18 de Outubro de 2017
14º
max. 20º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
proteção 21 de Fevereiro de 2013
Reorganização melhora Sapadores

O aumento da eficácia operacional verificado com as mudanças no sistema municipal de proteção e socorro foi salientado no dia 21 pelo vereador Carlos Rabaçal, na sessão solene do 227.º aniversário da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

“O resultado das mudanças [processo iniciado em 2010] materializa uma maior eficácia na prestação do socorro e uma melhor racionalidade do investimento municipal neste setor”, afirmou o vereador da Proteção Civil da Câmara Municipal de Setúbal, anunciando, para 2014, a abertura de um novo recrutamento de operacionais, que se traduz num reforço de 20 a 30 bombeiros sapadores.

A concentração de meios no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal (CBSS), no Monte Belo, foi uma das principais mudanças introduzidas, medida que permitiu “reunir na cidade um maior número de meios e de recursos humanos vocacionados para o combate a acidentes urbanos e industriais” e reduzir “valores despendidos pela Autarquia”, sublinhou o vereador.

O investimento municipal no reforço do dispositivo operacional da CBSS foi também salientado por Carlos Rabaçal na sessão solene realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho. “A candidatura que apresentámos a fundos comunitários para adquirir mais viaturas e outros equipamentos está bem encaminhada e deveremos saber o resultado muito em breve”, anunciou, tecendo elogios ao trabalho desempenhado pelos bombeiros.

“A Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal é uma das mais prestigiadas e qualificadas do País e uma referência internacional em matéria de proteção e segurança”, frisou, aludindo à participação em projetos-piloto como o sistema de alerta de tsunamis e o Plano Municipal de Intervenção no Centro Histórico, apresentado em maio no Encontro Internacional Arquimemória sobre Preservação do Património Edificado, em Salvador, no Brasil.

Carlos Rabaçal destacou ainda o investimento na área do planeamento, com a execução de instrumentos como o Plano de Emergência Externo da Mitrena e o Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios, e na operacionalidade dos bombeiros, com exercícios à escala real como o Mitrex, no qual foi testada a Carta de Risco da Mitrena, instrumento de planeamento único no País.

“Continuamos à procura das soluções mais equilibradas para a gestão de todo o sistema de proteção e socorro do nosso concelho”, reforçou o vereador da Proteção Civil, deixando uma saudação a todos os sapadores. “Pela vossa coragem, pelo vosso heroísmo, pela abnegação com que arriscam a vida em prol de todos nós.”

O papel do bombeiro sapador e a sua importância para a construção de sociedades mais seguras foram destacados pelo comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, Paulo Lamego. “São a espinha dorsal do socorro, a garantia de continuidade das corretas formas de atuação, 24 horas por dia”, ao longo de todo o ano.

“Ser sapador significa ter a preparação física e mental, técnica e tática, e atuar com discrição, altruísmo e eficiência”, destacou o comandante, vincando a realização ao longo de 2012 de 19 ações de formação, num total de seis centenas de horas, que envolveram 110 operacionais.

Paulo Lamego abordou ainda “a indefinição” que afeta as carreiras dos bombeiros profissionais, como o “congelamento das progressões e promoções imposto pelos sucessivos governos”, o que tem “asfixiado e corroído toda a ação de comando”, sobretudo se comparado com outros profissionais do setor privado.

A função “nobre” de ser bombeiro foi igualmente destacada pelo vice-presidente do conselho executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, António Machado, reforçando que estes profissionais “são a força de maior confiança da população portuguesa”, realidade que “acarreta maiores responsabilidades”.

A Liga dos Bombeiros Portugueses homenageou, “pelo exemplo de coragem e abnegação”, o chefe Carlos do Ó, que recebeu o crachá de ouro das mãos do vereador Carlos Rabaçal.

A comandante operacional distrital da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Patrícia Gaspar, também sublinhou a importância dos sapadores, considerando que desempenham “um papel fundamental na sociedade em matéria de proteção, com desafios cada vez mais complexos e perigosos”, destacando a prontidão nas respostas de socorro a várias catástrofes naturais ocorridas recentemente.

O programa comemorativo do 227.º aniversário da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal foi iniciado com a habitual cerimónia do hastear da bandeira nos Paços do Concelho, momento a que se seguiu a formatura geral e uma receção aos convidados.

Depois da sessão solene, realizou-se uma romagem ao Cemitério de Nossa Senhora da Piedade, para deposição de uma coroa de flores no talhão dos bombeiros. As celebrações culminaram com um almoço no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign