15 de Dezembro de 2017
14º
max. 16º
min. 8º
notícias
iniciativas em destaque
baías 13 de Julho de 2016
Baías procuram parceria com UNESCO

A presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, vai propor, entre 18 e 21 de julho, em Paris, uma parceria entre o Clube das Mais Belas Baías do Mundo e a UNESCO.

A autarca desloca-se a Paris no âmbito da presidência do Clube das Mais Belas Baías do Mundo, atualmente a cargo de Setúbal, para uma semana de trabalho que inclui a avaliação da admissão de baías candidatas e uma reunião na UNESCO com o diretor do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).    

A autarca vai propor parcerias com a UNESCO, no âmbito daquele programa, pois considera que “faz todo o sentido associar o Clube das Mais Belas Baías do Mundo a projetos como o One Planet, One Ocean e o Learning to Live Together”.

“Através da multiculturalidade de cada uma das nossas Baías, regiões e países, poderemos criar pontos de sinergia e apoio mútuo”, salienta Maria das Dores Meira na carta que endereçou ao presidente da UNESCO para explicar os objetivos da visita a Paris.

Outra área de intervenção à qual o Clube das Mais Belas Baías do Mundo também gostaria de associar-se, de acordo com a missiva, é a do “apoio à Convenção sobre a Proteção do Património Cultural Subaquático”.

Maria das Dores Meira vinca que muitas das baías têm enquadramento histórico nesta área, “pelo papel desempenhado sobretudo aquando da época dos Descobrimentos e do comércio mercante”.

Tendo em conta as chancelas UNESCO, e sobretudo os programas e áreas de intervenção daquele organismo, nas quais muitas das baías se encontram inseridas, a presidente do Clube das Mais Belas Baías do Mundo considera que “seria muito importante para o Clube o reconhecimento do trabalho desenvolvido, a importância estratégica das baías, o seu importantíssimo trabalho na transformação de mentalidades e apelo aos problemas ambientais, e dos oceanos”.

Na reunião com o diretor do PNUMA, Maria das Does Meira vai propor, assim, parcerias entre os dois organismos que permitam ao clube “ter uma palavra” quando as matérias em discussão pela UNESCO digam respeito “ao desenvolvimento sustentável, à multiculturalidade dos povos, ao ambiente e sobretudo aos Oceanos, influenciando sobremaneira a vida nas nossas baías e nos nossos territórios”.

Maria das Dores Meira garante o empenhamento do Clube das Mais Belas Baías do Mundo em associar-se e promover, conjuntamente, o bem e a proteção dos oceanos e lembra a recente decisão da presidência do clube em associar o Dia Mundial dos Oceanos, definido pela UNESCO, como o Dia das Baías em todo o Mundo. 

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign