25 de Abril de 2018
15º
max. 22º
min. 12º
notícias
iniciativas em destaque
abril 16 de Abril de 2018
Contreiras explica Grândola

As memórias do 25 de Abril de 1974 e os motivos que levaram à escolha da senha “Grândola, Vila Morena” serviram de mote para um encontro com Almada Contreiras realizado no dia 13, na Casa da Cultura.

Almada Contreiras, na altura capitão-tenente da Marinha, lembrou os momentos conturbados das horas da revolução, como a ocupação das instalações da PIDE, e lembrou como escolheu a senha decisiva que iniciou a saída dos militares, na noite de 24 para 25 de abril, em 1974.

No encontro, do ciclo Muito Cá de Casa, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal em parceria com o atelier DDLX, neste caso integrado ainda nas Comemorações do 44.º Aniversário do 25 de Abril, o convidado explicou que o objetivo era que a senha fosse uma música, por ser uma forma de juntar as pessoas.

A primeira escolha foi outra canção de Zeca Afonso, “Venham mais Cinco”, mas como esta se encontrava censurada pelo regime, Almada Contreiras sugeriu “Grândola, Vila Morena”, que acabou por passar na rádio para dar início à revolução.

O encontro, moderado por José Teófilo Duarte e com a participação da historiadora Luísa Tiago de Oliveira, contou com a presença, entre o público, de militares de Abril, que partilharam memórias, e de Zélia Afonso, viúva de Zeca Afonso.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign