21 de Outubro de 2017
17º
max. 21º
min. 13º
notícias
iniciativas em destaque
desenvolvimento 28 de Junho de 2013
Câmara expõe estratégia urbanística

As estratégias urbanísticas da Câmara Municipal para a modernização e o desenvolvimento de Setúbal são apresentadas numa exposição documental, patente na Casa da Baía, que inclui a Revisão do Plano Diretor Municipal, processo explicado, igualmente, numa publicação pedagógica e interativa.

“Esta é uma exposição que dá a conhecer o trabalho desenvolvido pelos serviços de Urbanismo da Autarquia e a importância do mesmo para o bem-estar das populações e o desenvolvimento do concelho de Setúbal”, sublinhou a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, no dia 26 à tarde, na inauguração da mostra.

A mostra, constituída por vários painéis temáticos, explica, “de forma sintética e percetível a todos, alguns projetos e investimentos já realizados ou em curso, identificando, ao mesmo tempo, os impactes mais significativos” para a modernização do território, realçou a autarca.

“Esta exposição é o culminar de um desafio lançado pela Autarquia aos trabalhadores municipais e que procura envolvê-los nas dinâmicas quotidianas do Município, à semelhança do que promovemos com a população em geral. Está inscrito no nosso ADN”, congratulou-se Maria das Dores Meira.

O trabalho, adiantou, apresenta “as linhas estratégicas propostas para o desenvolvimento de Setúbal, a orientação clara da estratégia municipal para os próximos anos”, na qual são espelhadas as ações e os projetos com que “as populações podem contar nos vários domínios” de modernização.

Na área dos projetos, destaque para o PIVZRS – Programa Integrado de Valorização da Zona Ribeirinha de Setúbal e para o programa ReSet – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Setúbal, ações praticamente concluídas que incluíram, entre outros, a requalificação da Praia da Saúde, as modernizações do Mercado do Livramento e do Fórum Municipal Luísa Todi e a criação das casas da Baía e da Cultura.

O desenvolvimento de novos espaços e equipamentos, como o Parque Urbano da Várzea, a nova Biblioteca Pública Municipal, já com projeto de conceção arquitetónico aprovado, e o Terminal 7 – Casa do Mar, a instalar na Praia da Saúde, estão igualmente em evidência na exposição.

O programa ARU – Área de Reabilitação Urbana de Setúbal é outro dos projetos em destaque definidos pela Câmara Municipal, assim como a requalificação da Rua José Augusto Coelho e envolventes, em Vila Nogueira de Azeitão, e a implantação de um parque de estacionamento automóvel subterrâneo na faixa sul da Avenida Luísa Todi.

Já na vertente de imagem urbana cabem ações como a definição de zonas cicláveis e de percursos pedonais, a construção de rotundas, a instalação de parques infantis, quiosques e zonas de esplanadas e ainda a criação do Parque Urbano de Azeitão.

A população pode ainda conhecer as diversas ações de planeamento desenvolvidas pelas equipas municipais, como os estudos urbanísticos dos terrenos da Carmona, do Polo Comercial do Monte Belo e da Entrada Norte de Setúbal, tal como o Plano Estratégico de Setúbal Nascente.

O investimento público e privado, da ordem dos 800 milhões de euros, concretizado nos últimos quatro anos no concelho e que gerou quatro mil novos postos de trabalho, é igualmente apontado na exposição, incluindo-se neste capítulo a instalação de várias unidades comerciais e a modernização de infraestruturas viárias.

“Associamos esta exposição àqueles que, de uma forma muito próxima, têm a ver com o trabalho que os serviços de Urbanismo desenvolvem, sejam os promotores que com o investimento dão corpo aos projetos, sejam os proprietários de património que dinamizaram iniciativas de interesse municipal”, sublinhou Maria das Dores Meira.

A Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) de Setúbal, o principal instrumento de gestão urbanística, é outro dos pontos de interesse da exposição, processo divulgado igualmente numa publicação de 60 páginas, estruturada em cinco capítulos, lançada no dia 26 pela Autarquia.

O livro “PDM de Setúbal em Revisão”, apresentado de forma pedagógica e interativa, explica os objetivos estratégicos para uma evolução territorial sustentada, a proposta de ordenamento e os grandes projetos para o desenvolvimento do município, abordando, ainda, os estudos realizados e os princípios de gestão preconizados.

A publicação, elaborada numa linguagem acessível a todos, contém mapas temáticos destacáveis, em transparência, que o utilizador pode sobrepor numa base cartográfica do concelho para uma melhor perceção do modelo de estruturação territorial proposto e da respetiva estratégia de desenvolvimento.

A disponibilização deste guia sobre o PDM permite que os cidadãos estejam devidamente informados sobre o concelho em que vivem e que conheçam as opções de ordenamento propostas, motivando-os a participar ativamente na construção de um território mais sustentável.

Apesar das dificuldades em que nos encontramos e de alguns obstáculos que saberemos ultrapassar, a Câmara Municipal de Setúbal continua determinada em servir as populações e contribuir para construir um concelho melhor”, reforçou Maria das Dores Meira.

A cerimónia de inauguração da exposição sobre o desenvolvimento urbanístico de Setúbal, patente na Casa da Baía até 3 de julho, contou ainda com o visionamento de um documento audiovisual alusivo a este trabalho, dinamizado pelos serviços da Câmara Municipal.

Entre 4 de julho e 31 de agosto, a mostra pode ser vista no Quiosque do Conhecimento, equipamento instalado no Parque Urbano de Albarquel que já acolheu outras mostras temáticas sobre áreas de intervenção municipal.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign