20 de Outubro de 2017
18º
max. 21º
min. 18º
notícias
iniciativas em destaque
fado 25 de Fevereiro de 2013
Concurso distingue fadista do Seixal

Diana Soares foi a grande vencedora do “V Concurso de Fado Amador de Setúbal”, cuja final se realizou no dia 23, na Capricho Setubalense, numa noite em que Pedro Calado arrecadou o Prémio Especial do Público.

“É a minha neta!”, soltou, em alta voz, o avô orgulhoso ao ouvir o nome da jovem fadista, de 25 anos, proveniente do Alto do Moinho, Corroios, Seixal, como triunfante na prova organizada pela Câmara Municipal de Setúbal e pela Sociedade Musical Capricho Setubalense.

Na segunda vez que participou num concurso de fado, vencendo, igualmente, uma prova em Almada, em junho do ano passado, Diana Soares confessou que “nunca é fácil pisar um palco”, frisando que é “sempre uma grande responsabilidade atuar perante o público”.

A participação no “V Concurso de Fado Amador de Setúbal”, sublinha a jovem fadista, “é sempre uma mais-valia e uma forma de ganhar notoriedade”, reforçando que este tipo de prova constitui uma “excelente oportunidade de conviver e aprender com outras pessoas com mais experiência”.

A qualidade do júri do “V Concurso de Fado Amador de Setúbal”, constituído pelo maestro Nuno Batalha, em representação da Câmara Municipal, pelo pianista Afonso Malão, pela Capricho Setubalense, e pela fadista Ada de Castro, como convidada, não abalou a confiança da jovem fadista, que preferiu encarar o desafio.

“Sou muito crítica de mim própria. Encarei este desafio como mais uma oportunidade de evolução”, adiantando que “ser avaliada por uma grande senhora do fado [Ada de Castro] simplesmente aumentou a fasquia para fazer melhor aquilo que mais gosto”, vincou a vencedora, que interpretou os temas “Rosa Caída” e “Cativeiro”.

A voz de Diana Soares volta a ouvir-se a 24 de maio, numa grande noite de fado a realizar no Fórum Municipal Luísa Todi, espetáculo que reúne em palco todos os vencedores do concurso de fado amador de Setúbal, incluindo a vencedora do concurso infanto-juvenil realizado no ano passado, Catarina Ferreira.

O vencedor do Prémio Especial do Público, o eborense Pedro Calado, alcançou ainda o segundo lugar na prova setubalense. Agradecendo “o carinho do público e a oportunidade de mostrar os dotes”, o artista amador de 37 anos não deixou de vincar a importância desta iniciativa para a “descoberta de novos talentos”.

Em terceiro lugar do concurso, cuja final lotou por completo a Capricho Setubalense, ficou Sofia Ferreira, de 17 anos, proveniente de Fazendas de Almeirim, Almeirim.

Tanto Diana Soares como Pedro Calado, vencedores dos dois prémios em disputa, vão atuar no grande palco da Feira de Sant’Iago, um dos principais certames do Sul do País, no verão.

Diana Soares tem ainda direito a um fim de semana para duas pessoas, numa oferta do Hotel do Sado, instituição que apoiou esta edição, a par da Rádio Amália, da Junta de Freguesia de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra e da Gasvari.

“O concurso cumpre, pelo quinto ano consecutivo, a nobre função de promover novos talentos musicais e divulgar o fado, património imaterial da humanidade reconhecido pela Unesco”, frisou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira.

A autarca realizou um “balanço extremamente positivo da iniciativa”, enaltecendo a “maior participação de candidatos nesta edição, e de vários pontos do País, e o muito público na Capricho Setubalense”, factos que “atestam a consolidação desta iniciativa municipal” realizada desde 2009.

“Setúbal é terra de música e de fadistas”, reforçou Maria das Dores Meira, enaltecendo “a qualidade do júri do concurso e dos músicos” que acompanharam os fadistas amadores, nomeadamente Custódio Magalhães, na guitarra portuguesa, Vítor Pereira, na viola de fado, e Albano Almeida, na viola baixo.

Já o presidente do júri, Nuno Batalha, afirmou que o “V Concurso de Fado Amador de Setúbal” proporcionou “três noites que em muito se dignificou a música portuguesa, em particular o fado, em momentos de partilha desta arte com o público”.

O salão da Capricho Setubalense, espaço que foi adaptado e decorado ao estilo castiço de uma casa de fados, com o serão a incluir um jantar típico, foi palco de inúmeras surpresas ao longo da noite.

Ada de Castro, do júri, foi homenageada pela Câmara Municipal de Setúbal e retribuiu o gesto com uma atuação ao vivo, interpretando “O Cigano” e “Gosto de tudo o que é teu”. Contanto histórias e momentos de uma carreira repleta de sucessos, a fadista deixou um conselho para quem agora está a começar: “É preciso lutar.”

A noite reservou ainda uma atuação de Nuno Mega, com o vencedor da primeira edição do Concurso de Fado Amador de Setúbal a voltar a pisar o palco da Sociedade Musical Capricho Setubalense, e de Ramiro Costa, que ganhou em 2012.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign