11 de Dezembro de 2017
12º
max. 16º
min. 7º
notícias
iniciativas em destaque
graffiti 25 de Maio de 2012
Caixas de eletricidade com arte

A arte de pintura urbana em graffiti é uma das vertentes que, entre os dias 25 e 26, contribuem para os objetivos do projeto de participação cidadã “Setúbal Mais Bonita”, destinado ao embelezamento de espaços públicos através do trabalho voluntário da população.

Enquanto a campanha “Setúbal Mais Bonita” decorre durante vários meses, com especial destaque nos dias 26 e 27, o graffiti está em evidência, a 25 e 26, com a participação de graffiters num concurso de pintura de armários de distribuição elétrica.

Pedro Loureiro, conhecido no mundo do graffiti como “Mojojo”, é um dos sete jovens envolvidos na prova e que viram as suas propostas aprovadas pela Câmara Municipal e pela EDP, organizadoras do concurso, dedicado ao tema “Arrábida – Património Mundial”.

Na Praça de Bocage, “Mojojo” decora um dos quatro armários de distribuição que lhe foram dedicados.

O artista de 23 anos, e o suor que escorre pelas têmporas, não esconde o esforço da pintura debaixo do sol quente de maio, mas ainda assim continua determinado. “Comecei por volta das onze e devo terminar esta imagem lá para as duas”, estima.

Pedro usa tinta de graffiti, mas, devido à precisão exigida na pintura, pulveriza-a primeiro para um pequeno copo, onde, já liquefeita, recorre a um pincel para aplicar os pormenores na “tela”.

No total do “Concurso de Ideias Graffiti | Setúbal Mais Bonita”, os participantes decoram 16 armários de distribuição de eletricidade, distribuídos entre a Praça de Bocage e a Avenida Luísa Todi.

“Mojojo” dá um voto total de agrado à proposta lançada pela iniciativa. “Tem graça, mas nesta coisa de artista em que temos de estar sempre a pensar em soluções para ganhar a vida, já me tinha lembrado de propor à EDP exatamente esta ideia”, reflete. “A verdade é que é uma forma interessante de embelezar a cidade”, reforça, acrescentando que a iniciativa ajuda inclusivamente a mudar as mentalidades em relação às pinturas de graffiti.

“Hoje as pessoas já veem esta arte de uma forma diferente. Eu, por exemplo, só faço graffitis em edifícios que estão claramente abandonados. Também não me limito a fazer ‘tags’ [pequenos graffitis em forma de assinaturas ou letras]. Acho que é uma questão de respeito pelas outras pessoas”, reflete.

O respeito mútuo é tal que a “Setúbal Mais Bonita” incorpora agora um concurso só de graffiti entre as cerca de 200 ações que o projeto promove para embelezamento e requalificação do Concelho.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign