12° Nublado
Mês dos Riscos Associados às Alterações Climáticas | EB de Aranguez

Um projeto que pretende consciencializar os alunos do ensino básico de Setúbal para a adoção de comportamentos que visem a adaptação e mitigação de riscos face às alterações climáticas arrancou, dia 13, na Escola Básica de Aranguez.


O projeto, intitulado “Mês dos Riscos e das Alterações Climáticas”, a decorrer até dia 31, divulga medidas de autoproteção necessárias perante catástrofes naturais, caso de cheias, incêndios, tempestades e ondas de calor, fenómenos que se vão tornar mais frequentes e intensos com as alterações climáticas.

A iniciativa, repartida em sessões pedagógicas, tanto na Escola Básica de Aranguez, onde começou ontem, como na Escola Secundária Sebastião da Gama, conta com a participação de elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros, dinamizador do projeto, bem como do Centro Hospitalar de Setúbal, do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal e do Instituto Ricardo Jorge – Polo de Águas de Moura.

Ao longo das duas semanas, os alunos têm a oportunidade de visitar mais de uma dezena de bancas temáticas, que têm como finalidade sensibilizar para a importância da adoção de comportamentos essenciais para a adaptação e mitigação de riscos resultantes das atuais alterações climáticas registadas no planeta.

O projeto enquadra-se no programa municipal “Comunicação e Sensibilização em Cenário de Risco Associados às Alterações Climáticas”, convergente com a Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas, para gerar participação, divulgação e sensibilização junto da população do concelho sobre esta problemática.

O município de Setúbal encontra-se preparado com estratégia, planeamento e recursos tecnológicos e humanos, para dar resposta a potenciais riscos, trabalho que foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas, em 2017, com a certificação de Setúbal como Cidade Resiliente.

O “Mês dos Riscos e das Alterações Climáticas” inclui, igualmente, a participação de elementos da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal e da Autoridade Marítima Nacional, através do Comando de Setúbal da Polícia Marítima.

No decurso desta ação de sensibilização, a Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal e a Polícia Marítima participam, respetivamente, com uma viatura e uma mota de água com o objetivo de dar a conhecer o seu trabalho preventivo e reativo para os riscos coletivos e socorro de pessoas.

Para o último dia do projeto, 31 de janeiro, está prevista a inauguração de um mural alusivo à temática das alterações climáticas, na Escola Básica de Aranguez, assinado por Smile, como é conhecido o street artist Ivo Santos.

O projeto “Comunicação e Sensibilização em Cenário de Risco Associados às Alterações Climáticas” tem financiamento europeu no âmbito do programa PO SEUR, através do Portugal 2020.