20 de Outubro de 2017
20º
max. 22º
min. 18º
notícias
iniciativas em destaque
competição 15 de Março de 2016
Râguebi decide taça em Setúbal

Setúbal recebe no dia 25 a final da Taça de Portugal em râguebi, jogo que marca o regresso das equipas de Direito e de Agronomia à derradeira fase da competição nacional, a realizar no Complexo Municipal de Atletismo.

A final da Taça de Portugal “Jogos Santa Casa” em râguebi, organizada pela Federação Portuguesa de Rugby, com entrada gratuita e início às 14h00, está integrada no calendário de eventos de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, com programa organizado pela Câmara Municipal.

“Este é um dos pontos altos de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016. É o melhor espetáculo desta modalidade, que também acolhemos na cidade”, salientou o vereador do Desporto na autarquia, Pedro Pina, na manhã de dia 15, em conferência de imprensa realizada na Casa da Baía, de apresentação da competição.

A final da Taça de Portugal em râguebi, que opõe duas das melhores equipas do campeonato nacional da modalidade, o Grupo Desportivo Direito e a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, estreia o renovado relvado do Complexo Municipal de Atletismo de Setúbal.

“Esperamos ter uma casa completamente lotada [o equipamento tem capacidade para milhar e meio de pessoas] e que seja um espetáculo contagiante para o público”, afirmou o autarca, que revelou que o jogo vai ter transmissão em direto pela televisão, na Sport TV.

Pedro Pina realçou a importância crescente que o râguebi tem no atual panorama nacional e, sobretudo, a nível local, com dois projetos de formação e desenvolvimento desportivo da modalidade, referindo-se ao Vitória Futebol Clube e à Academia de Rugby Club de Setúbal.

“É uma modalidade que tem vindo a ganhar dimensão e queremos que Setúbal também possa proporcionar condições para a sua expansão”, vincou.

Para isso, espera que a Federação Portuguesa de Rugby “veja no município um parceiro privilegiado para a afirmação” do râguebi.

Os “advogados”, com oito taças de Portugal conquistadas, voltam à final da competição, dois anos depois. O objetivo é resgatar o troféu atualmente detido pelo Centro Desportivo Universitário de Lisboa e igualar o número de títulos dos “agrónomos”, que já venceram a prova nacional por nove vezes.

Para o vice-presidente da Federação Portuguesa de Rugby, Francisco Branco, “a final da Taça de Portugal junta duas das melhores equipas nacionais” num jogo que, antecipou, se vai traduzir “num grande dia de festa, com respeito pelos valores do râguebi, e de muita paixão”.

Aquele responsável salientou, também, a aposta sadina na promoção do râguebi. “Setúbal tem dois excelentes projetos para a evolução da modalidade e que têm projetado alguns jovens valores da modalidade”, frisou, deixando antever a realização de mais atividades da federação na cidade. “Aqui sentimo-nos bem.”

O treinador do Grupo Desportivo Direito, Martim Aguiar, não tem dúvidas quanto ao sucesso da equipa. “Vai ser um dia memorável e um prazer jogar em Setúbal, cidade que tem vindo a fazer uma aposta muito forte na formação de jovens atletas e na dinamização da modalidade.”

Entre as duas equipas, são seis os atletas com formação na urbe sadina. Sebastião Dias, Pedro Silvério, Francisco Bruno e Bernardo Lima são os jogadores que integram o plantel da equipa de Direito, enquanto Fernando Almeida e Guilherme Tramuça defendem as cores de Agronomia.

“Vai ser um jogo motivante e intenso contra uma equipa que tem estado sempre na ribalta do râguebi nacional”, adiantou o técnico da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, João Moura, que, em Setúbal, espera conquistar a décima Taça de Portugal e igualar o número de títulos do recordista Sport Lisboa e Benfica.

Já Ana Costa, em representação da Santa Casa da Misericórdia, entidade que patrocina a competição desde 2013 e que materializa uma “aposta no desenvolvimento da modalidade desportiva”, destacou o “ambiente de festa” que vai envolver a final da Taça de Portugal no dia 25.

Esta época, a Taça de Portugal integrou um total de 32 equipas, dez da Divisão de Honra, dez da I Divisão e 12 da II Divisão. Em Setúbal decide-se o sucessor do Centro Desportivo Universitário de Lisboa, que no ano passado venceu o Grupo Dramático Sportivo Cascais por 20-17.

O Sport Lisboa e Benfica é o clube que mais vezes conquistou a Taça de Portugal, num com um total de dez troféus, seguido da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, com nove títulos, e do Grupo Desportivo Direito e do Centro Desportivo Universitário de Lisboa, ambos com oito.

A final da Taça de Portugal “Jogos Santa Casa” em râguebi é um dos destaques do programa de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, com um calendário desportivo eclético a decorrer até dezembro, que alia eventos de alta competição a provas de índole popular.

“O objetivo é amplificar as modalidades de Setúbal e, nesta competição específica, transmitir às pessoas o entusiasmo do râguebi e criar condições para que este possa ser implementado, ainda com mais força, no panorama desportivo do concelho”, concluiu o vereador Pedro Pina.

ferramentas
notícias relacionadas
mais recentes
+ lidas
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign