20 de Outubro de 2017
20º
max. 22º
min. 18º
notícias
iniciativas em destaque
exposição 03 de Março de 2017
Gravuras de Vieira da Silva em Setúbal

Uma exposição de gravuras de Vieira da Silva é inaugurada no dia 10, às 18h30, no Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

A mostra, de caráter itinerante, é composta por mais de três dezenas de gravuras, escolhidas da coleção da Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, que mostram um percurso gráfico revelador de um outro percurso, o pictórico, e dão a conhecer a todos os públicos a obra de um dos mais conceituados artistas plásticos portugueses do século XX. 

“A gravura tem um significado próprio no conjunto da obra plástica de Vieira da Silva que não perturba o seu desenvolvimento ou modifica o seu sentido”, refere Marina Bairrão Ruivo, da Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva.

De todas as técnicas, Maria Helena Vieira da Silva preferia o buril, a gravura a preto e branco, pela luz que permite com os contrastes da gama de cinzentos, embora os constrangimentos específicos de outras técnicas, como a litografia e a serigrafia, não tenham condicionado o objetivo criador.

Marina Bairrão Ruivo sublinha que, à semelhança do que fez na pintura, Vieira da Silva “tentou pela gravura descrever o mundo e desvendar a sua complexidade, sugerindo o espaço, o correr do tempo, utilizando metáforas e metamorfoses”.

O conjunto de gravuras em exposição no Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal (MAEDS) “desvenda a tentativa de traduzir a realidade que não corresponde nunca à maneira como nos habituaram a vê-la, de uma forma plasticamente credível”.

A mostra é composta por 33 obras com técnicas desde o buril à água, tinta, serigrafia e litografia, concebidas entre 1960 a 1991, com uma diversidade temática e plástica, de representações mais abstratas a representações figurativas, todas elas resultantes de um similar percurso da artista na pintura.

É ainda possível admirar dois cartazes, elaborados por altura do primeiro aniversário da Revolução dos Cravos, e assistir ao filme “Vieira da Silva – A memória do mundo”, realizado por Alexandre Reina, em 2004.

A exposição, organizada pelo MAEDS e pela Associação de Municípios da Região de Setúbal, com o apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião, pode ser visitada até 31 de maio, de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign