24 de Outubro de 2017
20º
max. 26º
min. 11º
notícias
iniciativas em destaque
natação 25 de Junho de 2015
Natação mundial compete no Sado

Mais de sete dezenas de atletas da elite mundial da natação em águas abertas participam, dia 27 à tarde, a partir do Parque Urbano de Albarquel, na “Setúbal Bay 2015”, competição nas águas do rio Sado na distância de 10 quilómetros.

A etapa de Setúbal da FINA/HOSA 10 Km Marathon Swimming World Cup, a sexta da competição mundial, “é uma prova emblemática tanto para a cidade como para o País”, sublinhou o vereador com o pelouro do Desporto na Câmara Municipal, Pedro Pina, no dia 25, em conferência de imprensa que serviu de antevisão ao evento de dia 27.

Para o autarca, a “Setúbal Bay 2015” acontece num “ano particularmente entusiasmante”, devido ao facto de a urbe sadina ser candidata, em 2016, a Cidade Europeia do Desporto, com a decisão a ser conhecida, previsivelmente, em setembro. “Queremos afirmar Setúbal como uma cidade ainda mais desportiva.”

Pedro Pina destacou esta etapa setubalense da Taça do Mundo de Natação em Águas Abertas constitui “uma rampa de lançamento para a organização, no próximo ano, da prova de qualificação olímpica” da modalidade, a única a ser realizada em Portugal. “É uma honra receber todos estes atletas.”

O desafio das águas do Sado da etapa da FINA/HOSA 10 Km Marathon Swimming World Cup, com provas a partir das 16h00, é abraçado por um total de 74 nadadores, 51 atletas masculinos e 23 femininos, em representação de 25 países dos cinco continentes.

A húngara Anna Olasz, que marca novamente presença na competição sadina, depois da prova de qualificação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, revelou que “guarda boas recordações da última prestação em Setúbal”, apesar de não ter assegurado a presença olímpica. Contudo, está “confiante” para a prova de dia 27.

Já o brasileiro Diogo Villarinho compete em Setúbal pela terceira vez. “É uma cidade muito boa e a prova é excelente”, revelou o canarinho, que espera estar à altura das grandes referências do seu país nas águas abertas, à semelhança dos compatriotas Allan do Carmo e Poliana Okimoto, com várias conquistas asseguradas em Setúbal.

“Eles conquistaram vitórias importantes no passado e vou dar o meu melhor para honrar esses feitos. Espero uma boa prova e vou tentar ganhar”, garantiu Diogo Villarinho, para, entre sorrisos, destacar outro aspeto importante desta competição. “É bom poder falar em português numa conferência.”

A seleção portuguesa está representada na sexta etapa do circuito da Taça do Mundo de Natação em Águas Abertas por Rafael Gil e Angélica André, atuais campeões nacionais na distância de 10 quilómetros, Hugo Ribeiro, Tiago Oliveira, Vânia Neves e Vasco Gaspar.

O diretor técnico nacional, José Machado, afirmou que a etapa de Setúbal da FINA/HOSA 10 Km Marathon Swimming World Cup “é uma prova consolidada no calendário nacional internacional”. Vincou, igualmente, que a equipa portuguesa “está empenhada e preparada para o desafio”.

A nadadora portuguesa Angélica André salientou que esta “é uma prova importante”, sobretudo porque antecede o Campeonato do Mundo. “Vai ser uma boa preparação”, revelou, para depois anunciar as expectativas para a competição de dia 27. “Nesta fase, espero ficar entre as dez e as 15 primeiras.”

Rafael Gil, outro dos atletas da seleção nacional que competem na etapa sadina, enalteceu as qualidades naturais do Parque Urbano de Albarquel e sublinhou a dureza da prova. “É uma competição exigente e que vai trazer, com toda a certeza, mais experiência” para provas futuras.

A “Setúbal Bay 2015”, uma parceria entre a Federação Internacional de Natação, a Federação Portuguesa de Natação e a Câmara Municipal, é iniciada com a prova masculina, às 16h00, seguida, dez minutos depois, da partida da etapa feminina.

Entre os nadadores masculinos presentes, destaque para o alemão Christian Reichert, campeão do mundo em 2013, em Barcelona. Já este ano, o atleta conquistou o terceiro lugar na etapa de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, da FINA/HOSA 10 Km Marathon Swimming World Cup.

Nas mulheres, as atenções centram-se na italiana Rachele Bruni, atual líder do ranking mundial da Taça do Mundo de Natação em Águas Abertas, bem como na húngara Ana Olasz, que segue em segundo, e na veterana alemã Angela Maurer, várias vezes campeã mundial e europeia em águas abertas.

O delegado técnico da Federação Internacional de Natação Sam Greetham destacou a importância da prova setubalense no contexto internacional. “É uma etapa sempre muito disputada e que se mantém neste local há vários anos”, afirmou, para destacar a “qualidade da organização”.

Aquele responsável fez ainda uma menção especial ao plano de segurança do evento. “É considerado como um dos melhores feitos até hoje e uma referência para cidades que avançam com candidaturas para a organização deste tipo de prova. É, digamos, text book.”

A competição internacional é antecedida de uma prova aberta, às 11h00, na distância de 1500 metros, para atletas maiores de 14 anos, na qual participam mais de duas centenas de atletas. O evento de promoção da disciplina de natação em águas abertas é realizado numa volta com um percurso retangular.

O presidente do comité organizador da prova, Luís Liberato, aposta “em mais um grande sucesso” da competição em Setúbal, naquela que é já “a prova-rainha” da cidade. “O tempo está bom e a temperatura da água rondará os 19/20 graus, pelo que estão reunidas as condições para uma grande prova.”

A edição deste ano da Taça do Mundo de Natação em Águas Abertas, com um total de 11 etapas em vários pontos do mundo, começou em fevereiro em Viedma, Argentina, e já passou igualmente por Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, por Noumea, França, e por Cozumel, México.

Antes de Setúbal, a competição internacional que tem vindo a ganhar notoriedade no panorama desportivo mundial passou, a 20 de junho, por Balatonfured, Hungria, seguindo-se, entre julho e outubro, etapas em Lac St. Jean, Lac Magog e Lac Megantic, no Canadá, e Chun’an e Hong Kong, na China.

Setúbal integra, pela oitava vez, o calendário do circuito mundial de natação em águas abertas, com a primeira prova a realizar-se em 2006. Após uma qualificação olímpica em 2012, seguiu-se um ano de interregno no qual foi celebrado um acordo para a realização, em Setúbal, de mais quatro edições da maratona aquática.

No próximo ano, a cidade acolhe nova qualificação olímpica, com a “FINA Olympic Marathon Swim Qualifier 2016”, a 11 e 12 de junho, derradeira prova de apuramento de atletas para a maratona de natação em águas abertas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign