18 de Outubro de 2017
16º
max. 18º
min. 15º
notícias
iniciativas em destaque
comércio 24 de Abril de 2013
Modernização concluída no mercado

A melhoria da atratividade e das condições operacionais do Mercado do Livramento foi destacada pela presidente da Câmara Municipal de Setúbal na cerimónia que assinalou a conclusão das obras de modernização do equipamento, realizada na manhã de dia 24.

“O que hoje aqui temos é um espaço em que a modernidade convive harmoniosamente com a tradição de um mercado fundado em 1876”, sublinhou a autarca, destacando as novas valências criadas naquele espaço comercial, alvo de profundas intervenções de beneficiação que cimentaram o “Livramento como um espaço de referência nacional”.

A nova zona técnica, criada a partir da ampliação do edifício, a sul, é uma das principais novidades introduzidas no Mercado do Livramento, ação que permitiu reforçar e melhorar as condições operacionais e logísticas.

Este espaço, de complemento da atividade regular do equipamento comercial, é composto por um amplo cais de cargas e descargas, um refeitório, uma portaria, instalações sanitárias e um conjunto de serviços para o tratamento de resíduos sólidos urbanos.

“Com o cais é possível realizar as operações de carga e descarga de artigos no interior do edifício, medida que constitui um forte contributo para reduzir os problemas de trânsito verificados nas imediações do mercado”, assinalou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

A centralização, no interior do Mercado do Livramento, de todo o sistema de deposição e tratamento de detritos é uma das principais medidas alcançadas com a entrada em funcionamento da zona técnica, na qual estão localizados contentores, um compactador de lixo e uma área para recolha de resíduos alimentares.

“A gestão dos lixos e resíduos passa a ser feita de forma integrada, não havendo razões para que o lixo se encontre fora dos locais adequados”, frisou Maria das Dores Meira, apelando a todos os intervenientes na operação laboral do mercado para que cumpram as regras de higiene e limpeza, sobretudo na envolvência do imóvel.

Além de uma área destinada aos serviços de fiscalização e veterinário, a nova zona técnica dispõe ainda de espaços para câmaras frigoríficas, a instalar em breve, medida que permite o fornecimento de gelo e visa melhorar as condições de armazenamento e refrigeração de vários artigos, como peixe e hortofrutícolas.

O Mercado do Livramento foi ainda apetrechado com um gerador que assegura a iluminação no edifício e o funcionamento das bombas de esgoto em caso de falha de energia elétrica.

O piso superior do Mercado do Livramento, outra das zonas na qual se centraram os trabalhos da última fase de intervenções do equipamento, está totalmente remodelado, com um conjunto de novos equipamentos e serviços, como elevadores, balneários, lojas de comércio e espaços para novas iniciativas empresariais.

A adaptação da zona de galerias permitiu criar o Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, com vinte gabinetes, uma área preparada para a instalação de uma cafetaria, salas de formação e de reuniões, um auditório e espaços onde passam a funcionar os gabinetes municipais de Apoio ao Empresário e do Consumidor.

“Este é o resultado da visão estratégica da Autarquia para a criação de mais desenvolvimento, mais riqueza, mais trabalho para a população, uma aposta para que possamos ultrapassar mais depressa esta tenebrosa crise para onde fomos arrastados e onde nos querem afundar ainda mais”, vincou Maria das Dores Meira.

A reposição do valioso património azulejar existente no mercado foi destacada pela autarca, operação concretizada com o apoio mecenático da Fundação Buehler-Brockhaus. “Ali está ele, de novo a alegrar este mercado, de novo a fazer com que o Livramento seja um mercado único, seja a praça de Setúbal que sempre foi.”

A cerimónia de inauguração do Mercado do Livramento incluiu uma homenagem aos trabalhadores falecidos num acidente verificado durante as obras de requalificação do imóvel, a 7 de fevereiro de 2012. Após o descerramento de uma placa, colocada na parede sul, houve um minuto de silêncio em memória das vítimas.

A requalificação do Mercado do Livramento incluiu também a remodelação dos espaços exteriores, já concretizados na Rua Oriental do Mercado, com um conjunto de intervenções de requalificação que envolveu a colocação de bancos e árvores, o reforço da iluminação pública e a criação de novas áreas pedonais.

Nas próximas semanas a Câmara Municipal de Setúbal vai avançar com a requalificação da Rua Ocidental do Mercado, ações que incluem o arranjo de passeios, a substituição dos sistemas de saneamento e a repavimentação da totalidade da via.

Maria das Dores Meira anunciou ainda a intenção de adquirir um lote de terreno a sul, anexo à nova zona técnica, para a construção de uma área de estacionamento para utilização pública, destinado, em particular, aos clientes do Mercado do Livramento.

A empreitada “Requalificação e Modernização do Mercado do Livramento”, do PIVZRS – Programa Integrado de Valorização da Zona Ribeirinha de Setúbal, constitui um investimento global de 4 milhões, 291 mil e 246,84 euros, montante comparticipado por fundos comunitários, com uma taxa de 65 por cento, através do PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, no âmbito do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional.

As obras de beneficiação geral do Mercado do Livramento incluíram a criação de novas infraestruturas de águas, gás, esgotos e eletricidade, a substituição da cobertura por painéis metálicos, mantendo-se a estrutura original, a execução de trabalhos de recuperação de revestimentos de paredes, tetos e pavimentos, e a reparação e vãos e fachadas.

Foram ainda construídas novas bancadas em alvenaria e mármore, “uma exigência dos comerciantes que ajuda a preservar a tradição da praça de Setúbal e a criar a diferença que se impõe e tanto agrada aos milhares de clientes que aqui se deslocam”, frisou a autarca.

“Este é, sem dúvida, um investimento que vale a pena, que nos ajuda a construir um melhor futuro”, vincou, reforçando que a renovação do Mercado do Livramento é “uma das peças fundamentais da profunda requalificação da Avenida Luísa Todi, transformada em importante polo de atração e animação do próprio centro histórico e da Baixa comercial”.

Na cerimónia de inauguração foi ainda celebrado um protocolo de colaboração entre a Autarquia e a Associação de Comerciantes do Mercado do Livramento, medida que inclui a cedência de um espaço, no primeiro piso, para o apoio ao desenvolvimento de um conjunto de atividades culturais.

“É um orgulho ter o mercado requalificado e moderno. Não fosse esta intervenção e o Livramento estava condenado”, salientou o presidente da associação de comerciantes, entidade que dinamiza atividades como visitas guiadas, e iniciativa Artes no Mercado e a celebração do Dia do Pescador.

A inauguração oficial do Mercado do Livramento englobou ainda um momento musical pelo Grupo de Amigos de Xico da Cana e apontamentos cénicos pelos grupos Teatro Animação de Setúbal e Teatro do Elefante.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign