21 de Outubro de 2017
20º
max. 21º
min. 13º
notícias
iniciativas em destaque
comércio 12 de Novembro de 2014
Alegro Setúbal abre portas

A modernidade e a inovação tecnológica cruzam-se no Alegro Setúbal, espaço comercial que abriu portas no dia 12, com mais de uma centena de lojas, zonas de restauração e de entretenimento e salas de cinema de última geração.

O novo centro comercial da cidade, um investimento global de 110 milhões de euros, concretizado em menos de dois anos, está integrado numa área urbana totalmente requalificada, com novas acessibilidades rodoviárias e espaços de lazer e recreio para usufruto da população.

“A mais importante conquista alcançada por este novo espaço comercial setubalense é a vitória sobre o ceticismo”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, no dia 11, na cerimónia de inauguração.

O Alegro Setúbal conta com um total de 114 lojas e uma zona de restauração dotada de uma esplanada ampla exterior com vista para a Serra da Arrábida, distribuídas ao longo de dois pisos, e nove salas de cinema de última geração e um health club, instalados noutro andar.

Na inauguração do novo espaço comercial, o ministro da Economia, António Pires de Lima, destacou a importância do investimento para Setúbal. “O Alegro Setúbal traz melhorias assinaláveis para Setúbal e para os setubalenses.”

O governante, ao assinalar que este “é o maior investimento estrangeiro concretizado em Portugal este ano”, destacou o “empenho da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, na atração de mais investidores e oportunidades de negócio para a região”.

Mário Costa, diretor-geral da Immochan, ao frisar que “com o Alegro Setúbal está preenchido um vazio na cidade”, apontou que “Setúbal era a única capital de distrito que não tinha uma oferta deste tipo”. Destacou, igualmente, que “a vasta oferta de serviços, comércio e de lazer” disponibilizados vão atrair “mais gente e negócios”.

Mário Costa adiantou que são “muitas são as razões que fazem do Alegro [Setúbal] um projeto único e especial”, porque “é o único equipamento comercial deste tipo a ser inaugurado em Portugal nos últimos dois anos”, e tendo em conta que, “finalmente, a região de Setúbal tem um centro comercial de última geração”.

Aquele responsável realçou que “num período de profunda crise nacional, a Immochan acreditou no projeto e teve consciência sobre a importância do investimento a nível regional e nacional”, nomeadamente com a contratação de empresas e fornecedores portugueses para construção e apetrechamento do Alegro.

O Alegro Setúbal, com vários apontamentos de pioneirismo e de inovação, inclui mobiliário, sinalética e praça de restauração de criação exclusiva por um atelier português, a par de um conjunto de soluções tecnológicas que proporcionam novas sensações aos utilizadores.

“Fizemos uma forte aposta na experiência digital. Nos corredores há ecrãs que interagem com o movimento de quem passa, enquanto os elevadores panorâmicos, forrados com películas LED, transportam os clientes em ecrãs móveis com novas dinâmicas de interação”, adiantou Mário Costa.

O investimento de 110 milhões de euros, com forte enfoque na sustentabilidade ambiental do novo edifício, dotado de iluminação natural e luminárias energeticamente eficientes, contribui para a criação de mil postos de trabalho diretos e 500 indiretos.

Para a construção desta realidade, afirmou Mário Costa, foi fundamental a “excecional interação da Immochan com a presidente da Câmara Municipal de Setúbal e a sua equipa, numa parceria empenhada em contribuir para a formulação de soluções para alcançar os objetivos deste projeto”.

No âmbito do Alegro Setúbal, que conta ainda com o hipermercado Jumbo, ampliado e renovado, foi feita uma profunda requalificação urbanística da zona envolvente, com a criação de novas acessibilidades, espaços verdes e zonas de fruição que criam uma ligação entre o centro comercial e a cidade.

Américo Ribeiro, diretor-geral da Auchan, destacou que o hipermercado Jumbo está presente na cidade há 22 anos. “É uma referência na região e, atualmente, após o investimento de cerca de 10 milhões de euros, é um dos mais desenvolvidos a nível nacional.”

Já Valentin Serrano, diretor-geral da Immochan Internacional, indicou que o Alegro Setúbal é “um exemplo de pioneirismo” que merece um destaque especial, até porque é o centro comercial número 364 a abrir em todo o mundo. “É diferente e inovador e será, certamente, uma fonte de inspiração para todos.”

Maria das Dores Meira, ao sublinhar que o Alegro “corresponde a uma forma de comércio que transformou, definitiva e obrigatoriamente, o tecido comercial do País”, vincou que este investimento será “um potenciador para que todo o comércio local se renove e modernize”, apesar dos tempos complexos.

A autarca salientou que, além das “limitações financeiras” impostas pelo Orçamento do Estado para as autarquias locais, este é um período de “asfixia dos pequenos e médios negócios, com uma carga fiscal brutal e injusta, de que é o mais acabado exemplo a taxa de IVA que a restauração é obrigada a pagar”.

Apesar de todas as restrições, Maria das Dores Meira garantiu que a Câmara Municipal de Setúbal continua “empenhada na transformação urbana das principais zonas centrais da cidade, requalificando-as para que atraiam mais gente e mais consumidores”.

A autarca destacou a criação de novos polos de atração concretizados nos últimos anos na cidade, como são os casos do Fórum Municipal Luísa Todi, da Casa da Cultura, da Casa da Baía e da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, a par da revitalização da Avenida Luísa Todi.

“Setúbal cresceu e avançou com projetos que há muito esperavam para sair da gaveta, com a imparável vontade de abrir à cidade um rio que esteve demasiados anos bloqueado, e com novas e ímpares condições para a criação cultural e artística”, frisou.

A cerimónia de inauguração do Alegro Setúbal contou com vários momentos de animação, com música e demonstrações cénicas e de dança, a par de apontamentos festivos de índole cultural promovidos por algumas das lojas presentes no novo espaço comercial.

O Alegro Setúbal, com 44 mil metros quadrados de área de construção, disponibiliza 2600 lugares de estacionamento gratuito por vários pisos subterrâneos, dez restaurantes e 114 lojas, entre as quais uma Fnac, uma Mango, com a primeira megastore em Portugal, e uma H&M, a segunda maior do País.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign