19 de Novembro de 2017
10º
max. 21º
min. 5º
notícias
iniciativas em destaque
literatura 13 de Novembro de 2017
Consciência de situação em análise

Os motivos que terão levado as pessoas a atirarem-se das torres gémeas, em Nova Iorque, durante os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, estiveram em análise na noite de dia 10, num encontro com o historiador António Araújo.

Nesta primeira de duas sessões do ciclo Muito Cá de Casa dedicadas à História Contemporânea, na Casa da Cultura, António Araújo apresentou o livro “Consciência de Situação, um ensaio sobre The Falling Man”, relacionado com os ataques terroristas no “coração” dos Estados Unidos da América.

O ensaio foi o mote para uma conversa moderada por José Teófilo Duarte em que participaram igualmente João Paulo Cotrim, editor da Abysmo, e de Bruno Portela, fotojornalista que abordou o trabalho de Richard Drew, autor de fotos icónicas sobre o salto para a morte.

Numa análise sobre a consciência de situação e sobre os vários ângulos do que levou seres humanos a atirarem-se dos andares superiores, António Araújo conclui que, apesar de muitos saberem que a queda os iria matar, a maioria das pessoas atirou-se apenas com o objetivo de fugir de uma situação insuportável, sem pensar onde tal decisão os levaria.

No dia 24 há nova sessão dedicada à História Contemporânea, na Casa da Cultura, às 22h00, com a presença de Irene Pimentel fala do seu mais recente livro, “O Caso da PIDE/DGS. Foram julgados os principais agentes da ditadura portuguesa?”.

A historiadora analisa os últimos dias da polícia política do fascismo e o processo de justiça relativa aos seus elementos, bem como revela estatísticas que dão a conhecer o número de agentes e informadores detidos após a extinção da PIDE.

O ciclo de encontros literários Muito Cá de Casa é desenvolvido pela Câmara Municipal de Setúbal em parceria com o atelier DDLX, com diversos apoios.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign