16 de Dezembro de 2017
max. 12º
min. 5º
notícias
iniciativas em destaque
economia 18 de Fevereiro de 2013
Alegro Setúbal arranca para obra

A importância da concretização de novos investimentos em Setúbal foi destacada no dia 18, de manhã, pela presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, na cerimónia de lançamento da primeira pedra do centro comercial Alegro.

“Setúbal está sempre a trabalhar para atrair mais investimento. É fundamental e de extrema importância para a região, em particular nos tempos difíceis que atravessamos”, sublinhou a autarca na cerimónia que materializa o arranque formal das obras de construção do Alegro Setúbal.

O momento simbólico, que materializa “um ato de grande coragem e confiança no futuro”, realizado na área que acolherá o centro comercial, enalteceu Maria das Dores Meira, marcou também “o ponto final no ceticismo com que foi encarada esta iniciativa”, um investimento que materializa uma série de benefícios para a população.

“Significa mais qualidade urbana para os setubalenses, mais e melhores condições de circulação para todos os que utilizam as vias renovadas que vão resultar desta obra, e mais espaços de lazer para a enorme população de toda a Península de Setúbal e boa parte do Litoral Alentejano”, frisou.

O Alegro Setúbal, equipamento com uma área bruta de construção de 137 mil metros quadrados promovido pela Immochan, empresa imobiliária do Grupo Auchan, representa um investimento global de 110 milhões de euros – 70 milhões canalizados diretamente para a construção do centro comercial – e contempla a criação de 115 lojas.

“Este é o centro comercial que os setubalenses há muito reclamavam. É o equipamento que evitará que milhares de munícipes e população de zonas limítrofes se desloquem para espaços comerciais em concelhos vizinhos para fazer compras ou para ir ao cinema. Significa, a partir de 2014, mais riqueza em Setúbal”, vincou.

A criação do Alegro Setúbal inclui uma profunda transformação e melhoria urbana e viária da principal porta de entrada da cidade, nomeadamente com a construção de uma ampla rotunda no final da A12, uma das primeiras obras com materialização física no âmbito deste projeto.

A obra envolve, igualmente, o reperfilamento integral da Avenida Antero de Quental e da Rua Nova Sintra, dotando estas vias de características mais urbanas, com novos passeios, ciclovias, espaços verdes e locais para estacionamento

Para a Avenida Antero de Quental está ainda prevista a construção de um novo viaduto de acesso ao Alegro Setúbal, com quatro vias de circulação, assim como a criação de uma rotunda na interseção desta via com a Estrada dos Ciprestes, com um novo enquadramento paisagístico.

A operação urbanística a desenvolver na zona da Nova Azeda, com conclusão prevista para o verão deste ano e que abrange uma área total de 221 mil metros quadrados, inclui a renovação dos sistemas de saneamento da área.

“O Alegro Setúbal será um centro comercial de última geração com uma arquitetura marcante, dotado de soluções ambientalmente sustentáveis”, frisou o diretor-geral da Immochan, Mário Costa, reforçando que “Setúbal é das poucas capitais de distrito sem um equipamento com estas características”.

A criação de empregabilidade na região – mil postos de trabalho diretos, 500 indiretos e largas centenas durante o período de obras – foi também destacada por Mário Costa, que enalteceu o apoio prestado pela Autarquia setubalense para a concretização do projeto.

O responsável anunciou a celebração de um protocolo com o Instituto de Emprego e Formação Profissional que “visa fomentar medidas de apoio à criação de emprego, com a promoção de estágios profissionais e a dinamização de formações numa série de áreas existentes no futuro Alegro Setúbal”.

A importância deste projeto para o concelho foi também salientada pela representante da Aicep Portugal Global, E.P.E., Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, Madalena Oliveira e Silva, entidade que apoia, acolhe e acompanha projetos dinamizados em território nacional.

“Ficámos entusiasmados com este projeto sobretudo porque permite a requalificação de um equipamento antigo e promove a criação de uma série de novas valências para usufruto das populações”, referiu.

O centro comercial, criado a partir da renovação do atual hipermercado, que se mantém em atividade durante o período de obras, inclui duas dezenas de restaurantes, alguns temáticos, e dez salas de cinema totalmente digitais.

O equipamento, com abertura prevista para o último trimestre de 2014, terá três pisos de área comercial, dispondo ainda de 2600 lugares de estacionamento, todos em níveis subterrâneos.

No projeto Alegro Setúbal está programada a criação de pequenos logradouros interiores e exteriores para a dinamização de vários eventos culturais e desportivos, assim como a instalação de um campo de jogos, de uma parede de escalada e de vários parques infantis.

Na cerimónia foi ainda assinado um pergaminho, simbolicamente colocado num maciço de cimento que integrará o Alegro. “Lançada a primeira pedra, deixemos a certeza de nos encontrarmos de novo aqui, em 2014, para abrir o que será um dos mais extraordinários espaços comerciais do País”, rematou Maria das Dores Meira.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign