26 de Setembro de 2016
24º
max. 26º
min. 13º
Turismo
iniciativas em destaque
Casa da Baía

A Casa da Baía – Centro de Promoção Turística, inaugurada a 7 de maio de 2011, disponibiliza serviços de promoção, divulgação e comercialização de produtos de referência do Concelho, como queijo, vinho e doces, e zonas de restauração.

Inclui uma área vínica, com uma garrafeira em que estão representados 36 produtores da região, apta para receber eventos especializados desta atividade económica, e uma loja gourmet, com queijos e doçaria tradicional.

No espaço funcionam também uma galeria de exposições, com mostras temporárias de responsabilidade municipal, um auditório multiusos, uma sala de reuniões e espaços para as confrarias do Queijo de Azeitão e do Moscatel de Setúbal, para a Associação Baía de Setúbal e para promotores turísticos, além de várias salas de apoio.

A Casa da Baía, autêntica sala de visitas da região de Setúbal, integra também o Posto Municipal de Turismo, com zonas de atendimento e uma área de apoio administrativo.

Os claustros, uma área agora totalmente coberta, funciona como jardim de inverno, um espaço dedicado a momentos de convívio e lazer, propício para a realização de pequenos eventos culturais.

Ao ar livre, numa das zonas exteriores que integram o imóvel, foi criada uma outra área de lazer e de espetáculos, que, através do chão em vidro, permite observar vestígios arqueológicos descobertos no local durante a fase de preparação das obras. Alguns desses achados estão expostos num núcleo museológico criado para o efeito.

A criação da Casa da Baía permitiu também a refuncionalização de um edifício da primeira metade do século XVIII e classificado como Património Municipal.

A obra, incluída no PIVZRS – Programa Integrado de Valorização da Zona Ribeirinha de Setúbal, com custos de cerca de um milhão de euros, foi executada com comparticipação de fundos comunitários através do PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, no âmbito do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional.

Dados históricos

O edifício antigamente designado por Recolhimento de Nossa Senhora da Soledade foi residência para religiosas a partir de 1745.

Já no século XIX, em 1834, foi decretada a extinção das ordens religiosas ativas em Portugal, facto que ditou outras utilizações para aquele edifício.

A década de 20 do século passado foi, também em Setúbal, um período dramático, de grande miséria social. Sintoma das penosas condições de vida dos setubalenses foi a proliferação de instituições de acolhimento de crianças, como o Asilo da Infância Desvalida, das Florinhas da Rua, o Orfanato Municipal, a Beneficência Escolar, a Creche ou o Hospício Municipal.

É neste contexto que em 18 de maio de 1919 é fundado no antigo Recolhimento de Nossa Senhora da Soledade, o Orfanato Municipal Sidónio Pais, entretanto extinto mas cuja atividade pode ser testemunhada, em parte, pelo acervo guardado no Centro de Convívio dos Antigos Alunos do Orfanato Municipal.

O Centro, fundado por antigos alunos do Orfanato Municipal, preserva na sede social um pequeno núcleo museológico que perpetua a memória do que foi uma grande e prestigiada Oficina de Artes Gráficas e também uma verdadeira escola de cidadania.

O Orfanato Municipal de Setúbal dotou jovens com ensinamentos que lhes permitiu seguir um ofício e singrar na vida como cidadãos de pleno direito.

Neste edifício viria a funcionar um estabelecimento de ensino, um infantário e uma galeria de artes plásticas.

Valências
  • Posto de informação turística
    Centro de atendimento e informação do público visitante
  • Núcleo arqueológico
    Exposição de artefactos arqueológicos recolhidos no edifício
  • Loja vínica
    Espaço de representação e venda dos vinhos da Península de Setúbal
  • Loja produtos regionais gourmet
    Espaço de promoção e venda de produtos regionais
  • Pátio interior
    Esplanada de jardim de inverno e zona de espetáculos
  • Pátio exterior
    Zona de espetáculos e de esplanada
  • Sala de operadores turísticos
    Espaço de promoção de todos os operadores (empresas de animação turística, alojamento e restauração)
  • Sala das Confrarias Moscatel de Setúbal e Queijo de Azeitão
  • Sala da Associação da Baía de Setúbal
  • Galeria de exposições
  • Auditório
  • Sala de reuniões
  • Restaurante
Espaços para aluguer

A Casa da Baía dispõe de várias áreas polivalentes que permitem uma utilização multifacetada, através de um uso integrado ou parcelar dos diversos espaços funcionais do equipamento municipal.

O auditório e a sala de reuniões, dotados de equipamentos audiovisuais, permitem uma configuração diversificada e adaptada às necessidades de cada evento. O ambiente reservado é complementado por uma área de receção e de restauração.

Através de uma bolsa de fornecedores parceiros, os utilizadores destes espaços podem usufruir de um vasto leque de serviços adicionais profissionalizados, nomeadamente audiovisuais, catering e hospedeiras.

Consulte aqui o preçário dos espaços para aluguer.
 

Casa da Baía – Centro de Promoção Turística
Avenida Luísa Todi, n.º 468
Telf.: 265 545 010 | 915 174 442
gatur@mun-setubal.pt

  • De 1 de junho a 15 de setembro
    Dom a qua, das 09h00 às 22h00
    Qui a sab e vésperas de feriado, das 09h00 às 24h00
  • De 16 de setembro a 31 de maio
    Todos os dias, das 09h00 às 20h00
ferramentas
APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign