17 de Dezembro de 2017
max. 15º
min. 2º
notícias
iniciativas em destaque
música 19 de Setembro de 2014
Metropolitana regressa a Setúbal

A Orquestra Metropolitana de Lisboa regressa ao Fórum Municipal Luísa Todi, para apresentar um concerto comemorativo do Dia Mundial da Música, 1 de outubro.

O maestro Pedro Amaral dirige a atuação, com início agendado para as 21h30.

A Metropolitana de Lisboa apresenta a Sinfonia n.º 2, Op. 12, de Richard Strauss, e a Sinfonia n.º 4, Op. 36, de Tchaikovsky.

A primeira obra do concerto, de Richard Strauss, constitui uma oportunidade pouco frequente de ser apreciada numa sala portuguesa, tratando-se de uma peça que assinala um ponto de viragem na carreira do compositor alemão, inspirada em sonoridades de Schumann e Brahms.

A segunda, de Tchaikovsky, é uma obra de cunho mais pessoal, inclusivamente, como o próprio compositor russo o admitiu, de pendor autobiográfico, apresentando-se como uma reflexão sobre o conceito de destino, tema que vira ser abordado na Quinta Sinfonia de Beethoven.

Os bilhetes para o concerto da Orquestra Metropolitana de Lisboa, que, além do Dia Mundial da Música, assinala igualmente o desaparecimento da cantora lírica setubalense Luísa Todi, custam 12 euros e encontram-se à venda no Fórum Municipal e em www.bilheteiraonline.pt.

Assinatura de protocolo

Antes do início do concerto, às 21h15, a Câmara Municipal de Setúbal assina um protocolo com a Associação Música - Educação e Cultura, cujo principal projeto é a Orquestra Metropolitana de Lisboa.

O acordo de adesão à AMEC | Metropolitana, vinculativo para 2015, que implica uma contribuição financeira anual da Autarquia de 25 mil euros, assegura a realização em Setúbal de três concertos da Orquestra Metropolitana de Lisboa, cinco atuações da Orquestra Académica Metropolitana, uma récita do Atelier de Ópera da Metropolitana e outras iniciativas de animação sociocultural a combinar entre as partes.

O protocolo com a AMEC | Metropolitana, instituição criada em 1992 para incrementar a promoção musical e cultural em Portugal e no estrangeiro, traduz-se no reforço da qualidade da programação de espetáculos em Setúbal, em particular no Fórum Municipal Luísa Todi.

O trabalho da associação, sem fins lucrativos, está especialmente orientado para o desenvolvimento do ensino musical de alto nível, em particular para a formação de instrumentistas de orquestra profissionais e de maestros, designadamente através da criação da Orquestra Metropolitana de Lisboa e de vários grupos de música de câmara, bem como de estabelecimentos de ensino da música.

A assinatura do protocolo é feita pela presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, e pelo diretor executivo da AMEC, Mega Ferreira.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign