativa Praiense e o seu ensopado de borrego.

O 6.º Concurso de Doçarias foi ganho pelo Grupo de Danças e Cantares Regionais do Faralhão, que apresentou um bolo de fubá. O segundo lugar foi atribuído ao Clube Desportivo, Cultural e Recreativo de Gâmbia, com tarte de noz, e o terceiro à União Praiense, com sericaia, numa variante de ameixa.

O choco-café da União Praiense foi o vencedor do 6.º Concurso de Licores, enquanto a segunda posição coube ao licor de morango dos Jovens da Capela do Faralhão e, a terceira, ao licor de poejo da União Desportiva e Recreativa das Pontes.

O certame realizado na Herdade da Mourisca foi promovido por uma comissão de festas em conjunto com as juntas de freguesia do Sado e de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal.

“Esta festa só é possível graças ao envolvimento da Câmara Municipal, das juntas de freguesia e das coletividades”, salientou o presidente da junta de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra, Luís Custódio, para quem a boa organização demonstrada só foi possível, “em momento de crise, graças à união das pessoas”.

O presidente da junta do Sado, Manuel Véstias, reforçou que um dos principais objetivos da festa é o de “criar condições para que o movimento associativo prossiga com o desempenho das suas funções”, além de levar “gente ao belíssimo cenário do moinho de maré da Mourisca”. Objetivos esses que “foram superados”.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign