24 de Maio de 2018
15º
max. 17º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
associação 19 de Janeiro de 2018
Movimento associativo com reforço

Os órgãos sociais da nova Associação das Coletividades do Concelho de Setúbal, estrutura que procura reforçar o papel e importância do movimento associativo local, tomaram posse na tarde de dia 18, em cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

A nova associação, uma estrutura descentralizada e autónoma da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto, nasce de um processo participado que procurou assegurar a participação do maior número possível de estruturas associativas do concelho.

A primeira direção da Associação das Coletividades do Concelho de Setúbal é composta por Nuno Soares, presidente, Madalena Lopes e Miguel Aleixo, vice-presidentes, Vera Godinho, tesoureira, Arnaldo Alegria e Francisco Picanço, secretários, e Pedro Patas, Joaquim Lopes e António Carvalho, vogais.

Já a Assembleia Geral da nova associação é formada por Alcides Santos, presidente, João Palongo, vice-presidente, e Margarida Rodrigues, secretária, enquanto o Conselho Fiscal é composto por Carlos Branco, presidente, Álvaro Tavares, secretário, e Rosalina Neves, relatora.

Na cerimónia, o vice-presidente da autarquia, Manuel Pisco, exaltou a importância das associações e coletividades locais, movimento associativo que, destacou, continua a constituir um importante promotor da cidadania e a ser a melhor escola de formação de cidadãos.

Manuel Pisco reforçou que a Câmara Municipal de Setúbal mantém a total disponibilidade para apoiar tanto o movimento associativo, dinamizador da cultura, do desporto, da formação cívica e intelectual, como a nova associação representativa dos interesses das coletividades setubalenses.

O presidente da Associação das Coletividades do Concelho de Setúbal, Nuno Soares, salientou que a tomada de posse dos órgãos sociais é o culminar de um processo longo, iniciado em julho de 2016 por uma comissão instaladora, com estatutos aprovados em julho de 2017 e eleições em dezembro do mesmo ano.

“A prioridade é reforçar a coesão do movimento associativo e fazer um diagnóstico e um levantamento das necessidades das coletividades e associações”, adiantou Nuno Soares sobre os primeiros passos a dar pela nova estrutura a que preside, atualmente com mais de quatro dezenas de membros.

O dirigente apontou que a estratégia inicial passa por “procurar trazer para a Associação das Coletividades do Concelho de Setúbal um maior número de associados, sejam associações e coletividades confederadas ou não, com base numa política de proximidade e parceria”.

A nova estrutura procura valorizar o movimento associativo popular, promover a cooperação e a rentabilização de meios e recursos, apoiar as associações em assuntos de contabilidade, fiscalidade e direito, formar dirigentes associativos e estabelecer parcerias para um trabalho e interesse conjuntos.

A cerimónia de tomada de posse contou com as participações do presidente da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto, Augusto Flor, e de representantes das associações das coletividades dos concelhos do Barreiro, de Almada e de Lisboa.

Representantes da Federação das Coletividades do Distrito de Setúbal, da Federação Portuguesa dos Jogos Tradicionais e das cinco juntas de freguesia do território setubalense também marcaram presença na cerimónia. 

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign