14 de Dezembro de 2017
15º
max. 16º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
literatura 22 de Março de 2017
Setúbal celebra Poesia

A poesia esteve em destaque ao longo do dia 21, em Setúbal, num conjunto de iniciativas que celebraram o Dia Mundial da Poesia, em vários espaços e equipamentos culturais da cidade.

Durante 15 horas de atividades literárias em torno das letras, da música e do teatro, a VII Maratona da Poesia de Setúbal, organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, com o apoio da Casa da Poesia, envolveu a participação de pessoas de diferentes escalões etários, à volta do tema “Da Palavra à Poesia… Da Poesia à Música”.

Um dos pontos altos teve lugar à tarde, a partir das 17h30, com a declamação de poemas, no átrio dos Paços do Concelho, por membros da Câmara, da Assembleia Municipal e das juntas de freguesia e por elementos da Casa de Poesia de Setúbal.

Ary dos Santos, Natália Correia, Alexandre O’Neill, Sebastião da Gama e Bertolt Brecht foram alguns dos poetas que se fizeram ouvir nas vozes dos participantes nesta iniciativa, que contou com um momento musical do Coro Feminino TuttiEncantus. No final, Toy interpretou um tema ao piano.

A VII Maratona da Poesia de Setúbal encerrou na Biblioteca Municipal, com declamação de poemas e apontamentos musicais, na noite do dia 21.

Célia David, atriz do TAS – Teatro Animação de Setúbal, cantou “Poemas que deram origem a canções”, de Ary dos Santos, Florbela Espanca e António Gedeão, e o músico António Manuel Ribeiro declamou poemas da sua autoria.

O serão prosseguiu com uma atuação de Susana Martins, que, acompanhada de Jorge Pimentel, na guitarra, e Albano Almeida, na viola, cantou três fados, dois com letra de Alexandrina Pereira e um de José Raposo, ambos da Casa da Poesia de Setúbal.

Já o fadista Manuel Guerra cantou quatro músicas de José Afonso.

Um poema de Fernando Namora, lido pelo vereador da Cultura, Pedro Pina, terminou a sétima edição da Maratona de Poesia de Setúbal, que contou, ao longo do dia, com atividades em diversos espaços públicos da cidade.

Uma leitura de poemas a cargo de Célia David, Duarte Victor e Sónia Martins, atores do TAS, no Mercado do Livramento, às 09h00, deu início ao programa comemorativo, que prosseguiu, às 10h00, com a escritora Manuela Ribeiro a apresentar livros de poesia para crianças do 1.º ciclo do ensino básico, na Biblioteca Pública Municipal.

Alunos do 3.º ciclo e do secundário assistiram, também com início às 10h00, no Polo da Biblioteca da Bela Vista, à iniciativa “A ideia de Serra-Mãe na poesia de Sebastião da Gama”, a cargo de João Reis Ribeiro. No mesmo espaço, houve ainda declamação de poesia por Ana Fortuna, da parte da tarde.

No Polo de São Julião decorreram momentos de poesia, a cargo de alunos da EB n.º 12 das Amoreiras, durante todo o dia, e, à tarde, na Biblioteca Pública Municipal, a escritora Teresa Marques e a ilustradora Fátima Afonso apresentaram “Sonho com Asas”, a cerca de cinco dezenas de crianças do 4.º ano de escolaridade da EB dos Arcos e do Colégio de Sant’Ana.

No Polo da Gâmbia, a poesia foi partilhada entre escolas do concelho, utentes de centros de dia e poetas locais convidados, numa sessão, que decorreu de manhã, com a participação dos poetas António Unguento e Maria Antónia Espingardeiro.

Já o Polo Sebastião da Gama teve sessões de poesia com a participação do escritor Bento Passinhas e dos utentes do Lar de Idosos SAMS.

A poesia e os poemas circularam ainda por espaços museológicos localizados no centro da cidade, como a Casa Bocage, com a apresentação “História de Bocage: 40 Anos em 40 Minutos”, pelo ator José Nobre, entre as 14h30 e as 15h30. Antes, às 10h00, o Centro Comunitário de S. Sebastião declamou poesia para alunos do 1.º ciclo.

O Convento de Jesus recebeu, de manhã, momentos musicais pela Academia de Música e Belas-Artes Luísa Todi, que apresentou boomwhackers e violinos para o pré-escolar e o 1.º ciclo, e, às 16h00, os alunos da Universidade Sénior de Setúbal declamaram poemas religiosos, seguindo-se um momento musical, à capela, a cargo de Deolinda de Jesus.

À mesma hora, houve outro momento musical, pela tuna da EB de Aranguez, no coreto da Avenida Luísa Todi.

Já a Galeria Municipal do Banco de Portugal contou, à tarde, com um momento de música e poesia para o 1.º ciclo, em que participou o Ensemble de Cordas da Academia Luísa Todi.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign