11 de Dezembro de 2017
12º
max. 16º
min. 7º
notícias
iniciativas em destaque
desfile 16 de Junho de 2014
Marchas apresentam-se à cidade

As dez coletividades participantes nas “Marchas Populares de Setúbal 2014” apresentaram-se pela primeira vez no dia 14, à noite, na Avenida Luísa Todi.

A tradicional festa setubalense começou com a madrinha das madrinhas, Susana Almeida, a cantar para os milhares de pessoas presentes ao longo da Avenida Luísa Todi “Setúbal é um Poema”, a Grande Marcha deste ano, com letra de Bruno Frazão e música de Artur Jordão.

O desfile da noite de dia 14 começou com uma participação especial. Inspirados no tema “Setúbal Terra de Praias”, a marcha da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental trouxe à avenida marchantes trajados com a típica indumentária marítima às riscas azuis e brancas.

Entre a mais de meia centena de marchantes, apadrinhados por Miguel Assis e Maria Luna, a intérprete da marcha, havia longos panos pintados a azul suave a simular a ondulação que abraça as praias, marinheiras sentadas em toalhas e marinheiros que agitavam boias coloridas e personalizadas para o evento.

De seguida, a marcha infantil do Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, igualmente extraconcurso, trouxe à avenida “25 anos de Tradição no meu Bairro”, com os pequenos marchantes, vestidos a azul e branco, com bolas coloridas, a desfilar com arcos que ostentavam elementos do típico bairro setubalense.

Em conjunto, as associações de moradores do Bairro da Anunciada e do Casal das Figueiras apresentaram uma marcha infantil, com o tema “Laranjinhas de Setúbal”. Arcos em forma de casas tradicionais, engalanados com laranjas, recordaram que este fruto é um dos símbolos da cidade.

Depois do desfile dos três participantes extraconcurso do certame organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, com o patrocínio da SGS Car e os apoios da Europrol e da Aplaudir, a noite popular continuou com a apresentação ao público das dez marchas participantes nesta edição.

O “Ervilha”, figura típica setubalense que apregoava, de forma ímpar, os produtos que vendia, foi evocado pela ACTAS – Academia Cultural de Teatro e Artes de Setúbal. “Já sabem que eu estou aqui?”, um dos pregões mais conhecidos, deu tema à primeira marcha a concurso a desfilar na Avenida Luísa Todi.

Corações vermelhos a palpitar marcaram a marcha do Centro Cultural e Desportivo de Brejos de Azeitão. Com “A Magia do Amor nas Marchas Populares”, os marchantes passaram a mensagem de que o tradicional certame também é feito de magia, no qual vários casais já encontraram o amor.

As vivências e as histórias bairristas impulsionaram a marcha do Grupo Desportivo Setubalense “Os 13”, que prestou uma homenagem à evolução da própria marcha, a par do antigo Bairro da Trindade, que defendem, desde sempre ligado às festas e romarias da cidade. “No meu bairro tão velhinho… foi a nossa inspiração” foi o tema escolhido.

Entre a típica calçada portuguesa e canteiros florais, a marcha do Núcleo Bicross de Setúbal recordou “Pedaços de um passado, uma História, uma lição”. As mulheres desfilaram embelezadas por flores enquanto os homens prestaram uma homenagem aos antigos funcionários de limpeza urbana da cidade.

As participações nas Marchas Populares em 25 anos da Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense foram revividas no desfile deste ano. Cada um dos arcos, dedicado a uma participação, relembrou as temáticas escolhidas ao longo dos anos em “A Marcha da Perpétua na Espiral do Tempo 1989 – 2014”.

O património da “serra-mãe” foi defendido pelo Grupo Desportivo Independente. Com “Arrábida de Setúbal e do Mundo inteiro”, a coletividade vincou as maravilhas naturais da cordilheira e surpreendeu o público ao apresentar um estandarte de grandes dimensões, com antigos monges que habitaram o Convento da Arrábida.

“Painéis do Livramento. No restauro de um azulejo mora todo um só desejo” foi a temática da União Desportiva e Recreativa das Pontes, que destacou nesta edição das Marchas Populares o trabalho de recuperação do património azulejar do Mercado do Livramento, da autoria de Pedro Jorge Pinto.

Os costumes, as tarefas e os trabalhos de outros tempos inspiraram a Cooperativa de Habitação e Construção Económica “Bem-Vinda a Liberdade” a apresentar “A minha aldeia, o meu bairro, a minha rua”, numa marcha em tons de azul e cor-de-rosa que contou com mais de quatro dezenas de marchantes.

O mais bonito romance da história monárquica de Portugal, entre D. Pedro e Inês de Castro, inspirou a Diabo no Corpo – Associação Cultural, que apresentou “O Amor em Azeitão é Tradição”. Na marcha, vestida a vermelho, preto e branco, corações engalanaram arcos com símbolos da antiga coroa portuguesa.

Antes de Susana Almeida voltar a entoar a Grande Marcha de Setúbal, madrinha das madrinhas, que ostentava um vestido inscrito com os emblemas de todas as coletividades, tempo para o desfile do Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, vencedor da edição 2013.

Amores e namoricos, personificados por um Zé pintor e uma Rosa florista, inspiraram a última marcha a pisar a Avenida Luísa Todi na noite de dia 14. Entre flores e paletas, a coletividade marchou com “Bairro Santos, tela de pintores e floristas”, vestida, essencialmente, a laranja e verde.

As dez coletividades a concurso nas Marchas Populares de Setúbal 2014 voltam a desfilar, desta vez em ritmo de competição, no próximo fim de semana, nos dias 20 e 21, sempre a partir das 22h00, na Praça de Touros Carlos Relvas. As entradas para o certame custam 2,5 euros.

No dia 20 competem a ACTAS – Academia Cultural de Teatro e Artes de Setúbal, o Centro Cultural e Desportivo de Brejos de Azeitão, o Grupo Desportivo “Os 13”, o Núcleo Bicross de Setúbal e a Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, às quais se juntam as marchas das APPACDM e a marcha infantil do Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau.

Já o Grupo Desportivo Independente, a União Desportiva e Recreativa das Pontes, a Cooperativa de Habitação e Construção Económica “Bem-Vinda a Liberdade”, a Diabo no Corpo – Associação Cultural e o Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau desfilam a 21, numa noite que conta com a participação da marcha infantil das associações de moradores do Bairro da Anunciada e do Casal das Figueiras.

Os resultados das Marchas Populares de Setúbal 2014 são divulgados posteriormente na página da internet da Câmara Municipal de Setúbal.

O júri é composto por Maria José Valério, presidente, Carlos Matos (cenografia), Iolanda Rodrigues (coreografia), Maria do Céu Campos (figurino), João Reis Ribeiro (letra) e Helena Mendes (música).

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign