18 de Outubro de 2017
16º
max. 18º
min. 15º
notícias
iniciativas em destaque
obras 08 de Janeiro de 2013
Obra devolve Convento à cidade

Uma obra com um custo global superior a três milhões de euros, liderada pela Câmara Municipal de Setúbal, já a decorrer, permite suster a degradação do Convento de Jesus e a reabertura ao público deste monumento nacional.

O projeto “Recuperação e Valorização do Convento de Jesus”, incluído no Programa ReSet – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Setúbal, com um prazo de execução de oito meses, inclui um conjunto de intervenções gerais de beneficiação do imóvel e a reabilitação mais profunda de uma das áreas do edifício.

A obra, um investimento global de 3 milhões, 264 mil e 4,13 euros, é comparticipada por fundos comunitários com uma taxa de 65 por cento através do PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, ao abrigo do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional. A Autarquia chamou a si a liderança deste processo após receber, por protocolo, a posição de beneficiário da candidatura que pertencia ao IGESPAR, por este instituto da administração central, atualmente integrado na Direção-Geral do Património Cultural, alegar incapacidade orçamental.

As intervenções no Convento de Jesus, iniciadas no final de dezembro, centram-se na ala poente do primeiro piso, que vai ser recuperado para reabertura ao público, acolhendo o acervo do Museu de Setúbal, incluindo a Galeria de Pintura Quinhentista.

A criação de um local com todas as características necessárias para que o espólio museológico possa ser visitado pela população de forma condigna, proporcionando, ao mesmo tempo, condições técnicas que permitam uma maior preservação daquele património são os principais objetivos daquela intervenção.

A obra na ala poente envolve a reabilitação e o reforço de todas as infraestruturas, a substituição integral de pavimentos e revestimentos das paredes, a remodelação do sistema elétrico e a instalação de redes de comunicação e de um sistema de climatização.

A empreitada de requalificação do Convento de Jesus inclui ainda trabalhos de beneficiação geral do imóvel, nomeadamente a substituição integral da laje no primeiro piso e das coberturas e o reforço do sistema de drenagem de águas pluviais no interior do imóvel e nas áreas envolventes, como a Praça Miguel Bombarda.

A criação de rampas de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, a instalação de um elevador, colocado no exterior, e a construção de um edifício para apoio técnico, que acolhe, por exemplo, a maquinaria de climatização, são outras ações de reabilitação geral do Convento de Jesus programadas com a execução da empreitada.

No âmbito desta operação foram já demolidos dois edifícios anexos que não integravam a estrutura do Convento de Jesus, obsoletos e sem utilidade para a obra que visa reverter a situação de degradação a que se encontram votadas algumas das partes e dos elementos constituintes do imóvel.

Em virtude da execução das intervenções, uma zona em terra batida das imediações, utilizada regularmente para estacionamento automóvel, está condicionada devido à instalação do estaleiro de obras e circulação de maquinaria pesada.

O Convento de Jesus, situado no interstício das muralhas quatrocentistas e seiscentistas, é a principal referência patrimonial de Setúbal, beneficiando de classificação como Monumento Nacional desde 1910.

Fundado em 1490, acolhe, desde o início da década de 60 do século XX, as instalações do Museu de Setúbal, acervo com diversas coleções artísticas, arqueológicas, históricas e documentais de elevado valor, nalguns casos com dimensão internacional.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign