28 de Junho de 2017
18º
max. 25º
min. 16º
Localização e Características
iniciativas em destaque
início > Concelho > Localização e Características > União das Freguesias de Setúbal
União das Freguesias de Setúbal

A União das Freguesias de Setúbal resulta da fusão das antigas freguesias de Santa Maria da Graça, São Julião e de Nossa Senhora da Anunciada, passando a ter efeitos práticos no concelho de Setúbal desde as eleições autárquicas de 29 de setembro de 2013.

Em resultado da Lei nº 56/2012, de 8 de novembro, e da Lei nº 11-A/2013, de 28 de janeiro, o concelho de Setúbal foi alvo de uma reorganização administrativa, passando, assim, a ser constituído por cinco freguesias.

Área territorial: 36,76 km2

N.º de habitantes: 38.098

Resultante da junção das freguesias de Santa Maria da Graça, São Julião e Nossa Senhora da Anunciada, a União das Freguesias de Setúbal reúne as áreas do concelho há mais tempo habitadas.

A antiga freguesia de Santa Maria da Graça era a mais antiga de Setúbal, tendo sido criada em 1248, quando se constituiu a primeira paróquia da cidade, até então subordinada religiosamente a Palmela, devendo-se a denominação a essa primeira igreja paroquial.

Por aglutinação das anteriores freguesias de São Julião e da Anunciada, a União das Freguesias de Setúbal reúne agora grande parte do centro histórico da cidade, com vestígios pré-romanos e romanos, sobretudo ligados à salga de peixe.

Devido à crescente importância da cidade, muitas construções foram erigidas entre os séculos XIV e XVI, como a Torre do Outão, em 1390, para proteção do porto, os conventos de S. Francisco, em 1410, e de Jesus, em 1490, e, cerca de cem anos mais tarde, a Fortaleza de S. Filipe.

Após o estabelecimento da Ordem de Santiago nas vizinhas povoações de Alcácer do Sal e Palmela, no século XIII, Setúbal foi repovoada, progressivamente, pela zona baixa que se estende até Troino, contribuindo para o desenvolvimento de atividades ligadas à pesca, exploração e comércio de sal.

A indústria conserveira trouxe, entre meados do século XIX e início do século XX, grande empregabilidade à população da cidade, em resultado do crescimetno do número de fábricas de conserva de peixe.

Durante centenas de anos, praticamente até 1960, a zona urbana terminava onde hoje se encontra o Estádio do Bonfim, começando, então, a área rural.

Com o desenvolvimento urbanístico a partir dessa década, os bairros do Liceu, de Vanicelos, do Montalvão, das Amoreiras e do Ferro de Engomar foram ampliando a área habitacional.

Nesta união de freguesias é possível visitar vários locais de interesse turístico e cultural, como o Fórum Municipal Luísa Todi, a Casa da Cultura, a Casa da Baía, a Igreja de Santa Maria (também conhecida por Sé de Setúbal), o Mercado do Livramento, o Parque Urbano de Albarquel, a Casa Bocage, o Parque do Bonfim e a Casa do Corpo Santo.

É também na União das Freguesias de Setúbal que se encontram os Paços do Concelho.

APOIOS

AMRS
Setúbal é um Mundo
Câmara Municipal de Setúbal. ©
Todos os direitos reservados

website concebido por dodesign