18 de Outubro de 2017
16º
max. 20º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
escola 09 de Novembro de 2016
Escolas com livro sobre Bocage

A Câmara Municipal de Setúbal terminou no dia 9 uma ronda de visitas pelas escolas básicas de primeiro ciclo do concelho, nas quais entregou perto de 1300 exemplares do livro “À Descoberta de... Bocage” a alunos e professores do 4.º ano de escolaridade.

“Sabem quem é este senhor?”, pergunta a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira, enquanto aponta para a figura na capa do livro editado pela Câmara Municipal, com apoio da Edicare Editora.

Na plateia, reunida na biblioteca da EB do Casal das Figueiras, estão os alunos das três turmas de 4.º ano, que, apesar de “muito bem comportados”, como realça a autarca, manifestam o entusiasmo normal e a curiosidade de quem está a viver um dia diferente na escola.

Todos sabem responder à pergunta e “Bocage” sai das bocas, em uníssono. “Há quantos anos nasceu?” A resposta é unânime também. “Há 250 anos.” Mas aí a presidente da Câmara corrige. “Há 251, porque os 250 comemorámos em 2015.”

Nas últimas duas semanas, o Executivo municipal percorreu todas as escolas básicas de 1.º ciclo do concelho com o objetivo de distribuir aos alunos do 4.º ano de escolaridade, bem como aos professores e às bibliotecas dos estabelecimentos de ensino, o livro “À Descoberta de… Bocage”

Com texto de Joana Mendes e ilustração e design de Joana Jesus, da Edicare Editora, a edição do livro, pela autarquia, insere-se nas Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage.

“No final de um ano de comemorações, recheado de iniciativas, decidimos que as nossas crianças têm de perpetuar a memória de um homem que foi um dos grandes poetas do século XVIII. Assim, surgiu o livro que oferecemos a todas as crianças que estão a terminar o 1.º ciclo para que fiquem com uma recordação desta figura importante da cidade e do país”, explica Maria das Dores Meira, acompanhada na visita pelo vereador com o pelouro da Educação, Pedro Pina.

A reação nas escolas tem sido “positivo” e a presidente da Câmara Municipal confessa estar “muito satisfeita” por desta forma “contribuir para que os setubalenses continuem a perpetuar a memória de Bocage”.

O encontro que os autarcas tiveram na manhã de dia 9 com os alunos na biblioteca da EB do Casal das Figueiras para apresentar a iniciativa foi semelhante ao que aconteceu em todas as outras escolas nas quais o livro foi distribuído, com os alunos a mostrarem conhecimento sobre o poeta sadino.

“Todas estas crianças sabem quem é Bocage, até porque participaram na edição do ano passado da Festa da Ilustração em que foram desafiadas a desenhar o poeta. Assim que mostro o livro, dizem logo quem é, com grande alegria e euforia, e até sabem quantos anos ele teria se fosse vivo”, assinala Maria das Dores Meira.

Cabe ao vereador da Educação revelar em que consiste o livro e o que as crianças aprendem com ele.

“É um livro para se divertirem, ao mesmo tempo que conhecem um pouco melhor Bocage e aprendem curiosidades acerca da sua vida e obra. Além de textos, têm atividades, como um jogo da glória cujo dado é construído a partir de um destacável na última página do livro.”

Pedro Pina explica às crianças que a Câmara Municipal está a pensar no futuro da cidade e daqueles que podem continuar a falar da sua identidade. “É importante que uma cidade tenha orgulho nos seus mestres, pessoas que são referência nas suas áreas. Digam-me o nome de outra pessoa na qual vocês têm orgulho que seja da cidade”. A resposta é imediata: “Luísa Todi!”.

Além da distribuição do livro, a Câmara Municipal de Setúbal, ao mesmo tempo que conviveu com professores, pessoal não docente e alunos, aproveitou a oportunidade para fazer um levantamento de necessidades.

No entanto, Maria das Dores Meira sublinha a eficácia do protocolo de descentralização de competências com as juntas de freguesia que “estão ainda mais próximas das escolas do que a Câmara Municipal, o que resulta numa maior rapidez na resolução de problemas”.

A edil lembra a “política de grande proximidade e de grande investimento na área da educação” desenvolvida pela autarquia nos últimos anos e garante que “os objetivos estão a ser cumpridos”, enquanto há novos projetos na calha.

“Estamos a preparar uma candidatura a financiamentos do Portugal 2020 para resolver, finalmente, o problema das coberturas das escolas que ainda são em fibrocimento, bem como alargar cozinhas e casas de banho. Quando essas obras estiverem concretizadas, ficamos com tudo a 100 por cento em relação ao que faltava resolver.”

A presidente da Câmara Municipal garante ainda que se forem abertas candidaturas que o permita, a autarquia apresentará um projeto para construir mais uma escola para que “todas as crianças das escolas do concelho fiquem no regime normal”.

ferramentas
notícias relacionadas
mais recentes
+ lidas
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign