16 de Dezembro de 2017
12º
max. 12º
min. 5º
notícias
iniciativas em destaque
arte 06 de Outubro de 2015
Palestra avalia objeto de arte

A importância do objeto de arte enquanto peça de museu, não apenas para contemplação do público mas como testemunho da realidade humana, foi destacada numa palestra realizada no dia 3, na Casa da Cultura.

O encontro, com o tema “O Objeto de Arte – Fonte de Conhecimento e Veículo de Comunicação”, foi conduzido pela técnica municipal Francisca Ribeiro, do Museu de Setúbal, numa iniciativa impulsionada pela Câmara Municipal que se realizou na Sala José Afonso da Casa da Cultura.

Na comunicação, Francisca Ribeiro realçou a ideia de que uma peça de museu é diferente de um artigo comum. Uma vez em espaço museológico, os objetos de arte “ganham uma nova importância, renovadas características e valências” para a sociedade.

Para a técnica municipal, um objeto de museu não deve ser somente alvo de contemplação. “Deve ser visto e encarado como um testemunho da realidade humana”, característica potencializada por pesquisas documentais que procuram maximizar o conhecimento que o objeto pode transmitir.

Entre outras abordagens, Francisca Ribeiro realçou a importância do objeto enquanto veículo de comunicação, assim como a vertente de divulgação histórica e cultural das coleções à guarda dos museus. “Cada exposição tem sempre uma linguagem e um discurso muito próprios.”

A conferência foi enquadrada no âmbito de um ciclo de palestras a decorrer em outubro na Casa da Cultura, que continua na sexta-feira, às 21h30, num encontro com entrada gratuita, conduzido pela técnica municipal Maria João Cândido, sobre a intervenção arqueológica e os espaços conventuais no Convento de Jesus.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign