18 de Dezembro de 2017
10º
max. 12º
min. 2º
notícias
iniciativas em destaque
enologia 23 de Abril de 2015
Festival reúne vinhos ibéricos de topo

A segunda edição do Festival Ibérico do Vinho, mostra com os melhores produtos vinícolas e gastronómicos portugueses e espanhóis, realiza-se entre 30 de abril e 3 de maio, na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal.

A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal em parceria com a Associação da Baía de Setúbal com o objetivo de promover um conjunto de atividades destinadas à participação, envolvimento e troca de experiências dos profissionais do setor, é aberta ao público em geral e de entrada paga com oferta de um copo.

Os bilhetes individuais para o certame, o qual conta com o patrocínio oficial da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, custam 3,5 euros para um dia e 12 para os quatro dias. Há ainda entradas duplas, com direito e dois copos, a 6 euros para um dia e a 20 para os quatro. Até aos 16 anos, a entrada é gratuita.

O festival dispõe de uma feira de exposição e venda constituída por 34 expositores, a maioria de produtores de vinho da Península de Setúbal, de Reguengos de Monsaraz e das cidades espanholas de Cáceres e Almendralejo, mas também dedicados a licores, ostras, queijos, enchidos, doçaria e editoras da especialidade

Ao longo dos quatro dias são desenvolvidas diversas atividades, algumas mediante inscrição prévia e pagamento, como provas de vinhos, sessões de cozinha ao vivo, workshops e apresentações, a par de momentos musicais e de dança, com todos os pormenores disponibilizados na página de internet do evento, em www.fivsetubal.com.

A internacionalização dos produtos vinícolas é um dos principais objetivos traçados para o Festival Ibérico do Vinho, assim como a expansão comercial dos produtores vinícolas de Portugal e Espanha.

Nesta edição é dado especial destaque a Reguengos de Monsaraz, eleita Cidade Europeia do Vinho 2015, e a Cáceres, nomeada também para este ano cidade espanhola da gastronomia.

O recinto abre as portas no dia 30 de abril, às 17h00, com uma inauguração oficial, seguindo-se, às 18h00, um momento musical. Uma hora depois, o chef Vasco Alves inaugura o espaço dedicado à apresentação de cozinha ao vivo, com uma criação de autor. O enólogo Nuno Rodrigues divulga, às 21h00, os vinhos Tripé. O encerramento é às 24h00.

No dia seguinte, 1 de maio, o certame funciona entre as 10h00 e as 24h00, com o enólogo Mário Louro a desenvolver uma prova de vinhos às 10h30. Meia hora mais tarde, decorre mais um momento gastronómico dedicado à cidade espanhola de Cáceres, pelo chef Pedro Galan.

O coral alentejano de Reguengos de Monsaraz atua às 15h00 e traz até à Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal a música reconhecida com património imaterial da humanidade, o cante. Uma hora depois, o chef António Latas dá a conhecer criações de autor.

Os vinhos produzidos em Reguengos de Monsaraz, Cidade Europeia da Cultura, são apresentados às 17h00. Para uma hora depois, está agendada a divulgação do livro “Óbvio”, de três participantes no programa televisivo “MasterChef 2014”, Ana Rita, Daniel e Rita, seguindo-se uma sessão de autógrafos.

A segunda atividade de cozinha dedicada a Cáceres chega às 19h00 pela mão do chef José Manuel Galan. Uma hora depois são promovidos vinhos produzidos na região da Extremadura espanhola. O programa do segundo dia do certame termina com um espetáculo musical, marcado para as 22h00, pela voz da fadista setubalense Deolinda de Jesus.

No dia 2, sábado, a abertura do recinto está agendada para as 14h00, realizando-se, às 16h00, mais uma sessão de cozinha ao vivo, a cargo da chef Rita Neto, vencedora do “Masterchef 2014”.

Às 17h00, há uma mostra vitivinícola da Península de Setúbal, com o enólogo João Palhoça a apresentar vinhos produzidos na Adega Fernão Pó. Trinta minutos depois decorre a segunda sessão do dia de cozinha ao vivo, pela mão do chef Osvaldo Piuza.

María Antónia Fernandez Daza, consultora de vinhos e júri no concurso Decanter World Wine Awards 2015, promove, às 18h00 uma prova de vinhos ibéricos. Às 20h00, o enólogo António Saramago e o chef Nuno Gil apresentam “Harmonização de Sabores – Dueto Moscatel de Setúbal e Pastel D. Filipe”. O dia termina com um espetáculo de dança, às 22h00, pela Escola de Sevilhanas da Sociedade Filarmónica Humanitária, de Palmela.

A 3 de maio, o último dia da segunda edição do Festival Ibérico de Vinho, o recinto abre as portas às 14h00. Uma hora depois, o Grupo de Danças e Cantares do Faralhão anima o espaço e, às 15h30, tem lugar a primeira sessão de cozinha ao vivo do dia, com a chef Cristina Alves.

O enólogo António Saramago divulga, às 16h00, os vinhos produzidos na Casa António Saramago, da Península de Setúbal. Às 17h00, o chef Filipe Blanquet dinamiza uma criação de autor. O certame encerra às 19h30.

O festival conta com a presença de diversos especialistas, entre provadores de vinho e outros profissionais do setor, como Chaim Helfgott, consultor de investimentos vínicos e jornalista, Jolanta Smiciené, jornalista e consultora de vinhos, e Sherry Aow, sommelier e provadora profissional.

Neil Fairlamb, jornalista na área vinícola, provador e conhecedor de vinhos, Mihaly Konkoly, provador oficial e blogger, Jose Ramon, especialista em marketing digital e blogger, Marie Roginska, jornalista freelancer e consultora de revistas e blogs, e Stephen Quinn, coautor de um artigo semanal sobre vinhos e colaborador em diversas publicações, são outras personalidades presentes no evento.

O Festival Ibérico do Vinho tem ainda com as participações de Neville Blech, jornalista, consultor vínico, provador oficial e colaborador em várias revistas, nomeadamente na “Decanter Magazine”, René Van Hoof, editor da “Taste4you”, Mercedes Gonzalez e Lisete Osório, diretoras de programas de rádio sobre vinhos e dinamizadoras de cursos de provas, e Isabel Cuevas, responsável por uma agência exportadora de vinhos e azeite, escritora e conhecedora de vinhos.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign