19 de Outubro de 2017
20º
max. 20º
min. 14º
notícias
iniciativas em destaque
requalificação 09 de Junho de 2014
Voluntários deixam Setúbal mais bonita

A pintura de edifícios na Rua Vasco da Gama e a inauguração da decoração da Rua Dr. Paula Borba, no centro da cidade, foram os pontos altos da quarta edição do “Setúbal Mais Bonita”, que se realizou nos dias 6, 7 e 8.

No dia 7, milhares de voluntários ajudaram a reabilitar a imagem urbana de Setúbal, ao pintarem floreiras, bancos, muros, portas e até vários edifícios da habitação da Rua Vasco da Gama, na zona da Fonte Nova, neste caso a expensas dos proprietários, que adquiram as tintas.

A meio da manhã do segundo dia do projeto municipal “Setúbal Mais Bonita”, aquela artéria, entre o Largo da Palmeira e a Praça Machado dos Santos, mostrava os primeiros sinais de requalificação, com as fachadas dos prédios a ganharem cor.

“Está excelente!”, frisou a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, ao olhar de um extremo ao outro da rua, salientando o “ambiente” ali gerado com centenas de voluntários a “transformarem Setúbal, a pôr Setúbal mais bonita”.

A autarca, bem como os vereadores André Martins, Carlos Rabaçal, Carla Guerreiro, e Manuel Pisco e Pedro Pina, foi a primeira a envergar a camisola do “Setúbal, Mais Bonita”, por volta das 09h00, para dar início aos trabalhos de recuperação do muro que circunda o Largo da Palmeira.

À medida que os voluntários iam chegando foram distribuídas t-shirts, bonés, luvas, trinchas, rolos e lixas. Enquanto uns lixavam e envernizavam o assento de madeira junto do muro, outros pintaram-no de branco.

Às 10h00, o Largo da Palmeira estava cheio de mãos de todos os tamanhos a embelezar aquele espaço público. Mariana, de apenas 3 anos, estava entusiasmada a ajudar a pintar de amarelo uma fachada com o irmão de 13 anos, a mãe e o pai.

Este foi o primeiro ano em que a família de Mariana participou no “Setúbal, Mais Bonita”, contribuindo para o espírito deste projeto municipal, assente na cidadania e no voluntariado, juntando-se às muitas famílias que, de Azeitão à Gâmbia, colaboraram na diversidade de intervenções desta edição.

O Executivo municipal quis ver como Setúbal estava a ficar mais bonita e percorreu desde a Fonte Nova, passando pelo Troino, até à Rua Detrás da Guarda, frente da Casa da Cultura, onde dezenas de chapéus coloridos estão suspensos nos jacarandás, numa iniciativa da Câmara Municipal.

Dali, presidente, vereação e técnicos da Autarquia seguiram pela Praça de Bocage, onde algumas floreiras estava a ser pintadas, até ao Largo Francisco Soveral, antigo Largo da Ribeira Velha.

Neste largo, enquanto as Concertinas da Casa do Benfica da Charneca da Caparica estavam a dar música, seis voluntários terminavam o muro circular, retirando o excesso de tinta.

O ambiente festivo continuou pela Rua Dr. Paula Borba, na Baixa comercial, até ao Largo da Misericórdia, onde muitos curiosos admiravam e fotografavam a decoração alusiva ao que melhor simboliza Setúbal – como o rio Sado, a pesca, as praias e a fauna marítima –, numa iniciativa de comerciantes e integrada na “Setúbal Mais Bonita”.

“Está muito bonito mas pensava que era só para os santos populares”, salientou Manuela Coradinho, setubalense mas residente na Holanda, ao admirar os trabalhos manuais dispostos em redes de pesca sobrelevadas e nas montras das lojas.

À tarde, a inauguração oficial fez-se com um brinde de moscatel, também oferecido à porta das lojas aderentes a esta iniciativa coordenada pela lojista Tininha, com o apoio da Atlantic Ferries e da Troiaresort.

Na companhia de António Manuel Ribeiro, dos UHF, de Luís Buchinho, estilista setubalense, e ao som do grupo Cantares do Sado, a presidente da Câmara Municipal referiu que aquela é a “mudança do paradigma da Baixa cinzenta”.

Maria das Dores Meira agradeceu o esforço de todos os que “trabalharam muito, muito para pôr de pé este lindo projeto, o primeiro de muitos”.

A autarca salientou que esta é uma “amostra do que vai acontecer na Baixa”, referindo-se a esta iniciativa como o “tal clique que faltava” para motivar quem ali trabalha.

Enquanto a Rua Vasco da Gama ganhava um novo colorido – salmão, verde, amarelo ou vermelho – com as tintas Barbot, principal parceira este ano no projeto “Setúbal Mais Bonita”, também os edifícios do Largo Joaquim António de Aguiar, antigo Largo da Machadas, junto da Rua Arronches Junqueiro, foram pintados por motards do Moto Clube de Setúbal.

Um dos voluntários lembrou que naquele largo, onde era montado um palco, festejavam-se os santos populares. “A ‘Arronches Junqueiro’ estava sempre cheia de gente.”

Enquanto um muro perto do Estádio do Bonfim era requalificado pelo street artist Odeith – que, desde o início da manhã, pintava um menino, a Praça de Bocage e o seu nome em 3D –, o gradeamento nas traseiras do complexo desportivo estava a ser pintado.

“Este muro foi pintado por voluntário. Respeite o trabalho dos outros”, pode ler-se junto das Piscinas Municipais de Azeitão num dos muros beneficiados nesta zona do concelho.

Uma das intervenções na freguesia da Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra foi a pintura das marcações do Parque Desportivo e Recreativo do Poço Mouro. Já na de S. Sebastião, a Alameda das Palmeiras contou com trabalhos de reabilitação de espaços verdes.

Perto de centena e meia de ações decorreu nos três dias do “Setúbal Mais Bonita”, que começou a 6, dia dedicado às escolas.

Com o voluntariado e o mecenato como bases de apoio para a concretização deste projeto, a Câmara Municipal voltou a promover a reabilitação do espaço urbano e de escolas básicas do concelho.

Além da parceria com as tintas Barbot, o “Setúbal Mais Bonita” contou com o envolvimento das empresas Vibeiras, EDP, Carmona, Fertagus, Portucel, Jumbo/Auchan, JVR Construções, Refrige, Águas do Sado, Santander Totta, Atlantic Ferries e TST, ao abrigo do mecenato, que contribuíram com apoio financeiro ou logístico, na angariação de voluntários e, mesmo, na execução de ações.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign