18 de Outubro de 2017
16º
max. 20º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
literatura 23 de Abril de 2013
Alunos levam poesia à rua

Mais de 200 alunos do agrupamento de escolas Lima de Freitas apresentaram na manhã de dia 23 uma coreografia, na Praça de Bocage, a exaltar a importância da leitura.

“E a ler vou sonhando, e a ler vou imaginando, e a ler vou sonhando sim… leitura”, entoaram os alunos do 1.º ao 8.º ano, numa letra adaptada do original dos Xutos & Pontapés “Para Ti Maria”, criada especialmente para assinalar o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, comemorado a 23 de abril.

Antes desta flash mob, integrada na iniciativa “Setúbal – Uma Baía a Ler”, organizada pela Câmara Municipal em parceria com as bibliotecas escolares do concelho, a turma do 10.º C, de Línguas e Humanidades, da Escola Secundária D. Manuel Martins, presenteou funcionários municipais nos Paços do Concelho, visitantes na Casa da Cultura e transeuntes na Praça de Bocage com poemas de autores portugueses.

O mar foi o tema central na seleção dos mais de mil pequenos textos de autores como Sophia de Mello Breyner, Fernando Pessoa e Miguel Torga, lidos em público e oferecidos pelos vinte alunos da turma C.

O facto de ler à pessoa põe o aluno “à prova e a desenvolver competências comunicativas”, explicou a professora bibliotecária Isabel Mendes. “Só entregar não cria o ato de comunicação.”

Já o feedback de quem recebe, por vezes, não é o esperado. “As pessoas estão muito desconfiadas e o gesto de oferecer é um pouco estranho.”

Situação que não se verificou com Tomásia Elias, 87 anos, que, ao atravessar a Praça de Bocage, foi surpreendida por um dos poemas de Sophia de Mello Breyner.

“Gosto muito de ler”, confessou. “Quando compro um livro ou uma revista não descanso enquanto não leio de fio a pavio.”

Ali perto, numa das esplanadas, o casal Regina Cabrita e João Paulo Carromeu, para quem a leitura é “essencial à formação”, também foram arrebatados pelas palavras lidas por uma aluna.

A mulher é quem lê mais poesia e, em oposição à opinião do marido sobre a leitura em eBook, considera que “não há nada melhor do que folhear um bom velho livro… e o cheiro”.

A iniciativa “Setúbal – Uma Baía a Ler” foi organizada em simultâneo em vários pontos do concelho, como é o caso de Vila Nogueira, com a participação do agrupamento de escolas de Azeitão.

Ainda na cidade, alunos percorreram os mercados 2 de Abril e do Livramento e foi programada a passagem pelos jardins da beira-mar e do Quebedo.

Uma sessão de leitura em várias línguas por alunos estrangeiros da EB 2,3+S da Bela Vista, durante a manhã de 2 de maio, conclui o programa comemorativo do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign