22 de Outubro de 2017
11º
max. 20º
min. 10º
notícias
iniciativas em destaque
trânsito 08 de Outubro de 2014
Trânsito assegurado durante obras

Um conjunto de alternativas viárias destinadas a minorar os efeitos provocados por um corte parcial de trânsito na zona da Praça do Brasil, no âmbito de uma intervenção urbana a decorrer na cidade, foi garantido pela Câmara Municipal.

As operações urbanísticas, com trabalhos em execução na Praça do Brasil, na Avenida República da Guiné-Bissau, na Praça Vitória Futebol Clube e na Avenida Alexandre Herculano, incluem a instalação de uma rede primária de saneamento e ações de embelezamento urbano.

A zona da Praça do Brasil é uma das mais afetadas pelas obras, que, nesta fase, estão centradas na criação de troços da rede de saneamento que integram o novo emissário dos Ciprestes/Bonfim, criado no âmbito da obra do Alegro Setúbal e prevista no Plano de Urbanização da Entrada Norte da Cidade de Setúbal.

O acesso automóvel à Praça do Brasil no sentido nascente/poente está interdito durante previsivelmente durante uma semana devido à criação de uma parte daquela rede primária de saneamento, neste caso num troço compreendido entre a Rua Damão e a Praça do Brasil.

“Vamos tentar que a obra naquele troço seja feita o mais rápido possível. Quando estiver concluída, o acesso à Praça do Brasil a partir da Estrada dos Ciprestes é reposto”, anunciou o vereador do Urbanismo da Autarquia, André Martins, hoje de manhã, em encontro com jornalistas.

Depois, os trabalhos de instalação da rede saneamento continuam pela Rua Olavo Bilac, arruamento que fica interdito durante o decorrer dos trabalhos de ligação dos coletores ao restante troço do emissário dos Ciprestes/Bonfim que está a ser criado na zona da Várzea.

A Avenida República da Guiné-Bissau está condicionada à circulação automóvel durante o decorrer dos trabalhos gerais (rede de saneamento e ações de beneficiação urbana), com conclusão prevista para janeiro, período em que o trânsito se processa apenas no sentido poente/nascente.

Para minimizar os efeitos provocados pelos condicionamentos e cortes das vias, a Autarquia assegurou o funcionamento de um trajeto alternativo, pela Avenida da Europa, dotada de uma nova rotunda de ligação com a Avenida Independência das Colónias.

“A criação da rotunda na Avenida da Europa foi a única possibilidade de garantir, aquando do encerramento de parte da Avenida República da Guiné-Bissau, o acesso àquela zona habitacional e a fluidez no esquema de circulação”, afirmou André Martins.

A redistribuição de trânsito programada para a Avenida da Europa inclui, posteriormente, a construção de uma outra rotunda, a instalar na interseção com a Rua Manuel Joaquim Santana Reimão, que dá acesso à zona habitacional do Bairro do Liceu.

A construção do emissário dos Ciprestes/Bonfim, uma rede de saneamento ligada entre a zona da Nova Azeda e a estação elevatória instalada na Rua da Escola Técnica, perto do Jardim do Bonfim, está prevista num plano de urbanização promovido pela Autarquia e impulsionado pelas obras do Alegro Setúbal.

O plano inicial, como explicou o vereador do Urbanismo do Município, “previa o atravessamento da rede ao longo de toda a Estrada dos Ciprestes até à Praça do Brasil”, uma solução entretanto reformulada devido às maiores dificuldades técnicas e logísticas que esta implicaria.

“Como a Estrada dos Ciprestes já tem uma série de infraestruturas instaladas no subsolo, o emissário teria de passar pelo centro da via, o que implicava que aquele arruamento estivesse intransitável durante cerca de dois meses, ainda com maiores constrangimentos na cidade”, frisou André Martins.

A solução encontrada, adiantou o autarca, foi a de “desviar o emissário dos Ciprestes/Bonfim” para uma nova localização, em concreto, pela zona da Várzea, na qual está a ser construída a primeira fase de uma via de ligação entre a Estrada dos Ciprestes e a Avenida da Europa.

Esta nova via, paralela à Estrada dos Ciprestes, com conclusão prevista até dezembro, “já estava prevista nos estudos de construção do futuro Parque Urbano da Várzea”, esclareceu o vereador. “Aproveitou-se a oportunidade para avançar de imediato com a obra que vai melhorar a fluidez de tráfego.”

A entrada em funcionamento da nova via, com circulação apenas no sentido norte/sul, permite que a Estrada dos Ciprestes, no futuro igualmente intervencionada com melhorias urbanas, passe a funcionar somente no sentido sul/norte, o que resulta numa maior redistribuição do trânsito.

As intervenções de instalação da rede de saneamento em curso nas avenidas República da Guiné-Bissau e Alexandre Herculano, assim como na Praça Vitória Futebol Clube, resultaram numa oportunidade para a Câmara Municipal de Setúbal promover um conjunto de beneficiações urbanas.

As operações permitem dotar estes arruamentos de uma maior atratividade e de renovadas dinâmicas de usufruto e de vivência urbana e, globalmente, impulsionar um profundo reordenamento e distribuição do trânsito na cidade, com a constituição de novos eixos prioritários de circulação.

Os transeuntes e cicloturistas reforçam a prioridade em novos corredores de circulação que facilitam a ligação entre a área nascente da cidade e a frente ribeirinha, enquanto o trânsito é reordenado com a implementação de medidas que garantem o fluxo automóvel e ajudam a melhorar o ambiente.

“É uma requalificação que se encontra com as atuais características urbanas”, justificou André Martins, ao frisar que a “visão estratégica municipal preconizada passa por garantir facilidades de acesso automóvel mas também garantir melhores condições de mobilidade para os transeuntes e cicloturistas”.

Avenida Alexandre Herculano

A criação de um espaço amplo, com um circuito pedonal e uma ciclovia e a possibilidade de instalação de quiosques com esplanadas, é uma das mudanças mais visíveis na Avenida Alexandre Herculano, concretizada com a remoção da vedação do Parque do Bonfim e com o alargamento da área de passeio.

A medida permite o apetrechamento daquela via de renovadas características urbanas e facilita, paralelamente, a permeabilidade e fruição do próprio jardim, com mais pontos de atratividade e melhores condições de segurança, neste caso, através do reforço da iluminação pública.

A intervenção na Avenida Alexandre Herculano inclui a substituição integral da linha de árvores localizada no separador central daquele arruamento, decisão fundamentada após a realização de uma análise fitossanitária criteriosa aos 62 lódão-bastardo ali existentes.

O relatório técnico, elaborado entre agosto e setembro, concluiu que a maioria dos espécimes analisados evidencia má vitalidade e constitui um risco para a segurança pública, uma vez que as árvores apresentam uma acentuada possibilidade de queda de ramos e troncos a breve prazo.

“A análise fitossanitária concluiu que as árvores não estão em condições, pelo que decidimos remover a maior parte, numa operação já a decorrer. Contudo, vai ser feito um novo alinhamento arbóreo, já com alguma dimensão, mais jovem e com características mais urbanas”, realçou André Martins.

As conclusões do relatório motivaram a decisão da Autarquia em remover daquele local todos os exemplares e plantar uma nova linha de árvores com espécimes jovens, cujas características arbóreas se adequam àquele espaço. Das 62 árvores removidas, cinco são reaproveitadas e plantadas noutro espaço.

O trânsito automóvel também é alterado na Avenida Alexandre Herculano, passando a ser feito, definitivamente, numa faixa de rodagem com uma via em cada sentido de circulação. Paralelamente são criadas mais bolsas de estacionamento, devidamente ordenadas, em harmonia com a nova linha arbórea.

Avenida República da Guiné-Bissau

A operação de renovação urbanística promovida pela Câmara Municipal de Setúbal, com conclusão prevista para janeiro de 2015, engloba a execução de ações profundas de reperfilamento na Avenida República da Guiné-Bissau.

A reformulação da faixa de rodagem, que passa a ter sete metros e duas vias de circulação com dois sentidos de trânsito, permite criar um corredor pedonal e ciclável, no lado sul, de ligação entre a Avenida Alexandre Herculano e a Estrada dos Ciprestes.

A intervenção naquele arruamento surge após a decisão de criar uma rotunda na confluência das avenidas da Europa e Independência das Colónias, que passa a constituir um novo eixo de entrada no centro da cidade de ligação à frente ribeirinha e que permite a redução de tráfego na Avenida da República da Guiné-Bissau.

Praça Vitória Futebol Clube

O objetivo de assegurar uma melhor redistribuição do sistema de circulação viário na cidade passa pela Praça Vitória Futebol Clube, nó giratório que distribui o trânsito nas avenidas Alexandre Herculano, República da Guiné-Bissau, Dr. António Rodrigues Manito e 22 de Dezembro.

Ali, os trabalhos incluem o redimensionamento da rotunda existente a par da construção de uma nova infraestrutura viária, na confluência das avenidas Dr. António Rodrigues Manito e 22 de Dezembro, soluções que asseguram uma maior fluidez e reorganização de tráfego.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign