12 de Dezembro de 2017
max. 13º
min. 6º
notícias
iniciativas em destaque
proteção 10 de Novembro de 2014
Sapadores e GNR treinam resgate

A consolidação de procedimentos e o trabalho em equipa foram reforçados numa iniciativa que juntou, entre os dias 3 e 7, bombeiros sapadores de Setúbal e militares da GNR num treino de busca e resgate em estruturas colapsadas.

“O balanço do exercício é muito positivo”, sublinha o comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal (CBSS), Paulo Lamego, ao destacar que durante os cinco dias da iniciativa, “além da forte componente de treino técnico, houve um importante fomento nas relações institucionais”.

Participaram no workshop “Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas” 13 elementos dos Bombeiros Sapadores de Setúbal, trinta militares do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR e cinco operacionais da Força Especial de Bombeiros Canarinhos, pertencente à Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Paulo Lamego adianta que o treino, com ações teóricas e práticas no quartel dos Sapadores de Setúbal, na Serra da Arrábida e em unidades industriais abandonadas, permitiu “testar as capacidades operacionais em exercícios dinamizados com equipas constituídas por elementos das três forças envolvidas no treino”.

No exercício de teste das capacidades globais de proteção e socorro na área da busca, salvamento e resgate de vítimas em edifícios, estruturas colapsadas e espaços confinados, foram utlizados, pela primeira vez e em simultâneo, dois contentores logísticos equipados com material de última geração.

Equipamentos de corte e perfuração, entre os quais um hidráulico para demolições, ferramentas para uso em veículos elétricos, a par de detetores sísmicos e de gases e lanternas que podem ser utilizadas em cenários potencialmente explosivos, são alguns dos materiais que integram os contentores.

Operações de escoramento de edifícios, demolições, corte e perfuração de estruturas, trabalhos de desencarceramento em viaturas e exercícios de extração de vítimas em espaços confinados foram algumas das ações dinamizadas no âmbito do treino conjunto realizado em Setúbal.

O exercício de busca e resgate em estruturas colapsadas teve a particularidade de ser a primeira a ser impulsionada com recursos técnicos dos Sapadores de Setúbal e do GIPS da GNR. “Duplicámos a capacidade de trabalho com a atuação em equipas mistas e a abrangência de intervenção”, realça o comandante da CBSS.

O treino de resgate de vítimas encarceradas em veículos foi uma das vertentes mais exploradas. “Apostámos forte no trabalho de desencarceramento de vítimas em viaturas, vertente na qual os militares da GNR não estão tão bem preparados”, vinca Paulo Lamego.

O workshop “Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas”, uma organização conjunta da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR, com a presença de meia centena de operacionais, permitiu testar o trabalho em equipa em prol da segurança da população.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign