18 de Outubro de 2017
15º
max. 18º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
cinema 25 de Maio de 2012
Região promovida pela imagem

A inauguração da exposição de fotografia “Cabo Espichel… o misticismo do lugar”, de Mariano Silva, deu, no dia 25, início, em Setúbal, à primeira edição do festival de cinema Finisterra, que decorre até 3 de junho neste concelho, em Sesimbra, Palmela e Lisboa.

Mais de trinta imagens do Cabo Espichel, das falésias ao farol, da Praia dos Lagosteiros ao santuário, estão em exposição no Hotel do Sado, um dos locais escolhidos para a exibição, em Setúbal, de alguns dos 98 filmes, de 18 países, a apresentar no certame que pretende promover a região com fim ao investimento cinematográfico.

Carlos Sargedas, diretor do Finisterra, salientou na cerimónia de abertura que, “para primeiro festival, tem superado todas as expetativas”, uma vez que inicialmente estava pensado apenas para o concelho de Sesimbra.

Estender o certame aos três concelhos que integram a candidatura da Arrábida a Património Mundial – Setúbal, Palmela e Sesimbra – foi “um desafio”, alargando a designação para “Finisterra – Arrábida Film Art & Tourism Festival”, organizado pela empresa Falcão Azul e pelo IPA – Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos, com o apoio das três câmaras municipais, entre várias outras entidades.

O conceito de “Finisterra”, “onde acaba a terra e começa o mar”, está, aliás, ilustrado numa das fotografias de Mariano Silva, captadas entre 2009 até abril deste ano.

A vereadora Carla Guerreiro, da Câmara Municipal de Setúbal, felicitou a organização do festival pelo “feedback positivo que já se nota”, uma vez que o Finisterra já está a decorrer em Palmela e Lisboa.

O trabalho de garantir a exibição do elevado número de produções cinematográficas na área do turismo, como filmes publicitários e documentários nacionais e estrangeiros, em diversificados locais foi também louvado pela autarca.

As sessões do Finisterra são exibidas em Setúbal entre os dias 25 de maio e 2 de junho, no Hotel do Sado, na Casa da Baía, no Casino de Troia, na Pousada de S. Filipe, na Escola Superior de Educação, no Hotel Esperança e na Fundação Escola Profissional de Setúbal.

“É um projeto muito forte”, salientou, enaltecendo o contributo turístico do festival no âmbito da candidatura da Arrábida a Património Mundial da Humanidade.

Durante a cerimónia de abertura foi ainda visionado um filme promocional do “Finisterra – Arrábida Film Art & Tourism Festival”, certame que recebe nos dias 1, 2 e 3 de junho cerca de meia centena de pessoas, entre realizadores, jornalistas, produtores e embaixadas dos países que integram os filmes em exibição.

O programa completo do festival pode ser consultado no site oficial do certame, em www.ipa.univ.pt/finisterra.

A programação das sessões a realizar em Setúbal pode ser consultada em ficheiro disponibilizado nesta página.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign