20 de Novembro de 2017
max. 21º
min. 5º
notícias
iniciativas em destaque
requalificação 30 de Outubro de 2017
Convento prossegue requalificação

Mais espaços de usufruto do público ficam disponíveis no Convento de Jesus graças a uma nova fase de requalificação no monumento nacional, obra da Câmara Municipal de Setúbal, iniciada no final de outubro, num investimento superior a 1,5 milhões de euros.

A intervenção, com conclusão prevista para o final de 2018, centra ações em dois volumes de trabalho distintos. Um é dedicado ao Convento de Jesus, com beneficiações nas alas Este e Norte e nos Claustros, enquanto o outro diz respeito à Igreja de Jesus e ao Coro Alto.

A operação “Reabilitação do Convento de Jesus – Ala Este e Ala Norte, Claustros, Igreja e Coro Alto”, orçada em 1.503.768,70 euros, conta com financiamento comunitário de 50 por cento do montante resultante de uma candidatura da autarquia ao Lisb@a 2020 – Programa Operacional Regional de Lisboa, no âmbito do Portugal 2020.

A intervenção, que obriga a encerrar temporariamente o monumento ao público, abrange a preservação do património classificado e a conservação e o restauro do património integrado e de elementos arquitetónicos que caracterizam o Museu de Setúbal – Convento de Jesus, concretamente as alas Este e Norte e os Claustros.

As obras nestes locais consistem na execução das diferentes especialidades que integram o procedimento, nomeadamente arquitetura, estrutura, instalações mecânicas e redes de drenagem de águas pluviais e residuais e de abastecimento de água.

A empreitada adjudicada inclui ainda instalações elétricas, de telecomunicações, de segurança contra incêndios e de alarme contra intrusão e redes de vigilância por circuito fechado de televisão e de gestão técnica centralizada, conservação e restauro e arqueologia.

Nesta nova fase do programa de beneficiação do monumento nacional, a Câmara Municipal de Setúbal pretende ainda reconstruir áreas que se encontram bastante degradadas, concretamente a cobertura da cabeceira da Igreja de Jesus, bem como a cobertura do corpo principal do templo e da sala do Coro Alto.

As intervenções visam ainda a reconstrução desta sala, que inclui reedificação do pavimento, reforço estrutural de alguns elementos do espaço, preservação dos tirantes existentes e aplicação de novos e, ainda, conservação e restauro de todo o património integrado e arquitetónico.

Está igualmente prevista a reconstrução integral da torre sineira, devido a razões de segurança, o que obrigou, recentemente, a aplicar um escoramento integral em todo o seu desenvolvimento interior.

O Convento de Jesus, após mais de duas décadas de encerramento por razões de segurança, reabriu parcialmente em junho de 2015, nomeadamente com núcleos expositivos, após obras impulsionadas pela Câmara Municipal de Setúbal, que se substituiu ao Estado com vista a travar a degradação do imóvel do século XV.

A autarquia assumiu as contrapartidas financeiras que deveriam ser suportadas pelo Estado, proprietário deste monumento nacional, para proceder a essa reabilitação parcial do edifício, num investimento da ordem dos 3,6 milhões de euros que contou com comparticipação de fundos comunitários com uma taxa de 65 por cento.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign