23 de Outubro de 2017
20º
max. 26º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
teatro 30 de Agosto de 2012
Há festa das artes na cidade

A poucos dias do encerramento da XIV Festa do Teatro, organizada pelo Teatro Estúdio Fontenova, o público pode ainda assistir, até dia 1, a vários espetáculos de artes cénicas.

"Os Três Capitães", um processo de recriação da Commedia dell'Arte que a FC Produções Teatrais/Casa da Comédia vem desenvolvendo nas mais recentes produções, é apresentado dia 30, às 22h00, no Parque do Bonfim.

Estes capitães – um português, um alemão e outro espanhol – encontram-se no século XVIII e apresentam-se ao público, competindo pela sua atenção e narrando as suas proezas. Embarcam numa nau que naufraga em alto-mar e são transportados numa misteriosa viagem temporal para a atualidade, desembarcando no Terreiro do Paço durante uma manifestação do 1.º de Maio. São então tomados como os salvadores da pátria, uma nova Troika que vem salvar Portugal.

Enquanto no Bonfim decorre “Os Três Capitães”, no Passo do Olival, na Rua Arronches Junqueiro, canta-se o fado, a partir das 22h00.

A Azar Teatro, de Espanha, apresenta a 31, às 22h30, no Auditório José Afonso, “Spanish Blood”, espetáculo baseado em Carmen de Mérimée, em torno de clichés masculinos, da honra e da tentação.

Toureiros, charutos e sargentos com galões em patins aparecem na performance, pondo em causa os valores tradicionais e patrióticos... Quem usa as calças? E de quem são os chifres? Nada é como parece e os temas são apenas meias verdades.

A partir da meia-noite, o convívio do Festival Internacional de Teatro prossegue no ArtKafe Bar, com “vINHO rASGADO” reunindo João Brás, na interpretação, e os músicos Carlos Curto e Chico Lupi Caetano.

Na última noite do certame, a 1 de setembro, a Peripécia Teatro, companhia de Vila Real, apresenta, às 22h00, na Escola Sebastião da Gama, a peça “1325”.

Esta é a estória de três avós que vivem num espaço habitado por roupa e memórias. São as avós quem nos guiam pelo universo da Mulher e sua relação com a Paz, numa narrativa formada por vários quadros que se centram no ativismo de uma mulher ou conjunto de mulheres. 1325: Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que exorta aos Estados Membros a inclusão das mulheres na construção e manutenção da Paz.

A XIV Festa do Teatro encerra já depois da meia-noite, no Passo do Olival, com mais um encontro entre público e artistas, o “(Re)cantos à Festa”.

Os espetáculos são gratuitos, à exceção de “Os Três Capitães”, no dia 30, e de “1325”, a 1 de setembro. Os bilhetes custam 7 euros, para o público em geral, e 5 euros, para estudantes, menores de 25 anos e maiores de 65.

Para mais informações e reservas deve ser contactado o Teatro Estúdio Fontenova, estrutura financiada pela Câmara Municipal, pelo endereço de internet http://teatrofontenova.blogspot.com, pelo e-mail tef@sapo.pt ou pelos telefones 967 330 188 e 265 233 299.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign