Muito nublado
25 de Abril | 46.º Aniversário

A festa de Abril, este ano afastada das ruas de Setúbal devido ao confinamento social destinado a impedir a progressão da pandemia de Covid-19, é assinalada de forma inédita com um programa que exalta a celebração da Liberdade em casa.


A habitual sessão solene da Assembleia Municipal de Setúbal é, nesta celebração dos 46 anos do 25 de Abril, feita em formato digital, com intervenções políticas a serem difundidas junto da população numa emissão vídeo.

O filme começa com a Marcha do MFA, com um texto em voz off, a que se seguem intervenções do presidente da Assembleia Municipal, de representantes das forças partidárias e da presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

A emissão termina com o Grândola, Vila Morena, cantado com vozes feminina e masculina, e o Hino Nacional.

Em Dia da Liberdade, cumprem-se desígnios e partilham-se valiosas conquistas, como a criação do Serviço Nacional de Saúde, na linha da frente em luta contra a pandemia silenciosa.

Em Setúbal, celebrar a Revolução dos Cravos, além de exaltar a memória do pilar da democracia portuguesa, é sinónimo de um programa cultural intenso, eclético e dinamizado a pensar na população.

Este ano, apesar de todas as contingências, mantém-se a tradição, de forma diferente, mas igualmente entusiasmante, com um conjunto de atividades no âmbito da iniciativa Dentro de Casa, integrada no programa Setúbal em Casa com Arte.

Um dos destaques desta iniciativa, no dia 25, lança o desafio aos munícipes para, a partir de casa, exatamente às 15h00, cantarem à janela o tema icónico de Zeca Afonso “Grândola, Vila Morena”.

Mais do que entoar uma das canções-senha que há 46 anos marcaram o derrube do regime fascista, este é um ato que comemora, em união de espírito e a uma só voz, os valores que Abril deixou.

O Setúbal em Casa com Arte inclui ainda um conjunto de iniciativas na rede social e na página da Casa da Cultura.

Deste programa de atividades faz parte a exibição do ciclo “Curtas 25 de Abril | Eurico Coelho – Venham mais 10 ou 11”, o qual reserva, no Dia da Liberdade, a curta-metragem “Gastão Era Perfeito”.

Igualmente a 25, nos mesmos canais, o Teatro Estúdio Fontenova evoca Ary dos Santos.

Mais tarde, às 21h30, nas redes sociais da Câmara Municipal de Setúbal, ouve-se “Grito de Liberdade”, concerto comemorativo do 25 de Abril com a atuação de artistas setubalenses que interpretam músicas de músicos icónicos ligados à revolução.

Entre outras iniciativas destaque ainda para a exibição do filme “Veneno”, de Sacha Guitry, disponível na página da Medeia Filmes das 12h00 de 25 de abril até às 12h00 de 28 de abril.

Mais informações sobre a programação do 25 de Abril disponíveis na páginas oficial e de facebook da Casa da Cultura.