23 de Outubro de 2017
17º
max. 26º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
teatro 11 de Janeiro de 2016
Peça explora degradação nas relações

A peça de teatro “A Razão”, uma sátira do TAS – Teatro Animação de Setúbal, com encenação de Carlos Curto, é apresentada nos dias 15, 16 e 17 no Fórum Municipal Luísa Todi.

Com base na obra “O Auto da Razão”, de Jorge Palinhos, a peça de teatro explora relações íntimas vividas entre seres humanos, sobretudo casais, num panorama de violência, degradação e intolerância.

“A Razão” estuda a decadência dos valores humanos, em que a violência nas relações é vista aos olhos de quem a pratica, de quem é vítima, de quem a tenta esconder e de quem anseia fazer parte dela. Numa abordagem das “feridas na carne” – por vezes, literalmente –, a obra ilumina os crimes cometidos à vista de todos e para os quais muitas vezes os espetadores fecham os olhos.

O TAS, por ocasião do 40.º aniversário, em 2015, recuperou a peça de Jorge Palinhos, distinguida com o Prémio de Teatro Miguel Rovisco/INATEL.

“A Razão”, organizada num ato, sem intervalo, conta com interpretações de José Nobre, Miguel Assis, Sónia Martins e Susana Brito. O encenador, Carlos Curto, é também responsável pela banda sonora e pelo desenho de luz, enquanto a cenografia e os figurinos são assinados por Sara Rodrigues.

A peça de teatro, com produção de Célia David, estreara no ano passado no Teatro de Bolso, a 19 de junho, e muda-se agora para o Fórum Luísa Todi. As sessões realizam-se nos dias 15 e 16 às 21h30 e no dia 17 às 17h00.

Para maiores de 12 anos, o espetáculo resulta de uma parceria entre o TAS e a SEIES – Sociedade para o Estudo e Intervenção em Engenharia Social.

Os bilhetes, a 5 euros para a plateia e 4 para o balcão, podem ser adquiridos no Fórum ou na bilheteira online, em www.bol.pt.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign