21 de Outubro de 2017
20º
max. 21º
min. 13º
notícias
iniciativas em destaque
triatlo 05 de Abril de 2017
Setúbal Triathlon desafia superação

Mais de quatro centenas de atletas participam no dia 9 no Setúbal Triathlon, prova de triatlo longo com mais de cem quilómetros de distância, entre natação, ciclismo e corrida, que apresenta inovações logísticas em relação a outras realizadas no país.

“Esta é a primeira prova dos 14.os Jogos do Sado, evento que teve na génese a valorização do rio e da serra, desiderato que é cumprido no Setúbal Triathlon”, afirmou o vereador do Desporto na autarquia, Pedro Pina, na manhã de dia 5, em conferência de imprensa de apresentação do evento, na Casa da Baía. 

O Setúbal Triathlon, com o lema “Superação e Triunfo, a combinação perfeita de um desafio ímpar”, tem início às 08h00 com o segmento de natação na distância de 1,9 quilómetros cumprida num circuito de duas voltas numa zona defronte do Parque Urbano de Albarquel.

Segue-se o ciclismo, num percurso de 90 quilómetros com quatro troços distribuídos entre a cidade, com passagens pelas avenidas Luísa Todi e Jaime Rebelo, assim como pelas zonas do Alto da Guerra e da Mitrena, e a Serra da Arrábida, com ponto de retorno dos atletas programa para o Portinho.

Uma corrida com 21,1 quilómetros, num percurso com quatro voltas desenvolvido sobretudo ao longo da frente ribeirinha da cidade, constituiu o último desafio para os mais de quatrocentos triatletas que participam no evento organizado pela Câmara Municipal de Setúbal e pela HMS Sports.

O Setúbal Triathlon, “o primeiro triatlo longo realizado na cidade”, apontou Pedro Pina, dá “sentido a um dos objetivos preconizados em Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016”, concretamente “projetar o futuro desportivo com a atração de grandes eventos e competições”.

O autarca acrescentou que “é um privilégio acolher alguns dos melhores atletas da modalidade” num evento que a nível de inscrições “superou todas as expectativas” e que “potencia os elementos diferenciadores de Setúbal” para a realização desta e de outras provas desportivas.

O vereador do Desporto sublinhou ainda que o triatlo longo “é um tipo de prova cada vez mais procurado” e que, por esse motivo, o Setúbal Triathlon “iria ter muita adesão”. Adiantou que “este é apenas o arranque de muitos anos de triatlo longo na cidade”.

O diretor da HMS Sports, Hugo Sousa, impulsionador do Setúbal Triathlon, destacou as características de excelência da cidade para a realização da prova, que tem excedido as melhores projeções da organização. “A dois meses da prova tínhamos as inscrições esgotadas.”

Hugo Sousa destacou também um conjunto de inovações implementadas. “Vamos ter dois parques de transição [da natação para o ciclismo e do ciclismo para a corrida], algo inédito em provas organizadas em Portugal e que confere um maior dinamismo à competição.”

O diretor da HMS Sports apontou ainda, durante a realização do segmento de ciclismo, a introdução de “apoios mecânicos” em locais estratégicos do percurso, assim como a disponibilização de mais zonas de assistência médica, medidas que garantem “uma maior segurança para os participantes”.

Outra das novidades é a criação de uma zona para as famílias dos triatletas, à semelhança do que já acontece em provas internacionais, que fica instalada na área da meta, defronte do Largo José Afonso. “Permite, por exemplo, que os atletas cruzem a meta com o carinho dos filhos”, explicou Hugo Sousa. 

Para os triatletas participantes, Hugo Sousa, também ele um antigo praticante de triatlo longo, deixou um conselho: “O grande desafio é saber gerir o entusiasmo na zona plana do ciclismo na zona da Mitrena.” Acrescentou que “a parte final da prova é desafiante e requer sacrifício e superação”.

O presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Vasco Rodrigues, não tem dúvidas quanto ao sucesso da competição. “A localização é excelente e a organização está de parabéns. Também o próprio momento que a modalidade atravessa, em virtude de haver cada vez mais atletas, potencia o êxito.”

Vasco Rodrigues destacou ainda que Setúbal Triathlon é uma competição que está “vocacionada para servir os atletas devido ao conjunto de inovações introduzidas, à semelhança do que já acontece noutras provas internacionais, que otimizam toda a logística e usufruto do evento”.

Na conferência de imprensa realizada na manhã de dia 5 estiveram presentes os triatletas Bruno Pais e Vanessa Pereira, que fizeram a antevisão da prova de domingo, na qual participam 420 atletas, apoiados por uma equipa de 170 elementos, e partilham expectativas proporcionadas no desafio.

“Setúbal é um palco desafiante. O segmento do ciclismo, também conhecido pelo ‘rompe pernas’, é o mais duro. Conto cansar-me e, sobretudo, divertir-me numa prova que espero que seja inesquecível”, afirmou a triatleta do Atlético Clube de Portugal, que regressa às competições depois de uma época desportiva longa.

Bruno Pais, triatleta do Estoril Praia Futebol Clube, que usufrui com regularidade de Setúbal para o treino, destacou as condições excecionais da cidade para a prova e assumiu, igualmente, a dificuldade do ciclismo. “Temos de saber gerir o esforço”, adiantou, para depois revelar que espera terminar a prova “em cerca de quatro horas”.

Paralelamente à competição, o Setúbal Triathlon disponibiliza ao longo do dia, no Largo José Afonso, na Avenida Luísa Todi, zona na qual está instalada a meta, um conjunto de iniciativas para o público, como animação musical por um DJ residente e atividades desportivas.

Mais informações sobre a competição estão disponíveis em www.setubaltriahlon.pt.

Setúbal Triathlon condiciona trânsito

Várias vias de Setúbal estão encerradas ao trânsito automóvel no domingo, entre as 07h00 e as 13h00, devido à realização da competição de triatlo longo Setúbal Triathlon.

A prova desportiva motiva o encerramento das ruas Amália Rodrigues, José Pereira Martins, Marques da Costa e da Herdade, assim como as avenidas José Mourinho, Luísa Todi e 22 de Dezembro, esta apenas no troço compreendido entre as avenidas dos Combatentes e Luísa Todi.

Também a EN 10-4 é afetada pela realização do evento, com cortes de trânsito nos troços entre a Avenida Jaime Rebelo e a Estrada da Mitrena e entre a Rua Amália Rodrigues e a interseção com a EN 379-1, de acesso ao Portinho da Arrábida. Neste último caso, a EN 10 e a EN 379-1 são alternativas.

A realização do Setúbal Triathlon motiva ainda, entre as 07h00 e as 13h00, o encerramento da EN 10-8 entre a EN 10-4 e a rotunda do Alto da Guerra. Como alternativa, os automobilistas devem utilizar a EN 10, bem como a Estrada das Manteigadas.

A Avenida Luísa Todi mantém-se encerrada na faixa sul, no troço compreendido entre as ruas da Cordoaria e Teotónio Banha, até às 18h00.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign