19 de Outubro de 2017
16º
max. 22º
min. 15º
notícias
iniciativas em destaque
requalificação 06 de Outubro de 2014
Visita acompanha obras do convento

O Convento de Jesus, monumento nacional atualmente em fase de reabilitação e requalificação, foi visitado no dia 5 por uma delegação constituída por elementos da Associação Europeia de Casas Históricas.

Durante a visita, promovida pela Associação Portuguesa das Casas Antigas, foi apresentada à delegação o projeto de requalificação do monumento que, deverá, no final das intervenções, receber o Museu de Setúbal.

A visita impressionou toda a delegação devido aos avanços registados na reabilitação do Convento de Jesus, sendo que a obra atualmente em curso no monumento nacional, assumida pela Câmara Municipal de Setúbal, destina-se a suster a degradação e a permitir a abertura parcial do edifício ao público.

A visita de dia 5, que também incidiu no centro histórico de Setúbal, integrou o programa da Assembleia Geral da Associação Europeia de Casas Históricas, que decorreu, numa parceria com a Associação Portuguesa das Casas Antigas, na região de Lisboa entre quinta-feira e domingo.

A delegação incluiu ainda individualidades não ligadas à associação europeia, como Carrilho da Graça, o arquiteto responsável pelo projeto de requalificação integral do convento, e Fernando António Baptista Pereira, investigador de história de arte, bem como a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, e o presidente da Associação Portuguesa das Casas Antigas, Hugo O’Neill.

As intervenções atualmente a decorrer representam um investimento global de três milhões e 200 mil euros, com comparticipação de fundos comunitários com uma taxa de 65 por cento, através do PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, no âmbito do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional.

A Autarquia chamou a si a liderança deste processo após receber, por protocolo, a posição de beneficiário da candidatura que pertencia ao IGESPAR, por este instituto da Administração Central, atualmente integrado na Direção-Geral do Património Cultural, alegar incapacidade orçamental.

Já o projeto de requalificação integral representa um investimento estimado em 14 milhões de euros, no qual se pretende conectar o convento restaurado a um novo conjunto de edifícios com novas valências culturais.

O projeto integra a constituição de dois núcleos, interligados mas funcional e morfologicamente distintos, que incluem o Convento de Jesus, com espaços para exposições permanentes, e um novo edificado de apoio às atividades museológicas.

Esta requalificação geral foi estimulada após, em junho de 2013, a Europa Nostra, que desenvolveu, com o apoio do Banco Europeu de Investimento, um programa que visa a recuperação de património em risco, ter incluído o Convento de Jesus numa lista restrita de sete monumentos europeus ameaçados e a necessitar de obras. A seleção, para a qual o Convento de Jesus foi o único a ser votado por unanimidade, deveu-se à importância histórica e arquitetónica dos imóveis.

O Convento de Jesus, situado no interstício das muralhas quatrocentistas e seiscentistas, é a principal referência patrimonial de Setúbal, sendo considerado Monumento Nacional desde 1910.

Fundado em 1490, acolhe, desde o início da década de 60 do século XX, as instalações do museu de setúbal, acervo com diversas coleções artísticas, arqueológicas, históricas e documentais de elevado valor, nalguns casos com dimensão internacional.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign