23 de Outubro de 2017
13º
max. 21º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
ciclismo 07 de Agosto de 2017
Milhares vibram na festa da Volta

Milhares de pessoas juntaram-se, no dia 5, à festa da 79.ª Volta a Portugal em Bicicleta Santander Totta, com a primeira etapa em linha da emblemática prova do ciclismo nacional a cruzar a meta pelo segundo ano consecutivo em Setúbal.

A Avenida Luísa Todi, em particular na zona do Largo José Afonso, na qual estava instalada a meta, encheu-se de gente para receber, apoiar e participar na festa de consagração dos ciclistas que completaram os 203 quilómetros que uniram Vila Franca de Xira a Setúbal, com passagens por Azeitão e também pela Serra da Arrábida.

O espanhol Raúl Alarcón, da equipa portuguesa W52 - Futebol Clube do Porto, venceu em 4h55m57s, na chegada a Setúbal, isolado, a primeira etapa em linha da competição maior do ciclismo nacional, prova que começou na sexta-feira, em Lisboa, com um prólogo conquistado pelo francês Damien Gaudin, da Armée de Terre.

Em Setúbal, Raúl Alarcón ganhou a camisola amarela da 79.ª Volta a Portugal Santander Totta, depois de uma estratégia executada em pleno, com o espanhol a atacar na descida da Serra da Arrábida e a rolar os últimos dez quilómetros do percurso completamente isolado dos principais opositores.

“Foi uma boa corrida. Na parte final, a Efapel atacou e a equipa [W52 - Futebol clube do Porto] conseguiu contra-atacar e ganhar em Setúbal. Sabíamos que tínhamos de estar atentos na parte final e assim aconteceu. Foi uma descida rápida e sofri”, afirmou o ciclista vencedor da etapa de Setúbal.

Em segundo terminou outro ciclista da W52 - Futebol Clube do Porto, o português Amaro Antunes, com mais 11 segundos do que companheiro, enquanto o espanhol David de La Fuente, do Louletano – Hospital de Loulé, ficou no terceiro lugar do pódio.

Na festa de Setúbal, cidade que acolheu a Volta a Portugal em Bicicleta pelo segundo ano consecutivo, além da Camisola Amarela Santander Totta, o espanhol Raúl Alarcón conquistou a Camisola Verde Rubis Gás, símbolo da classificação por pontos.

Ao pódio subiu também o ciclista César Fonte, da LA Alumínios Metalusa-Blackjack, o melhor na subida da Serra da Arrábida, o que lhe valeu a conquista da Camisola Azul Liberty Seguros, de líder da montanha, enquanto Oscar Rodriguez, da Euskadi, arrebatou a Camisola Branca RTP, para o melhor jovem em competição.

Para a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, mais do que orgulho por voltar a receber a emblemática prova do ciclismo nacional, este foi um dia de sentimentos fortes, “uma emoção que se viu e sentiu nas ruas, não só de Setúbal, mas também de Azeitão e por vários locais de passagem dos ciclistas”.

No Largo José Afonso, epicentro da festa da primeira etapa em linha da 79.ª Volta a Portugal em Bicicleta Santander Totta, não faltaram motivos de interesse e animação para setubalenses e visitantes, como foi exemplo a Feira da Volta, espaço dos patrocinadores do evento com várias atividades para o público.

Nas várias dezenas de stands disponíveis houve filas para ficar com os vários brindes disponíveis, como t-shirts e bonés, a par de almofadas e brinquedos insufláveis, mas também para experimentar algumas das atividades disponíveis, como um circuito em bicicleta para os mais novos.

As atenções estiveram também centradas em ecrãs de grandes dimensões que permitiu ao público acompanhar em direto o decorrer da prova e ver a chegada dos ciclistas à principal avenida setubalense, com a zona da meta a acolher várias demonstrações desportivas que animaram a multidão.

No período da manhã e também à tarde, o Auditório José Afonso recebeu o Há Volta, programa de entretenimento da RTP1 que despertou a curiosidade de muitos populares que por ali passaram e aproveitaram a oportunidade para participar no programa televisivo apresentado por Joana Teles, Hélder Reis e Catarina Camacho.

Poucos minutos depois das 17h00 os níveis de emoção aumentaram, com a aproximação dos ciclistas a Setúbal. A prova estava na Arrábida e o público em êxtase, não só pela competição, mas sobretudo pelas imagens idílicas da serra e do rio Sado que eram partilhadas com o público.

A Avenida Luísa Todi fez-se ouvir, bem alto, à entrada do fugitivo do pelotão na principal via de Setúbal e recebeu o vencedor Raúl Alarcón depois de 203 quilómetros de estrada, com três prémios de montanha, um de quarta categoria, em Santarém, e dois de terceira, já em Setúbal, no Alto das Necessidades e no Alto da Arrábida.

Maria das Dores Meira vincou que “é uma alegria ver a cidade em festa, a sair às ruas e a vibrar com esta emblemática prova do ciclismo nacional”. Acrescentou que esta é uma competição que “ajuda a impulsionar o dinamismo do concelho e da região, e que leva o nome de Setúbal além-fronteiras”.

Para a autarca, a Volta a Portugal em Bicicleta “é um grande evento desportivo que o município voltou a conseguir atrair e que regressou, no ano passado, no âmbito do programa de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, depois de mais quatro décadas de ausência”.

A 79.ª Volta a Portugal em Bicicleta Santander Totta, organizada pela Podium Events, decorre até 15 de agosto, num percurso com um total de 1626,7 quilómetros, numa edição que assinala os 90 anos da competição nacional.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign