19 de Outubro de 2017
18º
max. 21º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
reciclagem 05 de Julho de 2016
Garrrbage vende artigos em loja

O Garrrbage, projeto criado no âmbito do programa municipal “Nosso Bairro, Nossa Cidade” que recupera bens inutilizados, com especial incidência em móveis, tem uma nova loja, no Mercado 2 de Abril.

“Será que é mesmo lixo?” é a questão que se pode colocar a quem entra numa das lojas localizadas no piso térreo do Mercado 2 de Abril, cedida gratuitamente pela Câmara Municipal de Setúbal ao Garrrbage (Grupo de Ação pela Recolha, Reabilitação e Reutilização de Bens Aproveitáveis – Gerações Ecologistas), projeto constituído por Domingos Nunes, Luís Teixeira, Lúcia Joaquim, Fernando Bonheira, José Carlos e Helena Freitas.

O cheiro a tinta ainda é intenso. A oferta é variada. Armários, cómodas, bancos, cadeiras, mesas de centro, arcas e aparadores redesenhados a partir de móveis antigos, com defeitos ou partidos e encontrados por aí, são alguns dos artigos disponíveis.

“O que fazemos é um restauro”, esclarece Domingos Nunes, do Garrrbage. “Apanhamos o que supostamente é lixo e reutilizamos a matéria-prima.”

Quando os membros da equipa, constituída apenas por moradores da Bela Vista, tiveram a ideia de recolher artigos deixados junto dos contentores do lixo, guiados pelo espírito do “nada se perde, tudo se transforma”, estavam longe de imaginar que em apenas quatro meses conseguiriam recuperar mais de vinte peças, trabalho realizado numa oficina no interior do Bairro da Bela Vista, numa instalação cedida também pela autarquia.

À loja deslocam-se clientes de Setúbal, mas não só. Através das páginas do Facebook e do OLX, a procura de móveis, com preços a variar os 10 e os 150 euros, tornou-se nacional.

Aberta desde outubro de 2015, a loja do Garrrbage, a funcionar aos sábados, das 09h00 às 13h00, conta ainda com um espaço dedicado ao projeto de costura “Arte Linhas”, que nasceu também do Nosso Bairro, Nossa Cidade.

Apesar de a reabilitação ser feita apenas por aquele grupo de voluntários, que disponibiliza tempo livre para se dedicar a estas atividades, o projeto está aberto a outros moradores da Bela Vista, da Alameda das Palmeiras, do Forte da Bela Vista, da Quinta de Santo António e das Manteigadas, ou seja, às áreas habitacionais abrangidas pelo programa “Nosso Bairro, Nossa Cidade”.

Além de vendidas, as peças do são encaminhadas para quem necessita, em forma de doação, ou trocadas, de modo a compensar quem efetuou o trabalho de reabilitação, mas, sobretudo, para fazer face aos gastos com os materiais utilizados, como pregos, tintas e colas.

O reaproveitamento alcançado pelo Garrrbage, projeto resultante de uma proposta de moradores do Bairro da Bela Vista, feita no II Encontro Nosso Bairro, Nossa Cidade, em novembro de 2014, contribui para a redução da quantidade de lixo que vai para os aterros e sensibiliza a população para a importância da reutilização de alguns artigos.

O programa municipal “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, de que o Garrrbage faz parte, assenta na premissa de que toda a ação deve ser protagonizada pelos próprios moradores, ou seja, geradora da participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, promovendo a autonomia, a responsabilidade e o crescimento coletivo.

Com atividades que vão da recuperação do edificado às mais variadas ações de índole cultural, social e desportiva, o programa, em desenvolvimento desde 2012, engloba os bairros da Bela Vista, Forte da Bela Vista, Alameda das Palmeiras, Quinta de Santo António e Manteigadas.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign