11 de Dezembro de 2017
10º
max. 16º
min. 7º
notícias
iniciativas em destaque
feira 23 de Julho de 2012
Feira de Sant'Iago atrai visitantes

Perto de 55 mil pessoas passaram pela Feira de Sant’Iago no primeiro fim de semana do certame, a decorrer nas Manteigadas até 5 de agosto, com música, tasquinhas e divertimentos para todas as idades, dedicado ao Mercado do Livramento.

A homenagem ao principal espaço de comércio tradicional de Setúbal, com 136 anos de história e tradições, centra atenções no pavilhão temático, junto da entrada principal do recinto da feira, decorado com uma réplica da fachada principal do mercado.

“Decidimos dedicar a Feira ao Mercado do Livramento, um dos mais importantes símbolos da nossa cidade e espaço de trocas comerciais e afetivas, espaço de convívio e montra dos nossos melhores produtos”, salientou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, no dia 21, na abertura oficial do certame.

Vendedores de outros tempos, a apregoar os mais frescos produtos, convidaram os visitantes a entrar e conhecer o pavilhão temático, numa animação pelo TAS – Teatro Animação de Setúbal, que recordou um pouco da história comercial da cidade.

A venda ambulante às portas de habitações privadas, o espaço de venda do Largo da Ribeira Velha e a criação do Mercado do Livramento, na Avenida Luísa Todi, foram focados na encenação, com personagens vestidas com trajes da época retratada.

Os marcos mais significativos do equipamento municipal são retratados numa exposição cronológica, num misto de fotografias antigas e atuais, com curiosidades para o público, utensílios comerciais de outros tempos e um documento audiovisual com testemunhos de diferentes gerações de comerciantes.

“Destacamos o mercado e homenageamos os seus comerciantes, eles que fazem do Livramento aquilo que ele é e sempre será”, frisou Maria das Dores Meira, acompanhada de Ti Helena, ela que, aos 86 anos, é a mais antiga comerciante em atividade no Livramento.

A autarca destacou, igualmente, o importante papel da Feira de Sant’Iago na promoção das “atividades económicas e culturais e do trabalho desenvolvido por instituições e coletividades”.

A zona institucional, instalada numa tenda gigante, também perto da entrada, está este ano mais ampla e serve de passagem para o coração do recinto, onde as tasquinhas, os stands de venda e os divertimentos centram as atenções de miúdos e graúdos. 

As caipirinhas, o moscatel e ginjinha servem de aperitivo para a zona de divertimentos e exposições do certame, igualmente servido de uma feira do livro. A tradicional Bolacha Piedade, as farturas e o algodão doce acompanham o público a caminho da zona de espetáculos, com atuações musicais todos os dias.

Um concerto com Gonçalo Bilé, no sábado, abriu o programa musical da Feira de Sant’Iago e aqueceu o muito público presente para um espetáculo da artista brasileira Vanessa da Mata. No domingo, a noite foi de fados, com diversos artistas locais e a cantora Ana Laíns.

Até 5 de agosto, há espetáculos variados todos os dias no Palco Amarsul, enquanto a Praça do Mundo, dinamizada pelas associações multiculturais e agentes culturais do Concelho, oferece momentos musicais e demonstrações de danças tradicionais.

Para ver, estar e sentir, a Feira de Sant’Iago conta ainda com uma exposição de automóveis antigos.

“A festa é um direito de todos e não apenas dos que podem. Já basta que nos tirem salários e direitos sociais arduamente conquistados, que reduzam, a níveis inaceitáveis, o financiamento de setores em que o papel do Estado é inalienável, como a saúde e a educação”, reforçou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

Maria das Dores Meira, apesar de concordar que “a situação de crise será um fator que influenciará o decorrer do certame”, mantém a confiança nas potencialidades e nos atrativos da Feira de Sant’Iago, rejeitando as críticas de quem defende que “toda a festa popular é um desperdício financeiro”, algo que, sempre em nome da crise, se poderia evitar. “Os que assim pensam estão errados”, frisou.

“Cada vez mais as pessoas vêm a este espaço, um processo que demorou algum tempo a ser assimilado”, salientou Maria das Dores Meira. “Quatrocentos e trinta anos de feira e 136 anos de Mercado do Livramento são um casamento perfeito, em 16 dias de festa para todas as idades e gostos”, reforçou.

A Feira de Sant’Iago 2012 funciona de domingo a quinta-feira entre as 14h00 e a 01h00. Às sextas-feiras e sábados o horário é alargado até às 02h00. Mais informações sobre o certame em www.feira-santiago.org.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign