17 de Dezembro de 2017
max. 12º
min. 2º
notícias
iniciativas em destaque
homenagem 24 de Fevereiro de 2017
Música com poesia evoca Zeca Afonso

A música e a poesia de José Afonso que alimentam a chama de Abril foram evocadas, na tarde de dia 23, na Casa da Cultura, numa sessão de homenagem pela passagem do 30.º aniversário da morte do cantautor e resistente antifascista.

“Maria Faia”, “Canto Moço”, “Balada de Outono” e “Utopia” foram alguns dos temas mais conhecidos de Zeca Afonso interpretados ontem à tarde pelo fadista Manuel Guerra Henriques, acompanhado, à viola, por David Sousa Carlos, na iniciativa organizada pela Casa da Poesia de Setúbal, em parceria com a Câmara Municipal.

Na sessão, que lotou a Sala José Afonso da Casa da Cultura, Maurícia Teles, professora de Música na EB de Aranguez, acompanhada de alunos dos 10 aos 12 anos, deram voz a três temas do cantautor português, músicas intemporais que atravessam as fronteiras geracionais.

A homenagem não se fez apenas de música, com Alexandrina Pereira e António Galrinho, da Casa da Poesia de Setúbal, a partilharem com o público alguns poemas não cantados de José Afonso, falecido a 23 de fevereiro de 1987, em Setúbal.

“Foi um momento muito bonito e participado. Ficou feita a homenagem àquele que, para mim, foi um ídolo”, sublinha Alexandrina Pereira, que, no início da sessão, apresentou uma pequena dissertação na qual destacou aspetos curiosos da vida e obra de José Afonso.

E com música terminou a sessão de homenagem a Zeca Afonso dinamizada ao longo de mais de uma hora, com o público, agraciado com marcadores de livros alusivos à passagem da data, a cantar a uma só voz, com Manuel Guerra Henriques, “Traz Outro Amigo Também”.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign