23 de Outubro de 2017
13º
max. 25º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
obras 22 de Outubro de 2012
Bairro Azul celebra requalificação

A conclusão da obra de recuperação do Forte da Bela Vista, com pinturas e outros trabalhos de beneficiação executados por moradores com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, foi assinalada em festa, no dia 21, com várias iniciativas multiculturais.

“Estamos perante um trabalho extraordinário de recuperação do Forte da Bela Vista, intervenção que a Autarquia, apenas com os seus atuais meios financeiros e humanos, não conseguiria ter realizado em tão pouco tempo”, destacou a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira.

A autarca, recebida por um grupo de crianças que entoaram o “hino” do bairro, “O Forte está Contigo”, agitando balões coloridos, destacou a importância da ação festiva de conclusão dos trabalhos de recuperação do bairro, organizada pela comissão de moradores responsável pela realização das obras.

“Aqui está a materialização do que idealizámos com o “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, um programa gerador de participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, promovendo a autonomia, a responsabilidade e o crescimento coletivo”, sublinhou.

As obras efetuadas pelos moradores incluíram a pintura de fachadas, muros, chaminés e gradeamentos, o reboco de paredes, a reconstrução de floreiras, a impermeabilização de fachadas, empenas e telhados, a reparação de varandins e o emparedamento de espaços de arrumação dos pátios.

A limpeza do anfiteatro, a demolição de muros construídos indevidamente em galerias do primeiro piso, a organização do estacionamento de viaturas e de arrumos nos pátios e galerias foram outras ações promovidas pelos moradores no âmbito desta iniciativa.

A Câmara Municipal de Setúbal, com o apoio de mecenas, forneceu 7.368 litros de tinta para a pintura de uma área com 36.840 metros quadrados e realizou diversos trabalhos complementares como a colocação de portas de contadores de água e eletricidade, o reboco de fachadas, a desbaratização de caixas de esgoto e a execução de um projeto para reforço da iluminação pública.

A reparação de varandins e de tubos de guarda de muros e de queda, a limpeza de algerozes e a reparação de coberturas, a remoção de viaturas abandonadas, a substituição de uma dezena de contentores de lixo, a replantação de floreiras e o emparedamento dos espaços de arrumação dos pátios foram outros trabalhos executados pela Autarquia.

“Este é o Forte da Bela Vista que todos têm de conhecer, o bairro de gente que trabalha, gente séria e empenhada na melhoria da qualidade dos espaços onde reside, um espaço que é de todos e que, acima de tudo, todos têm o direito e o dever de preservar”, vincou Maria das Dores Meira.

O empenho conjunto em torno de uma causa comum culminou numa festa realizada em pleno Forte da Bela Vista, iniciativa com gastronomia, desporto, dança, música e variadas manifestações multiculturais para todas as idades, ações dinamizadas nos vários pátios do bairro e numa zona central, com um palco.

Jogos tradicionais, de raqueta, gincanas de bicicleta, street basket e jogos de mesa foram atividades desportivas promovidas ao longo de toda a tarde, que contou, igualmente, com um torneio de futebol 7 disputado no Campo Municipal do Forte da Bela Vista.

Na festa também houve pinturas faciais, mostra de artigos artesanais e bancas com iniciativas de estética, como penteados africanos e tereré, demonstrações de artes marciais e a exposição fotográfica “Renascer do Forte da Bela Vista” com imagens do antes e o depois das intervenções.

A união de esforços por um bairro melhor ficou patente na leitura de um texto, elaborado pela comissão de moradores responsável pela realização das obras, que deu conta do trabalho realizado no Forte da Bela Vista ao longo de cerca de quatro meses, obra igualmente materializada numa placa comemorativa colocada numa das fachadas do bairro.

O programa da festa contou também com gastronomia multicultural, declamação de poesia pela moradora Adelaide Palmela e as atuações musicais de Jorge Nice, do coro da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de São Sebastião, dos artistas locais António Banza e “Taquilha” e dos DJ Marcelo e Cláudio.

A Griot – Associação Cultural, do Barreiro, também marcou presença na festa com momentos de dança contemporânea, poesia, beatbox e teatro.

A iniciativa de pinturas e de execução de obras de recuperação, inédita no bairro, materializa um investimento global da ordem dos 70 mil euros, dos quais 40 mil foram pagos através de apoios mecenáticos, enquanto os restantes 30 mil foram investidos pela Câmara Municipal de Setúbal.

O “Bairro Azul” da Bela Vista, edificado em 1984, é composto por 12 lotes com 167 fogos, onde residem cerca de sete centenas de pessoas.

ferramentas
notícias relacionadas
mais recentes
+ lidas
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign