19 de Outubro de 2017
16º
max. 22º
min. 15º
notícias
iniciativas em destaque
literatura 04 de Novembro de 2013
Obra literária de Cunhal em destaque

A qualidade da obra literária de Álvaro Cunhal foi destacada num colóquio realizado no dia 3, na Casa da Cultura, no âmbito das comemorações locais do centenário do nascimento do líder histórico do PCP.

O escritor Domingos Lobo referenciou, em particular, “Até Amanhã, Camaradas” e “Cinco Dias, Cinco Noites”, assinados por Manuel Tiago, pseudónimo literário de Álvaro Cunhal, para os considerar “dois livros fundamentais”.

No colóquio “Álvaro Cunhal escritor”, do ciclo “Álvaro Cunhal e as Artes”, Domingos Lobo salientou que escrever sobre experiências vividas nem sempre resulta em livros de qualidade, mas considerou que aquelas duas obras o conseguiram em pleno.

No caso de “Cinco Dias, Cinco Noites”, Domingos Lobo apontou a ligação ao realismo norte-americano, mais do que, como se poderia esperar, às correntes neorrealistas portuguesa e europeia.

Manuel Augusto Araújo, assessor de cultura na Câmara Municipal de Setúbal, juntou àqueles dois livros a versão portuguesa que Álvaro Cunhal fez de “Rei Lear”, de Shakespeare.

“Não se trata de uma mera tradução. É escrever o livro como se ele tivesse sido escrito em português. O que Álvaro Cunhal fez com o ‘Rei Lear’ é o que Aquilino Ribeiro fez com o Cervantes [D. Quixote e Novelas], assinalou.

Manuel Augusto Araújo, em resposta a uma questão do público, defendeu que o facto de os livros terem sido escritos por Álvaro Cunhal não lhes confere um valor ou uma atenção adicional. “São bons, independentemente de terem sido escritos pelo secretário-geral do PCP, que, é preciso realçar, por força da atividade política, a principal, não teve muito tempo para aperfeiçoar a escrita.”

O ciclo “Álvaro Cunhal e as Artes”, inclui um conjunto de encontros em torno do livro “A Arte, o Artista e a Sociedade”, nomeadamente uma conferência por Manuel Augusto Araújo, dia 17, às 16h00, na Sala José Afonso da Casa da Cultura.

Os três restantes colóquios sobre o ensaio escrito por Álvaro Cunhal, à mesma hora e no mesmo local, decorrem nos dias 24 e 30 de novembro e 1 de dezembro, com leituras de textos do livro por atores convidados e discussão aberta com coordenação e moderação de Manuel Augusto Araújo.

O ciclo culmina no dia 8 de dezembro, também às 16h00, com a exibição de uma entrevista conduzida pela jornalista Clara Ferreira Alves a Álvaro Cunhal, feita na RTP2, a propósito da obra “A Arte, o Artista e a Sociedade”, seguindo-se um debate.

“Álvaro Cunhal e as Artes” é um dos dois ciclos de colóquios dinamizados no âmbito de um programa promovido em Setúbal pela Câmara Municipal, com a colaboração da Comissão das Comemorações do Centenário de Álvaro Cunhal.

Exposições, teatro, cinema e palestras foram algumas das atividades realizadas, na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal e na Casa da Cultura, num programa de evocação do líder histórico do PCP, falecido em 2005, aos 91 anos.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign