11 de Dezembro de 2017
13º
max. 16º
min. 7º
notícias
iniciativas em destaque
qualificação 03 de Novembro de 2016
Trabalho em rede melhora desporto

A importância do trabalho em parceria na área do desporto, nomeadamente com a criação de redes no ensino superior politécnico, foi realçada no dia 3, na abertura de um encontro a decorrer até dia 4 em Setúbal.

O “1.º Fórum da REDESSP – Desporto”, que se realiza no Auditório Nobre do Instituto Politécnico de Setúbal, junta institutos politécnicos vocacionados para o ensino na área do desporto numa reflexão e debate sobre um conjunto de temáticas relacionadas com a atividade física.

Com o mote “Construir Redes para a Qualidade da Formação em Desporto no Ensino Superior”, o encontro, inserido no programa Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, pretende dar a conhecer projetos de intervenção comunitária ligados ao desporto, refletir sobre as redes de conhecimento nesta área e promover a cooperação e partilha de competências para uma formação de excelência nas profissões do domínio desportivo.

A qualidade no ensino superior, as redes de conhecimento em desporto e a formação para as profissões do desporto são as três áreas temáticas trabalhadas na iniciativa, dinamizada pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, pela REDESPP – Rede de Escolas com Formação em Desporto do Ensino Superior Politécnico Público, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, pela Câmara Municipal de Setúbal e pelos institutos politécnicos de Setúbal e Santarém.

A autarquia “assumiu, nos últimos anos, um papel decisivo na criação de condições que permitem à generalidade dos cidadãos o acesso a formas qualificadas de desporto”, sublinhou o vereador com o pelouro do Desporto, Pedro Pina, na sessão de abertura do encontro.

As condições naturais de Setúbal e Azeitão, o investimento no programa de Cidade Europeia do Desporto 2016 e o consequente aumento do contingente de jovens a praticar desporto foram aspetos realçados pelo autarca.

“A autenticidade do Parque Natural da Arrábida, espaço privilegiado para a prática de atividades da natureza”, e as condições do rio Sado para “a prática de desportos náuticos” foram destacadas por Pedro Pina, para salientar que esta realidade faz do concelho e da região de Setúbal um “destino desportivo de excelência”.

Ao destacar a importância de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, o autarca deu conta do vasto conjunto de atividades nas vertentes do lazer, formação e competição, salientando que o investimento no programa tem “enormes vantagens”.

Para Pedro Pina, esse investimento constitui uma alavanca para o aumento dos contingentes de jovens que querem praticar desporto, mas também para aqueles que “querem fazer do desporto a sua vida profissional” e, para isso, “ingressarem num dos vários e qualificados cursos superiores de desporto que existem no país”.

Numa abordagem à formação nas áreas que envolvem o desporto e o exercício físico, o presidente do Instituto Politécnico de Setúbal, Pedro Dominguinhos, apontou a importância deste tipo de estabelecimentos de ensino na aproximação às comunidades locais.

O diretor do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Direção-Geral da Saúde, Pedro Teixeira, em representação do diretor-geral da Saúde, salientou, na sessão de abertura, a colaboração existente com diferentes parceiros da atividade física, educação e saúde para o desenvolvimento de uma estratégia estruturada e inclusiva promotora de estilos de vida saudável. 

“Foi o trabalho intersectorial desenvolvido que resultou na Estratégia Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Saúde e do Bem-Estar”, apresentada em maio deste ano, referiu.

O secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, igualmente presente, evidenciou a importância do 1.º Fórum da REDESPP enquanto promotor de parcerias que conduzam à “partilha de laços” e ao “trabalho conjunto”.

O governante, que caracterizou Setúbal como “uma bela cidade”, deu conta do recente avanço dos 28 estados-membros da União Europeia para a criação de um sistema integrado de monotorização e vigilância da atividade física e desportiva.

O objetivo do projeto é criar condições para melhorar a qualidade das estratégias e políticas públicas quer em termos internacionais, quer nacionais.

O presidente da REDESPP, José Rodrigues, realçou alguns dos objetivos da rede, como é o caso da promoção de sinergias institucionais de estímulo à formação e à investigação na área do desporto no ensino superior politécnico público, bem como a concretização “de parcerias e projetos comuns na promoção de serviços à comunidade e de apoio ao desenvolvimento do desporto”.

Durante o encontro, foi assinado um protocolo entre o Instituto Português do Desporto e Juventude e a REDESPP para a implementação de um conjunto de iniciativas que, nomeadamente, incluem estágios para docentes e alunos, formações e ainda participação em congressos e seminários.

A sessão prosseguiu com apresentações de projetos específicos de institutos politécnicos do país, estando previsto o encerramento, às 19h45, com o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

No dia 4, o 1.º Fórum da REDESPP continua com mais apresentações de projetos, a par de comunicações livres e duas conferências, culminando com a sessão de encerramento destes dois dias de trabalho, com a presença prevista do secretário Estado da Juventude e do Desporto, entre outras individualidades.

ferramentas
notícias relacionadas
mais recentes
+ lidas
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign