22 de Agosto de 2017
20º
max. 27º
min. 17º
Ambiente
iniciativas em destaque
Espaços Verdes

Sabe bem passear por Setúbal...

Jardim do Bonfim

A origem de um espaço verde no local, onde se situa o parque do Bonfim, remonta ao século XVI, quando D. Manuel I adquiriu a Herdade Barbuda, a Norte do Postigo de Santa Catarina, na confluência com a atual avenida 5 de Outubro.

Naquele vasto terreno mandou plantar um aprazível jardim. Ao longo dos anos, o jardim sofreu várias obras e ampliações. O atual foi concebido pelo arquiteto paisagista António Viana Barreto, no início dos anos 60, década da sua construção.

Desde então, a estrutura do parque sofreu pequenas alterações, como a criação de novos caminhos devido ao aumento de utilização como zona pedonal.

Este jardim público, situado na freguesia de São Julião, ocupando uma área de 42.531 metros quadrados, sofreu uma intervenção entre 1996 e 1998, que permitiu a instalação de rega automática e de novo imobiliário urbano, bem como a melhoria do sistema de drenagem, a recuperação da iluminação e dos pavimentos.

Relativamente ao material vegetal privilegiou-se a manutenção de todas as árvores e arbustos em bom estado vegetativo. Todos os relvados foram reinstalados. Como elemento vegetal singular referencia-se um exemplar de pinheiro buni (Araucária bidwilli).

No inventário do património arbóreo, iniciado em 2000, foram registadas 339 árvores pertencentes a 40 espécies diferentes. O elemento “água” marca presença de variadíssimas formas – do bebedouro à fonte, do lago à linha de água que ocorre ao longo dos caminhos. Este pulmão verde da cidade continua a ser o mais procurado pelos setubalenses.

Parque Verde da Bela Vista

Com uma área de dez hectares, esta é a maior zona verde da cidade. Aberto ao público desde 2003, o Parque Verde da Bela Vista faz jus ao nome.

Extensos relvados, polvilhados pelas sombras dos inúmeros pinheiros mansos, convidam a piqueniques e merendas. Um dia em família enquadra-se no espírito deste parque, dotado também com um parque infantil.

O desporto marca igualmente forte presença, existindo para o efeito pistas de manutenção, campos de jogos e balneários, além, naturalmente, dos relvados, onde se podem praticar os mais variados desportos de campo.

A vista panorâmica é talvez o ex-líbris do parque, que proporciona uma paisagem singular para o rio, a península de Troia, a Arrábida e a cidade.

O cume mais alto do relevo algo acidentado, onde se encontra uma simpática capela restaurada, é passagem obrigatória para se poder admirar este quadro de Setúbal. Aberto todos os dias do ano, localiza-se próximo do Bairro da Bela Vista, com acessos através das avenidas da Bela Vista e Belo Horizonte.

Parque Urbano de Albarquel

A inauguração, em maio de 2008, faz deste espaço a mais recente zona verde da cidade.

Praticamente no sopé da serra da Arrábida, encontra-se junto do rio, oferecendo uma vista deslumbrante para o estuário e Troia.

É um dos locais mais procurados pela população para usufruir de momentos de ócio.

Os cerca de quatro hectares estão equipados com café-bar com esplanada, restaurante, parque infantil e uma galeria de exposições.

É possível andar de bicicleta pelo parque. Aos sábados de manhã realizam-se, habitualmente, várias atividades desportivas e de lazer, como aulas de tai-chi.

Equipado com estacionamento próprio. Encontra-se no limite ocidental da cidade, na saída para as praias. Acesso pela Rua da Saúde.

Praça da República

A Praça da República, antigamente chamada Rossio, onde se realizava a feira, situa-se na freguesia de São Lourenço, em Azeitão.

Na praça estão o pelourinho e o Palácio dos Duques de Aveiro, monumentos classificados pelo IPPAR. No intuito de realçar estes monumentos e promover, até, a função de lazer, foram feitas obras para minimizar o plano inclinado e dotar a zona de uma boa rede de drenagem.

Com o mesmo objetivo foram integradas as árvores já existentes no local. Na frente virada para o palácio foi instalado um relvado, superfície permeável que auxilia ao escoamento das águas, e preservadas as vistas. A construção de alguns degraus de forma a simular a presença de um anfiteatro completaram as obras.

Parque da Algodeia

O jardim tem uma pequena ilha oval, rodeada por um lago. O espaço, com quase três hectares, está equipado com um bar e esplanada, parque infantil e inúmeros bancos.

Localiza-se no bairro do Montalvão, com acessos pela Rua dos Arcos, Praceta dos Arcos e Rua Joaquim Venâncio.

Jardim de Vanicelos

O jardim de Vanicelos foi projetado, entre 1996 e 1997, em simbiose com as formas naturais do terreno e integrando o pinhal preexistente, proporcionando uma agradável frescura e um certo isolamento da via de circulação e das construções habitacionais que o envolvem.

Localizado na freguesia de São Julião, na zona das Amoreiras, este jardim público ocupa uma área de 4.367 metros quadrados.

A zona de recreio, frequentada diariamente por pessoas de todas as idades, comporta vários equipamentos urbanos, como bancos, candeeiros, papeleiras e um parque infantil.

Parque de Vanicelos

O Parque Urbano de Vanicelos resulta de uma proposta de ocupação com zona verde de espaços sobrantes de operações de loteamento.

Situado na freguesia de São Julião, ocupa uma área de 63.176 metros quadrados e está inserido entre a Estrada da Baixa de Palmela, o remanescente da ocupação urbana ao longo da Avenida Rodrigues Manito e delimitado a Norte e Sul respetivamente pela zona das Amoreiras e o Bairro da Urbisado.

Pretendeu-se assim, além de controlar a expansão urbana, contribuir para a manutenção de solos com capacidade de absorção de águas pluviais e proporcionar espaços de lazer e recreativos aos habitantes desta zona da cidade.

A estrutura do parque foi fortemente condicionada pelos elementos construídos preexistentes – regadeiras, poços e tanques – estabelecendo as primeiras os eixos mais importantes, com direções Norte/Sul e Este/Oeste.

Foram instalados também diversos equipamentos que permitem reforçar as funções “naturais” do espaço: como zona de “estar” (estadias junto aos poços, anfiteatro, etc.), como zona de recreio (pista de skate, etc.), como zona desportiva, nomeadamente campos de ténis.

Jardim General Luís Domingos

Zona de relvado compartimentado por sebes formais de ligustro e arborizado no perímetro com jacarandás e pimenteiras bastardas.

Destaque para as árvores classificadas langunária (Langunaria Pattersonii G. Don), com 16,5 metros de altura e diâmetro médio de copa de 9,5 metros, e pimenteira (Schinus molle L.), com 12,5 metros de altura e 11 de diâmetro. Na Praça do Quebedo, próximo do apeadeiro ferroviário.

Parque da Lanchoa

Localizado no Bairro 20 de julho, na freguesia de São Sebastião, ocupa uma área total de 12.017 metros quadrados, com 348 metros de eixos arborizados.

Este é um espaço verde que em muito veio melhorar a qualidade de vida dos moradores dos bairros envolventes, especialmente os mais jovens. Os espaços amplos relvados proporcionam e incentivam o recreio.

Jardim Camilo Castelo Branco

O jardim Camilo Castelo Branco, integrado na Reserva Ecológica Nacional, como área de proteção da Escarpas de Santos Nicolau, surgiu como uma forma de proteção e estabilização adequada daquela zona.

Trata-se de um projeto bem concebido, de qualidade e funcional, vencendo os elevados declives da escarpa.

O material vegetal é abundante e diversificado, transformando a aridez preexistente numa fonte de “verde” e “fresco” em forte relação visual com o rio Sado.

Localizado na freguesia de São Sebastião, no bairro das Fontainhas, este espaço tem uma área total de 8.175 metros quadrados.

Como jardim público desempenha, por excelência, funções de recreio com várias zonas de “estar” privilegiadas por vistas singulares para o rio.

Composto por vegetação tipicamente mediterrânea e bem adaptada a situações de encosta, tem sido dada particular atenção à cobertura do solo como forma de controlo da erosão.

Azeitão Bacalhôa Parque

Zona de lazer com 23 mil metros quadrados, dotada de quiosque com esplanada, parque infantil, aparelhos de exercício físico e áreas pedonais.

O parque, localizado em Vila Nogueira de Azeitão, junto da EN 10, na freguesia de S. Lourenço, foi inaugurado em 2011, pelas comemorações do 25 de Abril, e representou um investimento superior a 350 mil euros, assumido pela Junta de Freguesia, Câmara Municipal e diversas empresas.

Oliveiras milenares, oferecidas pela Bacalhôa Vinhos de Portugal, podem ser admiradas no parque.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign