23 de Outubro de 2017
21º
max. 26º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
requalificação 02 de Setembro de 2014
Obras debatidas com comerciantes

A obra de requalificação prevista para a Avenida República da Guiné-Bissau motivou, dia 1 à noite, uma reunião da Câmara Municipal e da União das Freguesias de Setúbal com a maioria dos comerciantes locais.

O encontro, realizado na sede da União das Freguesias de Setúbal, após solicitação dos comerciantes, permitiu que estes ficassem a conhecer os pormenores da intervenção a realizar na avenida de ligação da Praça do Brasil ao Parque do Bonfim.

“É importante termos esta disponibilidade para ouvir o que os comerciantes e os munícipes têm a dizer e envolvê-los no processo de decisão”, salientou o vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins.

O presidente da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas, sublinhou o facto de a reunião se realizar menos de uma semana depois da solicitação feita pelos comerciantes. “Estamos aqui para poderem colocar as vossas questões e terem os devidos esclarecimentos da Câmara Municipal”, referiu, dirigindo-se à plateia.

No encontro de três horas, no qual participaram perto de trinta pessoas, o vereador André Martins deu a conhecer a vasta intervenção prevista para uma área desde a entrada norte da cidade até perto do centro histórico.

Este plano, da ordem dos dois milhões de euros, que inclui o redimensionamento das redes de águas e esgotos, com grande parte do financiamento a resultar das verbas devidas pelo pagamento de taxas da obra do Centro Comercial Alegro, envolve a requalificação da malha urbana da cidade.

No caso da Avenida República da Guiné-Bissau, o motivo para o pedido de reunião dos comerciantes locais, em particular os do Centro Comercial Bonfim, André Martins explicou que, após os complexos trabalhos de saneamento básico que se encontram a decorrer, avançará a obra de reperfilamento.

Esta prevê a passagem das anteriores quatro vias para duas, mantendo-se os dois sentidos de trânsito, mas a Autarquia prevê uma diminuição dos fluxos de tráfego neste arruamento e o correspondente aumento das condições de circulação, mercê de um conjunto de intervenções a realizar ao redor. Em particular com a introdução de uma rotunda na interceção da Avenida da Europa com a Avenida da Independências das Colónias, com esta artéria a assumir-se como um eixo primordial de entrada no centro da cidade e de ligação à frente ribeirinha.

Além de uma faixa de rodagem com sete metros de largura, instalada no lado norte, a Avenida República da Guiné-Bissau possuirá, de acordo com o plano definido, diversas bolsas de estacionamento, um aumento da área de passeios e uma ciclovia.

O vereador André Martins explicou que, com este reperfilamento, a avenida ganha uma maior componente de integração urbana, com ganhos para quem se encontra aí instalado, nomeadamente o comércio.

“Com a requalificação deste arruamento, previsivelmente virão mais pessoas para esta zona. Ela fica mais atrativa, tanto para peões como para automobilistas, porque se garante uma maior fluidez, com certeza com benefícios para o comércio local”, salientou.

O autarca assegurou, por outro lado, que “há o compromisso da Câmara Municipal de Setúbal de que a avenida ficará pelo menos com o número de lugares de estacionamento regularizados que existia até aqui”.

O projeto de execução da obra de requalificação da Avenida República da Guiné-Bissau ainda não se encontra concluído e, por isso, reuniões deste tipo, indicou, são fundamentais para envolver os munícipes.

“Quando o projeto estiver pronto, ele será mostrado aos comerciantes, o que poderá acontecer no final de setembro. Temos a convicção de que, no final das obras, os munícipes e os comerciantes sairão beneficiados”, indicou.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign