18 de Dezembro de 2017
13º
max. 12º
min. 2º
notícias
iniciativas em destaque
marchas 13 de Junho de 2016
Tradição das marchas na Avenida

As dez coletividades participantes nas Marchas Populares de Setúbal 2016 apresentaram-se à cidade no dia 11 à noite na Avenida Luísa Todi e desfilam em competição nos dias 17 e 18 na Praça de Touros Carlos Relvas.

“Bocage Somos Nós”, inspirada nas comemorações dos 250 anos do nascimento do poeta, com letra de José Condeça e música de José Condinho, cantou, no início do certame, a madrinha das madrinhas, Ivone Dias, para os milhares de pessoas presentes ao longo da Avenida Luísa Todi.

Antes das coletividades em competição, a marcha da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, com alunos e professores vestidos de bombeiros, desfilou, extraconcurso, com o tema “Bombeiros: Vidas com mérito”.

“Setúbal, Cidade Europeia do Desporto 2016”, programa municipal com atividades ao longo do ano, foi evocado pela marcha infantil de “O Sonho” no primeiro desfile desta edição, que se realizou no lado sul da Avenida Luísa Todi, num percurso com dois pontos de coreografia entre o Auditório José Afonso e o Fórum Municipal Luísa Todi.

Igualmente extraconcurso, apresentam-se as marchas infantis do Núcleo Bicross de Setúbal, com “Os Jogos da minha Infância”, e da Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, com a temática “E o mar aqui tão perto”, em homenagem à marcha de 2002 daquela coletividade.

A noite popular deste certame organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, com os apoios da Europrol e da Aplaudir, prosseguiu então com a apresentação ao público das dez marchas a concurso nesta edição.

A primeira coletividade a mostrar-se à cidade foi o Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, que desfilou com o tema “Amores são tradição em noites de São João”, com cinquenta marchantes a recriar a figura dos aguadeiros e os amores com as raparigas que lhes compravam água. Dos arcos destacam-se as janelas de sacada com pequenos varandins, e uma fonte, elemento essencial no trabalho do aguadeiro. Marco Caetano e Mafalda Batista são os padrinhos.

Na marcha da União Desportiva e Recreativa das Pontes, inspirada em locais e figuras de Setúbal, há um brasão envolvido pelas ondas do mar com alguns desses elementos da cidade. Quarenta marchantes formam o grupo, com Carla Lança como madrinha. O tema é “Setúbal, Cidade das Maravilhas”.

A terceira marcha a concurso a desfilar foi a do Grupo Desportivo da Fonte Nova, com o tema “Bairro de Troino é História”, numa homenagem às gentes que trabalhavam como conserveiras e pescadores. No total, a coletividade, com Sónia Colaço como madrinha, apresenta quarenta marchantes, que representam sardinhas e fazem referência a várias cidades portuguesas.

A Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bem-Vinda a Liberdade centra a sua atuação na Avenida Luísa Todi desde os tempos em que se chamava Rua da Praia até aos dias de hoje. Com o tema “Da Praia Antiga Rua, Luíza Tody Avenida”, trabalho apresentado por 44 marchantes, com Carina Martins como madrinha, os homens desfilam com trajes de pescador, enquanto as mulheres apresentam referências aos golfinhos e a outros elementos ligados ao mar.

“Minha cidade cheira a flores, oiço as gaitas a tocar… Diz a rapariga com vaidade… São os amoladores a chegar” foi o tema escolhido pelo Grupo Desportivo Setubalense “Os 13”, com 44 marchantes a recordarem uma profissão típica, eles trajando de amoladores, acompanhados pelo som melodioso da gaita, elas com apontamentos nas roupas a simbolizar as varandas e as janelas às quais se assomavam. Susana Martins é a madrinha.

O Centro Cultural e Desportivo de Brejos de Azeitão, com Raquel Faria como madrinha, apresentou “40 Anos de História. Com Audácia os Pequenos também vencem”, com quarenta marchantes a homenagear todos os que contribuíram para a evolução do clube no ano em que comemora o 40.º aniversário e a dar a conhecer as principais atividades culturais e desportivas do clube. O amarelo e o vermelho deram cor aos figurinos, trajados com bolas e com o número quarenta.

A relevância que os azulejos têm no quotidiano dos azeitonenses foi a proposta da Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, com 48 marchantes e Rita Guerreiro como madrinha desta coreografia, com o tema “Do Bairro ao Azulejo”. Corres terrenas, associadas ao barro, enfeites de estilo hispano-árabe e lantejoulas prateadas e laranja foram as apostas dos figurinos.

As vendedoras de rua inspiraram o Núcleo Bicross de Setúbal numa apresentação com o tema “Rua acima, rua abaixo… numa feliz correria”. O grupo, formado por quarenta marchantes e tendo Joana Lança como madrinha, estilizou as figuras típicas dos vendedores de roupa, com detalhes de flores, peixes e frutos no vestuário.

A ACTAS – Academia Cultural de Teatro e Artes de Setúbal, com 36 marchantes e Maria Cordeiro como madrinha, exibiu “Setúbal está mais Bonita”, tema inspirado no programa municipal “Setúbal Mais Bonita”, devido ao êxito da iniciativa graças à envolvência da comunidade no embelezamento do concelho. Pretos e brancos e padrões florais demonstram a cidade antes da requalificação, enquanto lantejoulas prateadas simbolizam pingos de tinta. Os oito arcos representam vários edifícios da cidade.

O Grupo Desportivo Independente, com quarenta marchantes, encerrou o desfile de dia 11 à noite na Avenida Luísa Todi, com “São pedaços de amor feitos à mão”, numa alusão ao artesão Jacinto Tadeu, que enchia a arcada da Igreja de São Julião de cor, arte e muita imaginação em minibicicletas. A madrinha da coletividade é Sara Margarida.

Depois desta apresentação das coletividades à cidade, segue-se a fase da competição na Praça de Touros Carlos Relvas, nos dias 17 e 18, às 22h00, com bilhetes a 2,5 euros para a geral, 3 para as cadeiras e 4 para os lugares de camarote. As crianças até 10 anos não pagam.

As dez coletividades participantes, a competir para a classificação geral e por diversos prémios específicos, desfilam sob o olhar atento do júri, composto por Ângela Pinto, presidente, Teresa Varela, cenografia, Rita Vilhena, coreografia, Ana Sabino, figurino, António Bento, letra, e Marco Batista, música.

No dia 17 competem o Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, a União Desportiva e Recreativa das Pontes, o Grupo Desportivo da Fonte Nova, a Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bem-Vinda a Liberdade e o Grupo Desportivo Setubalense “Os 13”.

Já o Centro Cultural e Desportivo de Brejos de Azeitão, a Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, o Núcleo Bicross de Setúbal, a ACTAS – Academia Cultural de Teatro e Artes de Setúbal e o Grupo Desportivo Independente desfilam no dia 18.

Os resultados são divulgados no dia 19 na página da internet da Câmara Municipal de Setúbal, em www.mun-setubal.pt.

A entrega de prémios das Marchas Populares de Setúbal 2016 realiza-se numa gala a 16 de julho, às 21h30, no Fórum Municipal Luísa Todi.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign