17 de Dezembro de 2017
max. 12º
min. 2º
notícias
iniciativas em destaque
ambiente 27 de Março de 2014
Setúbal dá a mão à floresta

A celebração da natureza e a sensibilização dos mais novos para a preservação ambiental dão o mote à quarta edição da iniciativa “Dá a Mão à Floresta”, dinamizada ao longo de dia 27, na Praça de Bocage.

A importância desta ação de âmbito nacional, organizada pelo Grupo Portucel Soporcel, com a parceria local da Câmara Municipal de Setúbal, foi destacada pelo vereador do Ambiente da Autarquia, Manuel Pisco.

“Esta é uma ação simbólica mas com grande relevância. É importante, sobretudo, sensibilizar as crianças para a necessidade de adotar comportamentos que promovam a sustentabilidade ambiental”, sublinhou o autarca. 

A “plantação sistemática” de árvores e plantas, uma das vertentes da estratégia defendida pelo Município, justifica “o crescimento em mais de 30 por cento de áreas verdes plantadas e devidamente mantidas”, afirmou Manuel Pisco.

O empenho da Autarquia em criar uma cidade “mais verde” foi, igualmente, reforçado pelo vereador, numa alusão ao futuro Parque Urbano da Várzea, um equipamento para usufruto da população que já está a dar os primeiros passos.

“Este é apenas um dos exemplos da política de sustentabilidade que defendemos”, frisou, ao lançar o repto ao Grupo Portucel Soporcel para colaborar na plantação de árvores no futuro espaço verde de Setúbal.

Na quarta edição da iniciativa “Dá a Mão à Floresta” são distribuídas meia centena de plantas à população, com características florestais e ornamentais, incluindo eucaliptos, azinheiras, sobreiros, alfazemas e medronheiros.

Para os mais novos, nomeadamente crianças em idade pré-escolar e alunos do 1.º ciclo do ensino básico, há atividades lúdicas e pedagógicas que alertam para a necessidade de preservação do património florestal.

No “Jogo da Floresta”, inspirado no Jogo da Glória, com dois níveis de dificuldade, a pequenada é desafiada com perguntas alusivas à floresta e ao ciclo de vida sustentável do papel.

“Qual a função das árvores?” e “De onde vem o papel?” são alguns dos desafios pedagógicos lançados aos mais novos. As respostas são complementadas por esclarecimentos simplificados do animador de serviço.

Folhas, ramos e árvores são alguns elementos da natureza personificados nas crianças através de pinturas faciais, enquanto numa atividade de origami têm oportunidade de criar um sapo saltitante.

O diretor fabril da unidade de Setúbal da Portucel, Óscar Arantes, afirmou que a iniciativa “Dá a Mão à Floresta”, integrada na “essência da empresa”, permite “mostrar à população o trabalho desenvolvido na área da sustentabilidade”.

Aquele responsável, ao adiantar que a empresa tem colaborado com a Câmara Municipal e escolas do concelho em várias iniciativas, adiantou que que o Grupo Portucel Soporcel produz, anualmente, cerca de 12 milhões de plantas.

Além de Setúbal, a ação decorre noutras localidades situadas na envolvência de unidades fabris geridas pelo Grupo Portucel Soporcel, concretamente Aveiro, Aljezur, Castelo de Paiva, Ferreira do Zêzere e Figueira da Foz.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign