23 de Outubro de 2014
20º
max. 31º
min. 19º
notícias
iniciativas em destaque
apresentação 24 de Fevereiro de 2012
Bela Vista conhece programa

O Programa Integrado de Participação e Desenvolvimento da Bela Vista e Zona Envolvente, dinamizado pela Câmara Municipal, de promoção do envolvimento da população nas decisões e projetos locais, foi apresentado no dia 23 aos moradores.

O encontro, realizado no Gabinete da Bela Vista, contou com a participação do vereador Carlos Rabaçal, do presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, Nuno Costa, e de 23 representantes de prédios da Bela Vista, eleitos nas reuniões de moradores.

A reunião teve como objetivos apresentar as linhas orientadoras do programa e alguns dos projetos a desenvolver e, sobretudo, auscultar a população sobre possíveis ações a implementar, assim como as principais necessidades da comunidade.

O vereador Carlos Rabaçal salientou que, para um pleno desenvolvimento do programa, é essencial que as pessoas digam o que querem fazer, como querem fazer e que se envolvam diretamente nas decisões de implementação de ações e projetos.

Lançado o repto, os representantes de prédios da Bela Vista avançaram com várias propostas e sugestões de melhoria da qualidade de vida das populações e de criação de novas dinâmicas de quotidiano.

O aproveitamento e a recuperação de frações devolutas (lojas) do Bairro da Bela Vista para a disponibilização de um espaço de convívio para a população idosa foi uma das propostas avançadas. O apoio para a organização de um grupo de integração de jovens mulheres, já constituído, foi outro dos pedidos formalizados.

A criação de um espaço de ocupação de crianças, de livre acesso, e apoios para a constituição de uma comissão de moradores e para formação no âmbito da limpeza das áreas comuns e de recolha de dejetos caninos foram outras propostas avançadas na reunião pelos representantes dos residentes.

O vereador Carlos Rabaçal abordou ainda os cinco eixos prioritários do programa, cujas atividades a desenvolver devem gerar a participação ativa das pessoas.

Os eixos, com um mais de 80 projetos/ações a desenvolver, alguns já na fase de implementação, incidem na intervenção com jovens, na promoção da educação, formação e emprego na comunidade, no fomento de ações comunitárias, no desenvolvimento dos processos de participação e na melhoria da imagem e visibilidade dos territórios.

O programa, que envolve moradores, entidades sediadas no território e serviços municipais, incide numa área que engloba os bairros de habitação social da Bela Vista, Alameda das Palmeiras, Forte da Bela Vista, Manteigadas e Quinta de Santo António.

O território abrangido pelo programa, de acordo com dados habitacionais de dezembro de 2011, envolve uma população estimada de cerca de 6700 pessoas, num total de 153 edifícios com 1592 fogos, dos quais mais de 26 por cento são propriedade privada.

Outros quatro encontros de apresentação do Programa Integrado de Participação e Desenvolvimento da Bela Vista e Zona Envolvente estão já agendados com representantes de moradores, realizando-se até março.

O objetivo geral do programa é desencadear processos de participação e desenvolver ações que promovam a organização de grupos, envolvendo as pessoas nas decisões e tarefas inerentes à sua execução, formando lideranças e promovendo a mobilização popular.

O programa assenta na premissa de que toda a ação deve ser protagonizada e ser geradora de participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, promovendo a autonomia, a responsabilidade e o crescimento coletivo.

ferramentas
notícias relacionadas
mais recentes
+ lidas
outros sites

anterior

anterior

Informação Municipal
Setúbal pode ficar mais perto de si por correio, telemóvel ou por e-mail.
imagem da semana

vídeo da semana
associativismo
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign